Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'cabeçote'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Área Comum
    • Clube Peugeot
    • Apresente-se
    • Fotos & Vídeos
    • Off-Topic
  • Área Técnica
    • Quero comprar um Peugeot!
    • Eletrônica & Elétrica
    • Tutoriais (DIY) - Faça Você Mesmo
    • Mecânica & Preparação
  • Área de Classificados
    • Venda de Produtos Oficiais do Clube Peugeot
    • Anunciantes do Clube
    • Anúncios dos Membros do Clube Peugeot

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


País


Cidade


Garagem

Found 15 results

  1. Fala galera tudo bem com vocês? Bem ja faz um tempinho que eu não posto nada devido a correria do dia-a-dia mesmo, mas vamos deixar de bla-bla-bla e vamos ao que interessa. Seguinte pegamos na oficina um 207 1.4 8V misturando agua com óleo, porém sem ter sofrido aquecimento, este é um defeito relativamente comum nesses motores 1.4 8V e ja vi varias discuçoes sobre o tema, eu apenas gostaria de contribuir com informações de campo ( Oficina). http://www.3emotors.com.br http://www.3emotorsloja.com.br http://www.cambioautomaticoal4.com.br
  2. Pessoal tudo o que vocês precisam saber sobre troca de junta e manutenção do cabeçote do pug 206. Fica a dica!! http://d-app.peugeot.com.br/e/2799/1036/725916/d2719
  3. vinicius.bilieri

    Peugeot 206 - Motor Grilando

    Fala aí Galera do Clube... Blz ? Tenho um Peugeot 206 1.4 8V, com 76k KM... Recentemente o motor do meu carro, começou a grilar ou bater pino.. Igual nesse vídeo Já ouvi falar em sensor de detonação quebrado, sonda lambda, cabeçote e outras coisa a mais... A unica explicação que fez mais sentido, foi sobre o sensor de detonação que quebrava, relativo ao seu uso, por causa do calculo que era feito através da taxa de compressão dos combustíveis. Procurei pelo forum e achei vários tópicos sobre os assuntos, mas nenhum encontrei uma solução... Aí surge a dúvida, como resolver esse chatíssimo problema ? Alguém já passou por isso ou conhece alguém que sofreu com isso e sabe uma solução ?
  4. Gente... Preciso de ajuda/instruções para tirar o cabecote da minha SW... Estourou (explodiu mesmo) uma mangueira que liga o ar quente (na estrada) e acabou queimando a junta do cabecote. Comecei a desmontar em casa mesmo, mas "empaquei" na falta de chaves para tirar o suporte principal do motor e o próprio cabecote. Preciso de ajuda no seguinte. Eh necessário tirar o radiador e alternador para liberar espaço na frente do carro para afrouxar o coletor de escape? Existe alguma ferramenta específica ou marcação para colocar a Correia no ponto? Qual eh o torque de aperto do cabecote (e depois de X km, o torque de re aperto)? Estou fazendo em casa para aprender e para economizar. Mas claro que não quero fazer merda logo de cara rs... Fico no aguardo da ajuda dos mais experientes. Obrigado
  5. Feecesario

    Junta Do Cabeçote???

