Jump to content

Search the Community

Showing results for tags 'marcha lenta'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Área Comum
    • Clube Peugeot
    • Apresente-se
    • Fotos & Vídeos
    • Off-Topic
  • Área Técnica
    • Quero comprar um Peugeot!
    • Eletrônica & Elétrica
    • Tutoriais (DIY) - Faça Você Mesmo
    • Mecânica & Preparação
  • Área de Classificados
    • Venda de Produtos Oficiais do Clube Peugeot
    • Anunciantes do Clube
    • Anúncios dos Membros do Clube Peugeot

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


País


Cidade


Garagem

Found 8 results

  1. XandyHirsch

    Variação Marcha Lenta

    Boa noite, Tenho um 306 sedan 00 1.8 16v. Quando frio, o carro age normalmente, porém basta a temperatura chegar próximo aos 90º ( o que não demora ) o carro começa a variar a marcha lenta e acelerar sozinho. Ele não diminui de 2 mil giros.. as vezes até 3mil! Isso ta aumentando meu consumo muito, além de que é um saco em baixa rotação, as vezes vou trocar de marcha antes dos 2500..3000 e ele acelera assim que piso na embreagem. Podem me dizer o que pode ser? Tenho corpo de borboleta ( tbi ) para limpar e o atuador de marcha lenta. Porém ainda não vi sentido em nenhum dos dois, porque o carro só varia quando esquenta.
  2. Recentemente troquei as correias dentadas (comprei na CS de Limeira) do meu Peugeot 307 Feline, 2009, 2.0 16v flex, automático com 60.800km. O carro chegou sexta a noite (dia 01/08) e sábado (dia 02/08), lá pelo meio dia, fui sair e pimba... não sustentava ligado (tentei umas 3x). O medidor de combustível estava zerado (isso acontece as vezes ao girar a chave), porém eu sabia que tinha 3/4, aproximadamente, de álcool no tanque, pois, além de ter completado (meu pai no caso, na cidade dele) e rodar 200km no dia anterior a média de 8,5km/l - chutando alto esse consumo - restariam ainda pelo menos 36L no tanque de 60L. Pois bem, olhei debaixo do carro para verificar se havia vazado alguma coisa e nada. Tentei novamente mais umas 3x e finalmente conseguiu manter-se ligado, porém oscilando muito em marcha lenta e ao andar trepidava bastante, como se o combustível estivesse empedrado e ainda estava fraco nas acelerações... Fiquei preocupado, procurei um posto de confiança, pois a ultima abastecida tinha sido em um posto que, apesar de nunca termos tido problemas com o álcool de lá, meu PUG não recebeu nenhuma gota do combustível dessa rede. Completei novamente o tanque, com álcool, já que restavam 36,5L (coube 23,5L) de combustível vegetal e não sou adepto do famoso "rabo de galo". Pois bem, para minha surpresa TUDO voltou ao normal. Fiquei feliz momentaneamente, muito embora ainda restavam 36L de combustível duvidoso para torrar. No sábado não tive mais problemas nas outras vezes que o carro ficou parado e precisei dar partida, porém... Ontem, terça dia 04/08, precisei sair a noite e pimba... marcha lenta oscilando, carro trepidando, fraco, como se o combustível estivesse empedrado, porém, ligou de primeira e não morreu nenhuma vez. Sai mesmo assim, não abasteci desta vez e como ocorrido no sábado, coisa de 10min em funcionamento, tudo estava normal. Fiquei com a pulga atrás da orelha... PERGUNTA: o que será? Combustível de má qualidade? A troca da correia dentada teria algum efeito colateral (MUITO estranho)? Tanquinho de partida vazio influencia nesses dias frios em Sampa? Algo pior, tal como injeção eletrônica? Câmbio (parece que o AL4/AT8 sempre é responsável por tudo nos Peugeot), hehe! Desculpem a história meio longa... Obrigado desde já!
  3. Recentemente troquei as correias dentadas (comprei na CS de Limeira) do meu Peugeot 307 Feline, 2009, 2.0 16v flex, automático com 60.800km. O carro chegou sexta a noite (dia 01/08) e sábado (dia 02/08), lá pelo meio dia, fui sair e pimba... não sustentava ligado (tentei umas 3x). O medidor de combustível estava zerado (isso acontece as vezes ao girar a chave), porém eu sabia que tinha 3/4, aproximadamente, de álcool no tanque, pois, além de ter completado (meu pai no caso, na cidade dele) e rodar 200km no dia anterior a média de 8,5km/l - chutando alto esse consumo - restariam ainda pelo menos 36L no tanque de 60L. Pois bem, olhei debaixo do carro para verificar se havia vazado alguma coisa e nada. Tentei novamente mais umas 3x e finalmente conseguiu manter-se ligado, porém oscilando muito em marcha lenta e ao andar trepidava bastante, como se o combustível estivesse empedrado e ainda estava fraco nas acelerações... Fiquei preocupado, procurei um posto de confiança, pois a ultima abastecida tinha sido em um posto que, apesar de nunca termos tido problemas com o álcool de lá, meu PUG não recebeu nenhuma gota do combustível dessa rede. Completei novamente o tanque, com álcool, já que restavam 36,5L (coube 23,5L) de combustível vegetal e não sou adepto do famoso "rabo de galo". Pois bem, para minha surpresa TUDO voltou ao normal. Fiquei feliz momentaneamente, muito embora ainda restavam 36L de combustível duvidoso para torrar. No sábado não tive mais problemas nas outras vezes que o carro ficou parado e precisei dar partida, porém... Ontem, terça dia 04/08, precisei sair a noite e pimba... marcha lenta oscilando, carro trepidando, fraco, como se o combustível estivesse empedrado, porém, ligou de primeira e não morreu nenhuma vez. Sai mesmo assim, não abasteci desta vez e como ocorrido no sábado, coisa de 10min em funcionamento, tudo estava normal. Fiquei com a pulga atrás da orelha... PERGUNTA: o que será? Combustível de má qualidade? A troca da correia dentada teria algum efeito colateral (MUITO estranho)? Tanquinho de partida vazio influencia nesses dias frios em Sampa? Algo pior, tal como injeção eletrônica? Câmbio (parece que o AL4/AT8 sempre é responsável por tudo nos Peugeot), hehe! Desculpem a história meio longa... Desculpem por ter criado o tópico no lugar errado, agora está no lugar certo. Como posso excluir isso: Aguém faz isso naturalmente Obrigado desde já!
  4. Admilsons

