Jump to content

ClaudioBA

Membro
  • Content Count

    140
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

ClaudioBA last won the day on October 24 2015

ClaudioBA had the most liked content!

Community Reputation

60 Genial!

About ClaudioBA

  • Rank
    Pé na tábua!

Profile Information

  • Sexo
    Masculino

Previous Fields

  • Veículo
    206 CC
  • Versão
    CC
  • Fabricação
    2002/2003
  • Motorização
    1.6 16V
  • Estado
    BA
  • País
    Brasil
  • Cidade
    Salvador
  1. ClaudioBA

    Troca: 206 1.4 Por 206 Cc

    Uma coisa é anunciar, outra é vender... Por melhor que esteja a conservação do 206 CC que era meu, o carro NÃO vai ser vendido por esse valor. Os preços do 206 CC começam a não valer a pena. Tem 307 CC 2005, em bom/ótimo estado por menos de R$ 45 mil já. Os 206 CC do mesmo ano encostam nos R$ 40 mil... Vale mais a pena embarcar logo no irmão maior. Ah! E o valor de R$ 36.800 num 04/04 é caro, considerando que o exemplar em vista não tem qualquer diferencial relevante -- tem histórico de manutenção? ou é único dono? não, né? Então é só um carro que está na média do mercado... E como o mercado está fraco para carros usados e "supérfluos", esse preço tem que ser baixado em pelo menos R$ 2 mil para valer a pena... Ainda mais se considerarmos essa questão do óleo... Se quer ter segurança de comprar um carro que está perfeito, eu boto a mão no fogo pelo CC que foi meu (duro é que ele está a 4 horas de SP capital). Os outros, só se forem único dono ou com histórico de manutenção. E olhe lá! Meus Meganes CC eram de único dono quando comprei, e mesmo assim precisei fazer uns "acertos" neles até ficarem no ponto.
  2. ClaudioBA

    Situação Da Peugeot No Brasil

    O RS é um mundo à parte mesmo... Ou será o Nordeste? Aqui na Bahia se uma concessionária, de qualquer rede, aceitar o seu veículo por 70% da Fipe você tem que dar saltos de alegria, acreditar em papai noel, ir para uma lotérica fazer uma fezinha na Mega-sena, etc. A Peugeot, aqui, não é exceção. O duro é saber que a concessionária da rede "não atende veículos com mais de dez anos de fabricação" e que "os carros à pronta entrega são vendidos por valor maior do que o site; se quiser encomendar e esperar, a gente pode conseguir o preço do site para você"... Dá pra entender?
  3. ClaudioBA

    Troca: 206 1.4 Por 206 Cc

    Bom, no início do ano passado anunciei o meu 206 CC azul recife aqui no fórum e em mais alguns outros sites. Acabei vendendo-o em fevereiro de 2015 com 72.000 km, toda a manutenção documentada desde zero (incluindo troca dos kits de correias -- dentada e alternador -- além de troca de discos e pastilhas no final de 2014, com 69.000 km). Sempre coloquei óleo 5w40 e troquei todos os filtros nos prazos recomendados. O carro não tinha absolutamente NADA a fazer, exceto troca de pneus com mais alguns quilômetros adiante. Placa AKQ-0110. Comprador de Ourinhos/SP. Pois bem: a quem se interessar, o carro parece estar à venda novamente, com menos de 5.000km adicionados ao hodômetro. Como fui proprietário do carro por três anos, entre 2012 e 2015 -- e somente o vendi porque não estava mais podendo levar o meu filhote na cadeirinha dentro dele -- esse eu posso atestar: está em PERFEITO ESTADO! Eu o adquiri em melhores condições que os Meganes que vieram depois dele. Não tive qualquer contato com o camarada que comprou o carro de mim depois que fechamos negócio. Por isso, não tenho qualquer ingerência ou interesse sobre o anúncio. Passo apenas um aviso para quem quer um exemplar em estado excelente, na melhor cor da paleta da Peugeot, apesar dos quase 14 anos de fabricação. Quem se interessar pode pedir mais fotos e tentar baixar o preço. Eu vendi o carro por R$ 32 mil e DUVIDO que o camarada consiga mais do que isso na venda. Mesmo sabendo do excepcional estado do carro (a não ser que algo muito grave tenha acontecido, o que não creio)... Link: http://sp.olx.com.br/regiao-de-bauru-e-marilia/veiculos/carros/peugeot-206-cc-139104831 Até!
  4. ClaudioBA

