Jump to content

Recommended Posts

Falei que alguém ia te ajudar, poxa manual desatualizado, mas na CSS deveriam saber ou montadora. Ia te recomendar ligar no SAC

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, Lucas Figueiredo said:

Muitíssimo obrigado parceiro! Vou tirar esse 15w40 logo e colocar o Motul semi 10w40. Desculpem pelo off topic grande, mas pode deixar que na próxima espero comentar aqui em posse de um 208 GT ou Griffe XD Abs!

Que venha o GT....hehehe

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou nessa de GT, mas o seguro anda me deixando em dúvida. Enquanto isso vou deixando o meu GRIFFE no meu gosto rs Estou quase colocando o para-choque phase 2. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 hours ago, Nitsche13 said:

Estou nessa de GT, mas o seguro anda me deixando em dúvida. Enquanto isso vou deixando o meu GRIFFE no meu gosto rs Estou quase colocando o para-choque phase 2. 

Tem um GT 16/17 aqui em Salvador para vender e olhei 2 vezes. A vontade esta grande, vou até consultar meu corretor para saber o valor do seguro desse carro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 minutes ago, gportela said:

Tem um GT 16/17 aqui em Salvador para vender e olhei 2 vezes. A vontade esta grande, vou até consultar meu corretor para saber o valor do seguro desse carro.

Tomara que saia um preço justo. Eu tinha o Griffe com valor de Seguro R$ 1.700,00 franquia de 2 mil e do GT era R$ 2.600,00 franquia de  4 mil

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 01/06/2018 at 19:14, Nitsche13 said:

Tomara que saia um preço justo. Eu tinha o Griffe com valor de Seguro R$ 1.700,00 franquia de 2 mil e do GT era R$ 2.600,00 franquia de  4 mil

Esse negócio de seguro no Brasil é difícil de entender como pode ser tão flutuante, né? Um GT a R$ 2.600,00 eu abraçava, já que pago bizonhos R$2.657,00 pelo meu 207 XS 2011 pela Tokio Marine (mais barata). Vai ver por isso as cooperativas estão explodindo por aqui

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 hours ago, Lucas Figueiredo said:

Esse negócio de seguro no Brasil é difícil de entender como pode ser tão flutuante, né? Um GT a R$ 2.600,00 eu abraçava, já que pago bizonhos R$2.657,00 pelo meu 207 XS 2011 pela Tokio Marine (mais barata). Vai ver por isso as cooperativas estão explodindo por aqui

Eu simulei isso, já teve vez que comprei o carro e o valor do seguro dobrou. Minha sorte foi que achei e pesquisei e consegui o que tinha pesquisado no inicio. Eu estou começando a querer migrar para cooperativa, problema é que dizem que cooperativa é tipo mercado de imoveis, se a bolha explodir e tu não receber o valor caso use o seguro se ferrou. Eu tenho um bom bônus, já era para estar no 12, mas a 5 anos atrás tive que usar. Atualmente é 5, mas como tenho carro rebaixado, corro o risco de não receber. Como disse seguradora é tudo uma porcaria qe querem fazer de tudo para te ferrar, por isso se pegar o GT e vier um seguro absurdo eu pago cooperativa. Amigo meu deu PT no allure dele, recebeu tudo certinho (demora 3 meses) comprou um Punto turbo mexeu e inclusive aceitaram o valor a mais das peças no seguro do carro (ele paga um pouco a mais). Acredito que o GT sairia por uns R$ 2.800,00 na cooperativa. O único porém é que sempre pago a vista e parece que lá não aceitam, a opção é so a mensalidade., que no GT é R$ 240,00 por mês salvo engano de ultima cotação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 30/05/2018 at 15:25, Lucas Figueiredo said:

Nitsche, sim, no manual do meu carro informa que o óleo seria 3.2L de 15w50 API SJ. Entretanto, pelo que eu entendi nesse tópico do andrey de preconização que está fechado, parece que não é mais homologado essa viscosidade. Meu motor é um TU5JP4, mas eu não consigo mais visualizar as imagens deste tópico, sei lá o porquê. Então eu simplesmente não sei qual utilizar. Eu sempre entendi que o 15w50 seria absurdamente grosso e a API SJ é velha demais... Meu motor não deve estar com folgas, já que só tem 45.000KM, então estou pensando em colocar Motul Semi-Sintético 10W40 API SN ou até 5W40, mas estou mais pensativo em colocar 10w40 mesmo. De qualquer forma vou mandar uma MP para o Andrey me ajudar nessa, senão vou lotar isso aqui com off-topic. Valeu!