    Boa tarde meus amigos e amigas. Sai com a minha esposa ontem a noite naquele calor pra dar uma volta de carro após um tempo andando percebi que o ponteiro de temperatura já estava acima de 90. Achei estranho porque ele continuava a subir sendo que alguns dias atrás eu havia completado a água. Parei o carro abri o capo pensando será que perdi a tampa? negativo ela estava lá e tudo estava correto. Liguei o ar condicionado "Arte manhã para baixar a temperatura do carro" rsrs e fomos para casa. Quando cheguei abri o capo novamente agora munido de iluminação percebi o reservatório escuro, tirei a tampa e está lá óleo e água. Puxei a vareta de óleo e não vi gostas de água até porque o carro estava quente mas pareceria que o óleo estava mais aguado. Será que foi a junta do cabeçote que estourou? Hoje precisei usar o carro para evir trabalhar rodei 37 km só reta marginal Tietê e pinheiros como vim pra cá por volta das 05:20 o ar estava gelado devia estar uns 13graus hoje cedo, o carro não passou de 80graus. Agora voltarei as 15:00 para casa neste sol que Deus dá Veremos o que vai acontecer. Devo procurar mais algum sintoma? Me recomendam algum teste? Pelo diagnóstico pode ser outra coisa? Me ajudem Grande abraços a todos e sorte para mim kkkkkk
  6. Achei esse vídeo sobre a montagem e desmontagem do cabeçote de um 206 1.4 8V (TU3JP). O vídeo é bem sem vergonha, meio enrolado, mas é bem interessante pra quem não conheçe como é esse motor por dentro. São 5 vídeos onde o cara mostra o cabeçote aberto e depois montado e no meio do caminho o cara vai dando dicas sobre os cuidados com a montagem, sobre como é feito a limpeza de bicos e a importância de uma boa manutenção, entre outras.
  7. Peugeot 1.6 16V, correia dentada quebrada e valvulas empenadas. Trocar o Kit de correia dentada ( Correia dentada+Tensor fixo+tensor movel) PREVENTIVAMENTE evita muitas dores de cabeças e prejuizos financeiros, então fiquem atentos, em caso de duvida quanto a data e Km que o kit foi trocado recomendamos a troca, ai sim voce poderá ter um controle e evitará transtornos... ou quer pagar pra ver? http://3emotorsloja.com.br/loja/index.php?route=product/product&keyword=kit%20corr&product_id=128
  8. Fala pessoal, beleza? Então, como já citei em outro tópico, tive um problema com meu cabeçote. A correia dentada estourou (por burrice minha) e eu estava a 120km/h, então imaginem a zica... :haha: Então... Carro guinchado, mandei pro conserto, até aí tudo mais ou menos bem: 1360,00 de conserto, com retífica do cabeçote, troca das válvulas, correias, esticadores, etc... Era pra ter ficado uma jóia, mas não ficou. O motor tá pesado, ao ligar de manhã, ele falha, engasga, morre... E demooora a subir de giro, ficou muito diferente de usar, não tá mais agradável, como era antes da retífica. Depois de um tempo, ele até funciona regular, sem falhas. Tbm to sentindo dificuldade de manter a velocidade na estrada, e tá pior do que era antes, em retomadas... :haha: Além disso, tá gastão, mas muito mesmo. Tá fazendo uns 7,5 ~ 8,5 na cidade, e não passa de 11 na estrada, andando igual tiozão. Lembrando, que ele fazia mais de 10 na city e 14,5 ~ 15 fácil na estrada. A oficina onde consertei é de confiança, meu pai só mexe a Blazer v6 dele lá, e o dono da oficina tem um Citroen Xsara Picasso, ou seja, é pra entender de PSA :haha: No que será que eu devo prestar atenção, antes de levar no mecânico? Será que pode ter acontecido do cara colocar a correia dentada errada, já que o 1.4 8v tem dois modelos de correia? Um maluquinho "entendido" de mecânica disse que pode ser algo na central, que fica meio "boba" após desmontarem tudo pra mexer no motor. Será? Aguardo uma luz, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk OBS: É um 1.4 8v gasolina. Valeu, galera.
  9. wellinassis