    Troca: 206 1.4 Por 206 Cc

    Você tem duas alternativas para economizar um pouco: ou compra uma manopla da Peugeot mais básica, que é BEM mais em conta (cerca de 1/4 do valor), corta a borracha e cola na bola de alumínio (a borracha que liga o pomo à alavanca é a mesma)... Ou, se a borracha começou a esfarelar, mas ainda tiver salvação, você pode colar a borracha com araldite e envolvê-la com uma fita adesiva de demarcação de solo na cor preta. Nunca mais solta e nunca mais vai aparecer rachadura. Fiz isso no meu e deu muito certo. Além de todas as vantagens, o CC é econômico como poucos... Eu fazia 13 km/l na cidade com ele...
  5. ClaudioBA

    Peugeot 308

    Se a sua luz estiver assim... ... isso é absolutamente normal. Do contrário, você cegaria todo mundo que estivesse em sentido contrário.
  6. ClaudioBA

    Peugeot 408 2016 - Teste Da Motordream

    Entre 2006 e 2010 o Megane não vendia nada. Custando entre 50 e 70 mil, não fazia nem cócegas nos mais vendidos. O sedan foi até 2011. A Grand Tour continuou. "Ah, mas é perua, é carro francês, vai continuar o fracasso". A Renault passou a vender a Megane GT somente com o conjunto motriz básico (1.6 16v com câmbio manual), mas completinha de opcionais. Colocou uns cromados na grade e na lanterna, sem mexer na carroceria, que continuava a mesma de sempre. E BAIXOU O PREÇO para cerca de R$ 45 mil. A GT sozinha passou a vender mais do que o dobro das vendas do sedan e da GT somadas antes de 2011. Pessoal se estapeou nas concessionárias para levar as últimas unidades 2013 por R$ 44 mil. E isso apenas na carroceria perua, de baixa aceitação no mercado brasileiro. Penso que a solução para o 408 seria a mesma: colocasse apenas THP flex, sem gastar com mudanças na carroceria, fazendo um mix de 10% de manuais e 90% de automáticos. Mantivesse teto solar como equipamento de série (Corolla e Cruze, por exemplo, não têm em nenhuma versão) e talvez o xenon direcional. E BAIXAR o preço nuns R$ 12-15 mil reais. A GM está vendendo o Cruze LT automático, que também passou por um facelift mequetrefe, por R$ 69.900. Não dá para o 408 THP 2015 ser vendido por R$ 88.500... Se o modelo 2016 tiver um aumentozinho qualquer, já furará a barreira dos R$ 90 mil, o que é impensável para um carro que é um absoluto fracasso de vendas, pior até que o criticado 307 sedan. Quem está na rabeira do mercado tem que oferecer mais por menos, cortando na carne, não tem outro jeito. Peugeot 408 THP automático por mais de R$ 75 mil é pedir para ficar no limbo. A Peugeot precisa oferecer o carro por menos. Nesse preço e com esse facelift, o autor do tópico está certo: o fracasso será ainda pior.
  7. ClaudioBA