 

On 30/05/2018 at 17:08, gportela said:

Lucas, o oleo preconizado para o TU5JP4 é o 10W40 semi sintetico. É o mesmo oleo do EW10A.

Inclusive é o oleo que é vendido na ccs para este motor.

As imagens do tópico do Andrey voltaram a abrir... Não achei o tipo do teu motor (JP4)...

Quanto ao EW10A atualmente é 5W40 (melhor que 10W40 na fase fria)...

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 05/06/2018 at 21:03, rodrigo cardozo said:

 

As imagens do tópico do Andrey voltaram a abrir... Não achei o tipo do teu motor (JP4)...

Quanto ao EW10A atualmente é 5W40 (melhor que 10W40 na fase fria)...

Obrigado pelo aviso parceiro, voltou mesmo. Então, lá diz que para a família do meu motor (TU5) são homologados os óleos 0w30, 5w40 e 10w40. Em tese seria melhor eu colocar o 5w40 logo pois é menos grosso na fase fria, mas tenho medo de fazer essa transformação de uma forma tão bruta de 15w40 para 5w40, além do 5w40 ser sintético e não mais semi-sintético, mas tenho um pouco de ignorância quanto à isso. O fato é que não posso mais ficar com esse 15w40 defasado, então estou pensando no Motul Turbolight 10w40 SN que atende à norma PSA B71 2300 e talvez na próxima eu passaria para o 5w40 ou ficaria no 10w40 mesmo. Eu também ando meio nervoso porque ontem por acaso liguei o carro e abri o capô e escutei um "tectectec", mas dentro da cabine não dava pra ouvir, dei uma volta, abri o capô e aparentemente o barulho parou. Espero que um óleo mais fino na fase fria ajude nesse ruído (imagino eu que seja porque os tuchos estavam trabalhando mais secos). Eu acho que meu celta também era assim, mas estou meio com um pé atrás nisso, afinal o carro não é muito rodado. Mas vou postar sobre isso na área de mecânica. Abs e obrigado pela ajuda!  

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite galera, alguém sabe me dizer qual a cor dos acabamentos do volante? Seria tinta alumínio? Pq tive que tirar a parte debaixo e lixar pq riscou fundo e feio. Pintei de prata, mas deu diferença de cor, ficou mais parecido com o prato da CM. O do volante é um inox fosco que chamam de acetinado, pensei em tinta alumínio em spray. 4_ms398_teste_208_3-630x420.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 25/05/2018 at 13:45, rodrigo cardozo said:

Putz... Segundo a Circular da Peugeot que postei mais acima, o TU4M, com tipo de motor YFY, utilizaria (pelo menos a partir da emissão do boletim pois não sei o que orienta o Manual) somente o óleo do EC5, ou seja 5W30 sintético, PSA B71 2290 e ACEA C2 ou A5/B5...

Bom, minha intenção era colaborar nas tuas dúvidas com o que pesquisei a respeito do óleo p/ Peugeot's. Agora, cada um escolhe o seu caminho, e ninguém melhor que o proprietário para definir o que acha melhor para seu carro... Acredito que com o tópico do Andrey e o Boletim da Peugeot terás suficientes subsídios para sua escolha.

Boa sorte, 

ABS.

 

Existe algum óleo que não seja o Total que atenda as especificações ou seja superior para o 208 1.5?

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 hours ago, gomessilvarj said:

Existe algum óleo que não seja o Total que atenda as especificações ou seja superior para o 208 1.5?

Creio que sim. Qual é o recomedado? 10w40?

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 hours ago, Elvio Latorre said:

Creio que sim. Qual é o recomedado? 10w40?

É o 5w30 Acea C2 sintético. Cheguei a ver o Selênia mas não sei se atende a todas as especificações. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 hours ago, gomessilvarj said:

É o 5w30 Acea C2 sintético. Cheguei a ver o Selênia mas não sei se atende a todas as especificações. 

Penso que sendo sintético e 5w30, tanto faz a marca.

