Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'alcool'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Área Comum
    • Clube Peugeot
    • Apresente-se
    • Fotos & Vídeos
    • Off-Topic
  • Área Técnica
    • Quero comprar um Peugeot!
    • Eletrônica & Elétrica
    • Tutoriais (DIY) - Faça Você Mesmo
    • Mecânica & Preparação
  • Área de Classificados
    • Venda de Produtos Oficiais do Clube Peugeot
    • Anunciantes do Clube
    • Anúncios dos Membros do Clube Peugeot

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


País


Cidade


Garagem

Found 6 results

  1. Pessoal, estou com um duvida....estou querendo fazer algo louco ou viável..ainda não sei..... Bom tenho uma 307 sw 2008 gasolina e ontem dia 30/09/15 a gasolina subiu para inacreditáveis 3,59 na minha cidade.....sem comentários né.... Mas enfim, ouvi de pessoas que só trocando os bicos e colocar a bomba do 2.0 flex teria o carro normal no álcool???? Me ajudem se alguém aqui do grupo já fez? como? se deu errado? qual os riscos? ou se não der para trocar colocar 50% de cada combustível???? Me ajudem.... agradeço.
  2. vinicius.bilieri

    Peugeot 206 - Motor Grilando

    Fala aí Galera do Clube... Blz ? Tenho um Peugeot 206 1.4 8V, com 76k KM... Recentemente o motor do meu carro, começou a grilar ou bater pino.. Igual nesse vídeo Já ouvi falar em sensor de detonação quebrado, sonda lambda, cabeçote e outras coisa a mais... A unica explicação que fez mais sentido, foi sobre o sensor de detonação que quebrava, relativo ao seu uso, por causa do calculo que era feito através da taxa de compressão dos combustíveis. Procurei pelo forum e achei vários tópicos sobre os assuntos, mas nenhum encontrei uma solução... Aí surge a dúvida, como resolver esse chatíssimo problema ? Alguém já passou por isso ou conhece alguém que sofreu com isso e sabe uma solução ?
  3. Recentemente troquei as correias dentadas (comprei na CS de Limeira) do meu Peugeot 307 Feline, 2009, 2.0 16v flex, automático com 60.800km. O carro chegou sexta a noite (dia 01/08) e sábado (dia 02/08), lá pelo meio dia, fui sair e pimba... não sustentava ligado (tentei umas 3x). O medidor de combustível estava zerado (isso acontece as vezes ao girar a chave), porém eu sabia que tinha 3/4, aproximadamente, de álcool no tanque, pois, além de ter completado (meu pai no caso, na cidade dele) e rodar 200km no dia anterior a média de 8,5km/l - chutando alto esse consumo - restariam ainda pelo menos 36L no tanque de 60L. Pois bem, olhei debaixo do carro para verificar se havia vazado alguma coisa e nada. Tentei novamente mais umas 3x e finalmente conseguiu manter-se ligado, porém oscilando muito em marcha lenta e ao andar trepidava bastante, como se o combustível estivesse empedrado e ainda estava fraco nas acelerações... Fiquei preocupado, procurei um posto de confiança, pois a ultima abastecida tinha sido em um posto que, apesar de nunca termos tido problemas com o álcool de lá, meu PUG não recebeu nenhuma gota do combustível dessa rede. Completei novamente o tanque, com álcool, já que restavam 36,5L (coube 23,5L) de combustível vegetal e não sou adepto do famoso "rabo de galo". Pois bem, para minha surpresa TUDO voltou ao normal. Fiquei feliz momentaneamente, muito embora ainda restavam 36L de combustível duvidoso para torrar. No sábado não tive mais problemas nas outras vezes que o carro ficou parado e precisei dar partida, porém... Ontem, terça dia 04/08, precisei sair a noite e pimba... marcha lenta oscilando, carro trepidando, fraco, como se o combustível estivesse empedrado, porém, ligou de primeira e não morreu nenhuma vez. Sai mesmo assim, não abasteci desta vez e como ocorrido no sábado, coisa de 10min em funcionamento, tudo estava normal. Fiquei com a pulga atrás da orelha... PERGUNTA: o que será? Combustível de má qualidade? A troca da correia dentada teria algum efeito colateral (MUITO estranho)? Tanquinho de partida vazio influencia nesses dias frios em Sampa? Algo pior, tal como injeção eletrônica? Câmbio (parece que o AL4/AT8 sempre é responsável por tudo nos Peugeot), hehe! Desculpem a história meio longa... Obrigado desde já!