    Pug 206 Sem Uso E Fumaça Branca

    Seguinte pessoal, comprei meu pug 206 1.6 soleil ano 2001 quando eu tinha 17 anos. Quando completei 18 comecei tirar minha carta e parei de andar com o carro. Só ligava ele de vez em quando até ativar a ventoinha do radiador. Hoje, eu liguei o pug e a ventoinha não girou, mesmo quando chegou nos 100°. Aí desliguei o carro. Mais tarde resolvi tirar ele da garagem, e final da história: 1° A VENTOINHA LIGOU FAZENDO UM BARULHO HORRÍVEL. TIVE QUE DESLIGAR A BATERIA PARA PARAR 2° METADE DA MINHA RUA FICOU NUBLADA DE TANTA FUMAÇA BRANCA QUE ELE SOLTOU QUANDO EU ACELERAVA. A ventoinha é a menor das minhas preocupações, o que eu quero saber, é se quando o carro fica parado muito tempo, ele realmente solta essa fumaça branca em EXCESSO. Eu verifiquei a vareta de óleo, não tem água misturada. Meu vizinho é mecânico, e já desmontou a ventoinha. Quanto a fumaça, ele disse que só andando com o carro pra saber, e rezar pra não ser a junta do cabeçote ou algo do tipo. Por favor, me ajudem a dormir e me digam que essa fumaça branca que invadiu a rua é por que o carro ficou parado, e quando eu andar com ele de novo ela vai sumir :| *PS: Não posso andar com o carro, estou em processo de habilitação, e agora o pug está sem a ventoinha e o radiador desmontado, não tem como ngm andar com ele assim. Mais uma duvida: Como sei se o motor ferveu ?
  10. Boa tarde a todos Estou com um problema sério no meu 106 Selection 2000 Percebi que cofre do motor, próximo ao radiador estava sujo de óleo verifiquei que a região próxima estava toda melada Quando abri a tampa do radiador, verifiquei que estava cheio de óleo aparentemente vindo do motor Percebi tb. nos últimos 3 dias que ele estava "batendo pino" quando exigido em uma subida ou quando eu reduzia uma marcha. Gostaria de saber o que pode ser para evitar que eu seja enganado pois, liguei para um mecânico só por curiosidade e o mesmo ja foi me dizendo que talvez fosse bloco trincado e que, dependendo de como estivesse teria de fazer o motor Desde ja, agradeço a atenção
  11. andersonsauro

    Orçamento Serviço Cabeçote

    Mais uma vez eu aqui! É o seguinte, meu carro tá fazendo um barulho de tucho vazio alto, levei no famoso "Denis", ofcina Techno Car, e ele me passou o seguinte: "Tem que desmontar a parte de cima para tirar os tuchos e limpar, e tirar tb o cárter, com a troca de óleo e filtro" Isso pela bagatela de 1258 dilmas aproximadamente.... Esse preço tá, bom, justo, ou ruim? Desde já obrigado pela ajuda!
  12. yrasurf306

    Compro!