    Troca: 206 1.4 Por 206 Cc

    Os CCs de 2002 em diante são todos multiplexados. Só os 2001 não o são. Todos têm quatro airbags e ABS de série. Até o modelo 2003, o carro tem três desvantagens em relação aos modelos pós-2004: 1) não tem botão de travamento central (tem que puxar/abaixar o pino da porta para destravar/travar); 2) o pisca lateral é feito em acrílico não transparente, o que dá um efeito visual envelhecido (pós-2004 o pisca é translúcido); 3) os frisos são em plástico preto (os modelos pós-2004 tem os frisos pintados). Mas os modelos mais antigos têm duas vantagens estéticas, em minha opinião: 1) cluster na cor branca (pós-2004 o painel é preto) e 2) as lanternas traseiras são dois filetes horizontais vermelhos (que acho que fica melhor que as posteriores, em meias-luas). No restante, todos os modelos têm tudo igual. É ver o estado de conservação e partir para o abraço. Acabei comprando um modelo 2003 porque não tinha a cor azul recife depois de 2004. Como eu fazia questão absoluta dessa cor, fiquei entre modelos 2002-2003. Achei um em ótimo estado com 61.000 km. Vendi-o três anos depois, depois de três meses anunciado, para investir numa dupla de conversíveis mais espaçosos para a família que cresceu. A opção 1 não dá pra comentar. Só dá pra dizer que a revenda é desleixada: conversível já é um carro difícil de vender (leva de dois a oito meses para ser comercializado num preço justo), e os caras ainda me põem um anúncio sem fotos? De lascar... A opção 3 tem duas coisas bem bacanas, raras de se encontrar em modelos à venda: 1) Têm todas as capinhas dos parafusos das rodas -- quem teve sabe que os furos das rodas Sirocco são bem profundos, e os parafusos são curtos. Como as capas são longas, fica um espaço vazio entre a cabeça do parafuso e a tampa das capinhas, o que facilita a perda. Ter todas as capas pode denotar que o condutor é bem cuidadoso e/ou bem chato para substituir as capinhas assim que elas são perdidas. 2) Tem ainda o som original -- quase todo mundo já o trocou, pois só toca CD de áudio original. Mas tem dois problemas: 1) O pomo da alavanca original do câmbio foi trocado por um genérico qualquer. Com o tempo, o pomo tende a se soltar da alavanca, porque ele é colado na borracha, que vai rachando com o uso (que ideia de jerico, Peugeot!). Deveria ter sido trocada por um pomo novo original, mas... Isso não é bom -- pode demonstrar que o camarada costuma economizar com coisa pequena no carro... imagine com as caras? 2) Também o escapamento já não tem a ponteira original, o que pode significar que ele foi trocado por um escapamento/silencioso barato qualquer. Meu 206 CC 2002/2003 passou metade da vida dele morando no litoral, andou 72.000 km e o escapamento, em perfeito estado, ainda era original. Causa estranheza um escapamento de um carro, ainda que já "velhinho", ter sido trocado com 60.000km. Deve ter rolo nessa quilometragem aí... Ou uma pancada muito séria na traseira ou embaixo do carro. Com o escapamento original deveria ficar assim: É estranho o que vem acontecendo com os preços do 206 CC. Com R$ 40-42 mil já se pode comprar um 307 CC automático, com quatro lugares reais e alguns equipamentos a mais. Os 206 CC mais novos (2006-2008) se aproximam muito desse valor, quando não o supera. A diferença está muito pequena...
  8. ClaudioBA

    Opções De Compra: Carro Até 30 Mil At Com Espaço

    Ih, Andrey, é melhor rever essas fontes. Os Renaults 2.0 16V F4R daqui de casa (meu Megane CC e a Grand Scenic de minha esposa) não precisaram disso não. Só de uma ferramenta de fasagem (aquela história de fazer marcação do ponto da correia com riscos não serve para os Renaults MESMO). Já os PSA EW10A, segundo a própria empresa, precisam de grua para levantar o motor... Aliás, uma Grand Scenic 2008 ou 2009 é o que eu considero o melhor carro, não muito velho, em termos de custo-benefício, espaço e conforto, que se pode comprar com menos de R$ 30.000. É tão completa quanto uma Grand C4 Picasso, com mais aproveitamento de espaço (é mais ampla por dentro do que a Sorento ou a Santa Fé, por exemplo), freio de estacionamento automático, direção elétrica, dois tetos solares, console central corrediço, estofamento inteiramente revestido em couro, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, etc, etc, etc. E custa menos do que a rival porque foi um fracasso de vendas aqui e só durou um ano no mercado (a Renault demorou tanto para decidir a importação do carro que, quando ele chegou, já estava saindo de linha na Europa, para dar lugar à Scenic III; as importações iniciaram-se no final de 2007 e cessaram no início de 2009, quando a Scenic III foi lançada no Velho Continente). A manutenção de rotina utiliza as mesmas peças do Megane nacional 2.0. Quem tiver com o mesmo dilema do autor do tópico, é um carro que eu recomendo de olhos fechados.
  9. ClaudioBA