  4. Recentemente troquei as correias dentadas (comprei na CS de Limeira) do meu Peugeot 307 Feline, 2009, 2.0 16v flex, automático com 60.800km. O carro chegou sexta a noite (dia 01/08) e sábado (dia 02/08), lá pelo meio dia, fui sair e pimba... não sustentava ligado (tentei umas 3x). O medidor de combustível estava zerado (isso acontece as vezes ao girar a chave), porém eu sabia que tinha 3/4, aproximadamente, de álcool no tanque, pois, além de ter completado (meu pai no caso, na cidade dele) e rodar 200km no dia anterior a média de 8,5km/l - chutando alto esse consumo - restariam ainda pelo menos 36L no tanque de 60L. Pois bem, olhei debaixo do carro para verificar se havia vazado alguma coisa e nada. Tentei novamente mais umas 3x e finalmente conseguiu manter-se ligado, porém oscilando muito em marcha lenta e ao andar trepidava bastante, como se o combustível estivesse empedrado e ainda estava fraco nas acelerações... Fiquei preocupado, procurei um posto de confiança, pois a ultima abastecida tinha sido em um posto que, apesar de nunca termos tido problemas com o álcool de lá, meu PUG não recebeu nenhuma gota do combustível dessa rede. Completei novamente o tanque, com álcool, já que restavam 36,5L (coube 23,5L) de combustível vegetal e não sou adepto do famoso "rabo de galo". Pois bem, para minha surpresa TUDO voltou ao normal. Fiquei feliz momentaneamente, muito embora ainda restavam 36L de combustível duvidoso para torrar. No sábado não tive mais problemas nas outras vezes que o carro ficou parado e precisei dar partida, porém... Ontem, terça dia 04/08, precisei sair a noite e pimba... marcha lenta oscilando, carro trepidando, fraco, como se o combustível estivesse empedrado, porém, ligou de primeira e não morreu nenhuma vez. Sai mesmo assim, não abasteci desta vez e como ocorrido no sábado, coisa de 10min em funcionamento, tudo estava normal. Fiquei com a pulga atrás da orelha... PERGUNTA: o que será? Combustível de má qualidade? A troca da correia dentada teria algum efeito colateral (MUITO estranho)? Tanquinho de partida vazio influencia nesses dias frios em Sampa? Algo pior, tal como injeção eletrônica? Câmbio (parece que o AL4/AT8 sempre é responsável por tudo nos Peugeot), hehe! Desculpem a história meio longa... Desculpem por ter criado o tópico no lugar errado, agora está no lugar certo. Como posso excluir isso: Aguém faz isso naturalmente Obrigado desde já!
  5. Ae galera! Caras, hoje aconteceu algo muito estranho, tenho que compartilhar e ouvir opiniões! hahahaha Abasteci no sabado ou domingo o carro, 10 litros. Rodei 85km, usando AC e tudo o mais. Hoje acendeu a reserva, como de praxe quando isso acontece, coloquei mais 10 litros. Ficou um pouco abaixo da primeira barra antes do meio tanque. Andei 10km. Até uns 8km o tanque praticamente não tinha se mexido, com 2 pessoas no carro. Nesse trajeto dos 2km, estava com o carro cheio e o unico momento de algum consumo mais forte, foi na subida do shopping, que tava com o Ar ligado (cabaço) e a primeirinha quase nao aguentou. Parei o carro desliguei o ar e subi rss! quando estacionei o carro, olhei o combustível, estava na ultima barra já! Pensando alto, coloquei 10 litros, gastei 1 até os 8km e quase nao mecheu a barra. Se estava quase na quarta barra, como foi para a primeira? quer dizer que 5 litros de combustível, aproximadamente, sumiram!!! Se perdeu na queima nessa chorada do carro na subida? Isso é possível? Ou ainda, ar no tanque, mexeria o ponteiro? será que o posto ta de sacanagem? Alguem mais ja teve essa sensação ou contastação? Abraços!
  6. Boa noite, pessoal! Adquiri um 308 Allure 2.0 mecânico, que gosto de manter abastecido com alcool em razão do desempenho. Ocorre que, em determinadas ocasiões, quando está muito frio (moro em Porto Alegre/RS), ele apresenta dificuldades em ligar, mesmo com o reservatório auxiliar de gasolina cheio. Outra característica da falha: ao dar a partida no carro totalmente abastecido com alcool, não faz antes aquele barulho da injeção de gasolina. A freqüência é irregular: por vezes ocorre ao frio intenso, por vezes a uma temperatura de 16º, como aconteceu hoje. O carro está com 4.300 km e não fez a primeira revisão. Será isto problema do combustível (qualidade do alcool) ou é carro que está com problema mesmo, pois deveria injetar gasolina e, por vezes, isto não ocorre? Ou seria a gasolina do reservatório (coloco Shell V-Power no reservatório)?
×