    Gente olá, preciso de ajuda para encontrar o jogo de junta completo do Peugeot 306 s16 95 XU10J4!
  13. Galera seguinte estou com um belo problema de vazamento na tampa do cabeçote do meu peugeot 306.Já troquei a tampa por outra usada, porem o vazamento continua, gostaria de saber se alguem ja enfrentou problema semelhante ou sabe de alguma soluçao para esse caso , abraços!
  14. Verifiquei em qual área esse tópico se encaixaria e entendi ser esta a melhor seção. É uma mistura de dúvidas sobre mecânica com conselho jurídico. ------------------------------- Boa tarde a todos Era proprietário de um 206 Moonlight 07/08. Troquei no dia 22/2 meu pug por um 307 Feline 08/09 com 55.000km. Esse negócio foi feito entre particulares. Tinha umas batidinhas de leve na suspensão, um dos retrovisores elétricos fazia barulho quando fechava e tbm um dos farois embaçava com água, mas nada que fosse urgente. Já tinha planejado deixar o carro em uma oficina depois de 30 dias ($) para resolver isso e fazer uma revisão geral. Já no dia 13/3 percebi que o ar condicionado tinha parado de funcionar. Levei numa auto-elétrica, verificamos que a ventoinha tinha queimado e trocamos imediatamente. Cerca de uma semana depois, notei que a temperatura do líquido de arrefecimento chegava a 95ºC rapidamente, com o motor ligado a pouco tempo e em baixas rotações, e a ventoinha partia já em rotação alta para refrigerá-lo. A temperatura do óleo subia apenas um pouco. Nenhuma das temperaturas chegava sequer perto dos seus limites, então julguei ser um problema administrável e deixei para verificar quando fosse para a oficina. O único inconveniente era o barulho da ventoinha, pois como disse ela partida direto na velocidade máxima. Em 29/3, sexta-feira santa, peguei o carro para viajar. Com o carro a 120km/h e a ventoinha ligada - pelo fato de estar com o ar condicionado ligado - a temperatura do arrefecimento ficava em 90-95°C. Quase chegando no destino, desliguei o AC pois estava frio dentro do carro. Pouco tempo depois a temperatura do líquido começou a oscilar bastante, chegando próximo da faixa vermelha. Resolvi ligar novamente o ar condicionado para partir a ventoinha, mas não surtiu efeito e percebi que o ar não estava gelando tanto. Diminuí a velocidade e fui torcendo para conseguir chegar na cidade enquanto cuidava do ponteiro de temperatura mais do que a própria estrada. Não olhei como estava a temperatura do óleo pelo nervosismo e medo de ter que parar o carro no meio da rodovia, a noite, num carro sem seguro. Já dentro da cidade, mas ainda afastado de casa, a temperatura finalmente chegou na faixa vermelha e apareceu o temido STOP no painel, sendo que no mesmo instante parei o carro. Abri o capô e notei bastante calor naquela região, com o líquido de arrefecimetno bem acima da indicação de nível máximo, indicando sobreaquecimento. A ventoinha estava parada e não ligava mesmo acionando o ar condicionado. Com cuidado afrouxei a tampa do reservatório e o líquido começou a escoar, então fechei a tampa e resolvi esperar esfriar. Como depois de 10 minutos ele continuou quente, abri a tampa e deixei todo o líquido sair de uma vez. Conseguiu em uma lanchonete ali perto um balde cheio de água de torneira, que despejei no reservatório até a indicação de nível máximo e esperei esfriar mais um pouco. O painel indicou menos de 90°C no líquido depois de uns 20 minutos. Resolvi tentar chegar em casa para levar na oficina no dia seguinte. Liguei o carro, andei uma quadra e lá foi o ponteiro pra faixa vermelha de novo, seguido de STOP no painel. Telefonei logo para um guincho, que por ser sexta-feira, à noite, em um feriado prolongado, já me avisou que iria cobrar R$120,00 por um percurso de 10 minutos. No trajeto a temperatura caiu e consegui estacionar o carro na garagem de casa. No sábado pela manhã peguei o 307 e fui atrás de uma auto-elétrica pra verificar a ventoinha, mas não encontrei NENHUMA aberta ao redor e nesse meio tempo a temperatura subiu novamente. Parei antes de chegar no limite e aparecer STOP. Deixei esfriar e voltei pra casa com o carro desligado na maior parte do caminho, já que é uma descida em comparação a onde estava. Tive que voltar de ônibus e pedi para o meu pai levar em uma oficina especializada em Peugeot aqui da cidade na segunda-feira. Constatações: - a ventoinha havia queimado novamente. - a bomba d'água tinha sinais de desgaste acentuado. - a parte inferior do radiador estava fria em relação a parte superior. - a junta do cabeçote estava queimada. - o cabeçote estava empenado. Total do orçamento: R$2.500,00. Contei toda a história para o dono da oficina e perguntei se é possível o cabeçote ter empenado nesses 40 dias comigo. Ele disse ser pouquíssimo provável. Segundo ele, a temperatura subia pelo problema na bomba d'água e entupimento do radiador, que desencadeou o empenamento do cabeçote, que por sua vez forçou a ventoinha a rodar sempre no máximo. Como foram duas semanas assim, mesmo tendo usado pouquíssimo o carro, o esforço pode ter feito a ventoinha nova queimar. Resumindo, muito provavelmente o carro veio com problemas. Essa é a opinião dele. Agora as perguntas: 1 - Vocês concordam com a teoria acima ou acham que foi a ventoinha nova a responsável pelo empenamento? 2 - Caso seja mesmo a bomba d'água, tenho direito a pedir que o antigo dono arque com essas despesas? Pesquisei bastante sobre o 307 antes de comprar. Já sabia dos problemas com a transmissão automática, e só vim a saber do também crônico caso das juntas de cabeçote da pior maneira possível. É uma pena isso ter acontecido, pois estava apaixonado pelo meu carrinho. Um parente possui um Palio com literalmente o dobro da quilometragem que nunca deu qualquer tipo de problema, somente trocou peças por fim de vida útil. E estamos falando de um popular, teoricamente mais frágil. É o segundo carro que compro com meu suor e trabalho, o segundo Peugeot, e o segundo que me dá problemas. Não quero desistir da marca, mas está ficando difícil. Abraços e obrigado desde já
×