    Peugeot Lança Novo 108 No Uruguai

    No Uruguai o 208, também importado da França, custa entre 20 e 26 mil dólares. O que ferra o Brasil nesse cenário é que, além da confirmação de que o 108 não vem, o dólar está nas alturas. Dois anos atrás a conversão desse valor em dólar ficava nos R$ 50 mil. Já hoje... Para ser viável aqui, o 108 tinha que ter fabricação no Mercosul. Não tem nem vai ter. E o que ferra o Uruguai é a escala. A população do país é inteiro é menor do que a população da Zona Leste de São Paulo capital ou Salvador. Imagina montar uma logística de importação e venda para um público consumidor pequeno desse. Pelo menos os uruguaios têm o carro lá. E a Peugeot tem tradição no país: montou o 205 lá (vê-se tantos 205 rodando no Uruguai quanto se vê Gol Bola aqui) e diversas raridades ainda circulam... Vi 206 CC Roland Garros, 309, 504, 405... E vi também o novo 308 GT ao vivo, o 301, o 508 SW e também o 2008, alguns meses antes de ser lançado aqui. Para quem aprecia carros franceses, e os Peugeots em especial, é um prato cheio.
  10. ClaudioBA

    206Cc - Seguro Onde Fazer?

    Que eu me lembre, seriam as seguintes, considerando os veículos vendidos aqui no Brasil: - 2001: parachoque boquinha com filetes horizontais, lanterna traseira com dois filetes horizontais (vermelho claro em cima e escuro embaixo), sem botão de travamento central, painel com mostradores na cor branca, repetidor lateral do pisca "branco", frisos em plástico "nu", todos na cor preta. Cores: preto, prata, vermelho lúcifer, azul recife e azul riviera. - 2002/2003: tudo igual ao anterior, exceto o para-choque, que passa a ser o bocão com filetes horizontais. Cores iguais, exceto o azul riviera, que deixou de ser disponibilizado para os modelos 2003. - 2004/2008: basicamente muda o que mudou para os demais 206 desses anos... parachoque bocão com filetes hexagonais e contorno cromado, lanterna traseira totalmente vermelha, com novas posições das luzes, com botão de travamento central (que fica ao lado do botão do pisca-alerta), painel com mostradores na cor preta e aros prateados, repetidor lateral do pisca em policarbonato liso, frisos pintados na cor do veículo. Cores: preto, prata, cinza fer e vermelho aden. Nenhum azul foi disponibilizado para esses modelos. No mais, não há diferenças entre os modelos, desde 2001 até 2008. Mesmo motor, mesmos equipamentos, etc... O carro sempre foi vendido em versão única, sem opcionais. Tenho dúvida em relação ao alarme. Sei que os modelos até 2003 tem trava elétrica, mas não contam com alarme. Não sei se os modelos 2004 em diante tinham...
  11. ClaudioBA