    Marcha Lenta Muito Lenta

    Olá amigos! Possuo um 207 Passion 1.6 16V Automático ano 2011 com 40.000km e de umas semanas pra cá quando estou parado em um farol por exemplo, o carro fica muito lento, até balança um pouco. Quando é à noite as luzes internas ficam alternando um pouco e o mesmo acontece com os faróis externos. Já levei em um auto elétrico e o problema não é a bateria, já que a mesma é nova e o alternador está carregando normalmente. O carro também não falha, não engasga e está com desempenho normal. Alguém tem alguma idéia do que pode ser? Abraços à todos.
  5. Salve galera, Outro dia fiquei pensando (eu sei, pensar doi, mas de vez em quando faz bem...): Sera que existe alguma diferenca de consumo em um motor flex rodando com alcool ou gasolina em marcha lenta, fora o classico 70%? Minha teoria eh a seguinte: Sera que um ou outro combustivel eh mais eficiente nos Pugs Flex em marcha lenta do que em cruzeiro (estrada por exemplo)? Sera que existe espaco para um acerto na injecao eletronica para melhorar o consumo em marcha lenta com um determinado combustivel? Pensei em testar isso com o meu 206 1.6 16v Flex Auto. Alguem tem alguma ideia de como fazer esse teste? Pensei em zerar o tanque, colocar 2~3 litros de alcool, ligar o motor, disparar um cronometro e cronometrar quanto tempo leva para o carro efetivamente morrer. Depois repetir o procedimento com gasolina. Sera que obtemos algum valor muito diferente de 70%? E se o motor tiver a tecnologia de injecao direta, onde podemos empobrecer a mistura em marcha lenta mais "agressivamente"? Aqui em Sao Paulo ficamos muito tempo em congestionamentos, por isso minha motivacao.
  6. fbruiz

    307 Sw 143Cv Tiptronic 06/07

    Pessoal Estou notando uma oscilação na marcha lenta do meu 307 quando estou parado com o cambio em D. A vibração chega a ser transferida para o banco do passageiro quando está vazio. O banco balança. Fiz um teste e desliguei o ar condicionado, e aí o carro "sossega" e volta ao normal. Basta ligar o ar para voltar a vibração do motor. Tem alguma dica? Como resolver isto? Valeu!
  7. victormantuaneli

    Embreagem Descontrolada

    Fala Galera, Ressalto que já rodei o fórum todo e não encontrei nada relacionado. Estou com uma dúvida e peço a ajuda de todos. Recentemente comprei um pug 206 1.6 2003. Gostei muito do carro, porém o que me intriga é a embreagem dele. Ela simplesmente não é suave, o ciclo dela tem uma zona morta grande, se é que me entendem. rs Tipo, entre ela toda acionada e o ponto de meia embreagem há um período sem resposta e um pouco mais que eu a libere o motor diminui a rotação e morre. Queria saber se é normal isso, se é do carro ou se dá pra melhorar porque do jeito que está, não me atrevo em parar em subida porque não há ABSOLUTAMENTE NENHUMA POSSIBILIDADE de fazer rampa sem descer e morrer. Se eu trocar o cabo de embreagem melhora? Resolve? Pelo que eu li, tem o cabo de regulagem automática e manual. Como saber qual é o meu? Qual é o melhor? Sou novo de direção, mas já dirigi palio, gol, corsa, celta mais antigo que o meu e não tive nenhum problema. Gostaria de saber o que vocês acham e como devo proceder.
  8. MARCELLOMOTOR

    Central 206 1.0 16V

    senhores ,boa tarde, sou reparador e dono de oficina mecanica ( MARCELLO INJEÇÃO ELETRONICA )comprei um206 1.0 16v, e ja peguei com algumas observaçoes : a luz de avarias acesa sem conseguir apagar as falhas ( sensor de pressão do fluido do ara condicionado , falha no sistema de ar condicionado e sensor map fora da faixa de tolerancia ( trocado e não resolvido ) ,seguindo os testes verifiquei que a central não é a do 206 e sim a do renault clio ( 5NR) .então não estou conseguindo estabilizar o carro , apago as falhas mas quando a luz acende a rotação fica limitada em 2000rpm . acho que devo colocar a central compativel com o carro , posso deixa a que esta e continuar os testes?? www.marcelloinjecaoeletronica.com.br
×