Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'Peugeot 407 3.0 V6'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Área Comum
    • X Encontro Nacional Clube Peugeot
    • Clube Peugeot
    • Apresente-se
    • Fotos & Vídeos
    • Off-Topic
  • Área Técnica
    • Quero comprar um Peugeot!
    • Eletrônica & Elétrica
    • Tutoriais (DIY) - Faça Você Mesmo
    • Mecânica & Preparação
  • Área de Classificados
    • Venda de Produtos Oficiais do Clube Peugeot
    • Anunciantes do Clube
    • Anúncios dos Membros do Clube Peugeot

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


País


Cidade


Garagem

Found 1 result

  1. Buenas pessoal do CB. Tudo na paz? Depois de quase 1 ano de ter comprado o leão, estou passando aqui pra deixar meu relato, para encorajar você que curte esse carro, a quem sabe futuramente ter um, a você conhecer qualidades/curiosidades únicas deste carro. Considerado por mim um dos melhores Peugeot atuais. O interesse pelo carro me despertou quando vi um 4 cilindros preto abastecendo num posto aqui perto de casa, como moro no interior de Caxias do sul, foi coisa bem rara, parei pra ver o carro, me apaixonei pelas linhas do mesmo, pela frente, lateral, tudo. Desde esse dia decidi que seria meu próximo carro e que iria guardar dinheiro para comprar o mesmo. Fiquei em torno de 2 anos pesquisando o mercado até achar uma mosca branca, que apareceu na OLX. Era um Peugeot 407 3.0 V6 ano 2005/2006, com incríveis 27 mil km rodados, todas revisões anuais carimbadas no manual. O carro estava em São bento do Sul – SC. E era de uma mulher, que possuía motorista particular, ela ia trocar numa BMW x1 nova, porém um amigo dela acabou comprando, acredito que muito barato rodou mil km em 1 ano, após isso colocou à venda, porque já possuía 2 carros. Não pensei duas vezes entrei em contato e fiz os 500km de ônibus para ver o carro. O dono foi super atencioso veio me buscar na rodoviária inclusive. Chegando na casa dele tive as melhores impressões, o carro estava com a pintura muito boa para um carro de quase 10 anos, sem marcas e riscos profundos. Incrível como um carro dessa idade consegue manter ainda o cheiro característico de couro novo por dentro, os bancos traseiros pareciam que ninguém havia sentado, tudo estava em ordem e funcionando. Inclusive os pneus ainda são originais de fabricação 2005. Pra minha sorte soube que antes de vender a dona trocou todas as correias por tempo e não por uso, o que me trouxe uma boa economia nesse carro. Antes de fechar apenas pedi para irmos até concessionária e passarmos o scanner prevenindo que eu comprasse o carro com alguma avaria eletrônica. O carro estava 100% então fechei negócio na hora sem pensar duas vezes. Voltei pra casa dirigindo babando, que carro incrível. O Cambio consegue ser preciso, viajar usando o modo tiptronic garante um consumo bem melhor em sexta marcha. Fiz 11.5km/l dirigindo normal, (atualmente esse consumo em viagens melhorou um pouco após a troca para o óleo sintético Total 5W40). Mas o melhor do carro estava por vir, e era quando estava próximo de casa, onde a estrada começa a ter mais curvas sinuosas, e é aqui que esse carro se destaca perante muitos sedans médios grande hoje no mercado. Alguns dados técnicos: Muitos não sabem, mas o Peugeot 407, foi o primeiro carro da marca a adotar uma suspensão dianteira em alumínio do estilo double-wishbone, esse tipo de suspensão sempre foi conhecida por oferecer uma estabilidade acima das suspensões convencionais e Mcpherson, tanto é que carros da Formula 1 utilizavam esse tipo de suspensão. Não sei se hoje ainda usam. Isso permite que o carro tenha uma estabilidade incrível, aliada a uma rolagem de carroceria baixa enquanto se faz uma curva em alta. Além disso os amortecedores possuem gerenciamento eletrônico, existe um sensor em cada roda que controla o curso conforme 9 leis de amortecimento, essa tecnologia é patenteada pela PSA, e chama-se AMVAR. Ela se baseia conforme a forma de esterçar volante, conforme a relação do solo (amortecimento), forma de dirigir etc. Numa estrada acidentada ela pode deixar o carro mais macio, endurecer quando se coloca peso no carro e até quando se faz uma curva em alta. É preciso de um certo tempo pra se notar o sistema atuando. Existe um botão no console (SPORT) que põe a suspensão no modo mais rígido, esse modo muda a atitude do carro da agua pro vinho ele deixa o amortecedor com menos curso, e o carro fica mais estável nas curvas, reduz ainda mais a rolagem de carroceria, melhora o grip, o carro dança menos lateralmente. Andando com modo Sport na cidade o carro pula até menos nas nossas ruas desalinhadas, por causa do curso reduzido. Quanto a suspensão traseira ela é multink, e os amortecedores traseiros são inclinados, não sei dizer se isto ajuda na estabilidade, o que sei que ajuda a liberar espaço para o porta malas. Acabamento: O interior do 407 é bem sofisticado, a começar pelos bancos que passam muito conforto, são bem grandes e abraçam bem o motorista, os mesmo são full elétricos, e tem aquecimento. Destaque maior pra mim fica no espaço pro motorista dirigir, posição de dirigir. Materiais empregados são bons, soft touch para tudo que é lado, inclusive no portal luvas, o que é raro hoje em dia. Curiosidades: No ano de 2000, o grupo PSA e Renault subcontrataram a Porsche, para fazer melhorias no então atual motor ES9J4. Esse projeto de melhora no motor ganhou duplo comando de válvulas variável, modificações na câmera de combustão, o escape foi todo redesenhado, acelerador passou a ser eletrônico, passou a ter 6 boninas invés de 1. As trocas das velas de platina passaram para 120 mil km. E a dentada para 180.000 ou 9 anos. Toda essa evolução fez o motor rodar mais suave e ser mais econômico, passou de 194cv para 211cv, e torque de 26.5, para 29. O novo motor passou a ser chamado de ES9J4S. Em 2004, o Peugeot 407 V6, foi o primeiro carro da marca a adotar uma caixa automática de 6 velocidades, essa caixa é conhecida pela robustez, e foi equipado em diversos carros no mundo todo. O nome dela é Aisin TF-80SC e tem torque especifico para 45kg/f, link Wikipédia: https://en.wikipedia.org/wiki/AWTF-80_SC Hoje após quase 1 ano com o carro e com atuais 32 mil km, mesmo o utilizando pouco, por causa do trabalho, posso tranquilamente bater palmas e agradecer para Peugeot, que grande carro, era tudo o que eu esperava e mais um pouco, o simples fato de o ter na garagem me faz realizado, as vezes saio só para procurar umas estradas boas e dar umas aceleradas. O desempenho é honesto, não anda muito mas está longe de ser manco, o que instiga é o ronco que é muito bonito de se ouvir. Manutenção até agora zero. Única coisa que irei fazer é um upgrade das pastilhas que apesar de ainda terem material, estão sentindo a idade (são originais), para as importadas que comprei no ebay.co.uk da EBC. Depois de um tempo que comprei o carro, tratei de fazer um detalhamento completo no mesmo, correção e proteção na pintura. Vou deixar o link das fotos do detailer que fiz em Porto Alegre. Prometo também neste final de semana postar fotos do carro. Abraço a todos e obrigado, pela sempre ajuda aqui no CP. Link Detalhamento/fotos: https://www.facebook.com/Luccaspanitz/media_set?set=a.886927181328000.1073741868.100000321796755&type=3
×