    Concessionárias Fechando

    Certa vez fui na autorizada saber de um 308 CC. Lá chegando, falei que já conhecia o carro, e que queria saber se havia uma unidade na loja, ao menos para vê-lo. A resposta foi negativa. Mas me disseram que seria melhor até fazer encomenda, pois se o carro estivesse no showroom, certamente o valor cobrado teria ágio. O quê? Tem ágio para carro no showroom e não tem para encomenda? Como assim? *** Três meses depois aparece uma unidade do 308 CC na loja. Aí me deram o preço de R$ 160 mil no carro, mas que a Peugeot "estava dando um abatimento" e o carro sairia "só" por R$ 155 mil. Detalhe: os dois preços estavam bem acima da tabela, que na época era de R$ 147 mil... Fiquei cerca de meia hora com o atendente, que destrancou o carro para que eu entrasse, apresentou-me alguns planos de financiamento (um deles com juros de 1,49% ao mês, pechincha!) e preencheu um orçamento por escrito para mim. Isso numa sexta à tarde, no final de 2014. Durante esse tempo que lá fiquei, eu era o ÚNICO cliente que estava lá. Os relatos dos colegas não são circunstâncias isoladas: todos os integrantes da cadeia de produção e vendas são igualmente responsáveis pela lamentável participação de mercado da Peugeot atualmente. Tem trapalhão desde o topo até o final. P.S.: Seis meses depois, o mesmo CC ainda está lá. Se não baixarem o preço ou fizerem um plano de financiamento bem camarada, vai ficar ruim o negócio...
  12. ClaudioBA

    Quantidade De Peugeots Vendidos Por Mês

    Nova e preocupante estatística mensal de emplacamentos. Em março, quando o mercado em geral cresceu mais de 20% em relação a fevereiro, a Peugeot conseguiu a proeza de PERDER ainda mais vendas... No mês, só 1.968 Peugeots foram vendidos no Brasil, e pela primeira vez em mais de dez anos, a marca ficou abaixo do 1% do mercado (participação de pífios 0,87%). Hatch de entrada menos vendido: Peugeot 207, com 20 unidades. Vamos dar um desconto porque se trata de carro descontinuado... Hatch compacto menos vendido: Peugeot 208, com 1.359 unidades. Hatch médio menos vendido: Peugeot 308, com 195 unidades. Sedan médio menos vendido: Peugeot 408, com 104 unidades. Crossover menos vendido: Peugeot 3008, com 43 unidades. Sei não se essa estratégia de ser "premium" na marra vai funcionar... As outras fabricantes que ostentam essa fama construíram-na, bem ou mal, sendo verdadeira ou não, ao longo dos anos, acompanhando o que o brasileiro acha ou não a respeito da percepção da marca no mercado. Taí a Honda que mal botou o HR-V na praça e no primeiro mês de vendas já emparelhou com o Duster. Já a Peugeot... Que fama de premium foi construída ao longo do tempo? Que diferencial ela pode apresentar para o consumidor médio? Quem vai pagar R$ 66 mil num 208 Griffe? Ou R$ 83 mil num 308 THP? Tá difícil...
  13. ClaudioBA

    Seria A Hora De Vender O 207?

    Agora é oficial. Peugeot 207 fora do site da Peugeot: http://carros.peugeot.com.br/
  14. ClaudioBA

    308 Muito Barato...

    Ué, Vini, não vejo nada demais. Manual e 1.6, está no preço. Aqui na Bahia esse carro é negociado entre R$ 32 e 35 mil... É a crise, chefe: passou janeiro, passou Carnaval, o ano começa e...
  15. ClaudioBA

    Quantidade De Peugeots Vendidos Por Mês

    Pois é... Os resultados foram: - Hatch de entrada menos vendido: Peugeot 207, com 41 unidades - Hatch compacto menos vendido: Citroen C3 (1.190); acima dele, o Peugeot 208, com 1.369 unidades - Hatch médio menos vendido: Peugeot 308, com 219 unidades - Sedan médio menos vendido: Peugeot 408, com 77 unidades Só quem reagiu um pouco foi o 3008, com 86 unidades, à frente da CRV (deve ser algum problema de cota de importação), mas ainda atrás de nulidades em venda como a Captiva (fim de carreira) e o Forester (rede diminuta e divulgação quase zero). Com isso, a Peugeot fecha o mês com 1,12% do mercado. Para se ter uma ideia de como isso é grave: - o percentual corresponde a UM TERÇO do que a marca obteve dez anos atrás - a Peugeot vende cerca de um automóvel a cada 100 vendidos no Brasil. - ou ainda: em todo o mês de fevereiro, a Peugeot vendeu 2.004 carros, contando todos os seus modelos...
×