A Peugeot apenas recomenda os Total por “parceiria”, mas se vc seguir as especificações recomendadas (5w30 + sintético) no creio que haverá problema.

Share this post


Link to post
Share on other sites

@gomessilvarj Não precisa ficar preso ao óleo Total mesmo não, se quiser utilizar algum de mesma especificação pode usar. Aliás, creio que muitos façam isso. Se ainda estiver inseguro, basta procurar um outro óleo de outra marca que seja homologado pela PSA. Por exemplo, no meu caso que meu motor é TU5 (1.6 16v), descobri aqui por este tópico mesmo que a PSA homologa os 0w30 (PSA B71 2302), 5w40 (PSA B71 2296) e 10w40 (PSA B71 2300), sendo o meu atual 15w50 defasado.

 

Um exemplo mais claro: no meu caso eu posso usar 0w30, 5w40 e 10w40, correto? Estou pensando em colocar óleo da MOTUL, já que falam muito bem. Eu vou comprar o Motul Turbolight 4100, pois ele é 10w40 e no rótulo do produto está lá a homologação PSA 2300, conforme disse acima. Basta descobrir qual seria a do seu.

 

EDIT: Nem todo óleo 10w40 do mercado possui a homologação e marcação PSA 2300, ou seja, mesmo o óleo sendo 10w40 API SN etc, em tese ele até "é igual", mas tem gente que prefere evitar em razão de não ser homologado pelo grupo. Saca?

 

Abs!

Edited by Lucas Figueiredo

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Lucas Figueiredo said:

@gomessilvarj Não precisa ficar preso ao óleo Total mesmo não, se quiser utilizar algum de mesma especificação pode usar. Aliás, creio que muitos façam isso. Se ainda estiver inseguro, basta procurar um outro óleo de outra marca que seja homologado pela PSA. Por exemplo, no meu caso que meu motor é TU5 (1.6 16v), descobri aqui por este tópico mesmo que a PSA homologa os 0w30 (PSA B71 2302), 5w40 (PSA B71 2296) e 10w40 (PSA B71 2300), sendo o meu atual 15w50 defasado.

 

Um exemplo mais claro: no meu caso eu posso usar 0w30, 5w40 e 10w40, correto? Estou pensando em colocar óleo da MOTUL, já que falam muito bem. Eu vou comprar o Motul Turbolight 4100, pois ele é 10w40 e no rótulo do produto está lá a homologação PSA 2300, conforme disse acima. Basta descobrir qual seria a do seu.

 

EDIT: Nem todo óleo 10w40 do mercado possui a homologação e marcação PSA 2300, ou seja, mesmo o óleo sendo 10w40 API SN etc, em tese ele até "é igual", mas tem gente que prefere evitar em razão de não ser homologado pelo grupo. Saca?

 

Abs!

Perfeito comentário! Coloquei o 10w40 Selenia e não gostei. 

Com o carro frio parece quebrar demora para “subir” e escuto um leve barulho de tucho até encher de óleo. Tenho esperado com o carro parado funcionando para não causar problemas e tudo está ok, 3 a 5 minutos está tudo perfeito.

O que quero dizer com isso: não fuja do preconizado pela marca e siga as recomendações do manual e baseadas nas dicas que o Lucas deu que não tem erro.

Abraços,

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguem pode postar aquela etiquetinha da porta do 208 urbantech? quero saber qual a pressao recomendada lá, pois estou a caça de um jogo de rodas do THP (stromboli) + pneu 205/45 aro 17. O do 1.6 é 29 psi no normal na etiqueta ??

Edited by profyler

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, profyler said:

Alguem pode postar aquela etiquetinha da porta do 208 urbantech? quero saber qual a pressao recomendada lá, pois estou a caça de um jogo de rodas do THP (stromboli) + pneu 205/50(ou45) aro 17. O do 1.6 é 29 psi no normal na etiqueta ??

A etiqueta do meu Griffe indica 33psi. Pneu 195/55 r16.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, gportela said:

A etiqueta do meu Griffe indica 33psi. Pneu 195/55 r16.

sem peso? caraca, nao sabia... agora to mais curioso ainda pra saber qual é a do urbantech que é 205/45/17

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tinha um Griffe com pneus 195/55 R16 e era isso mesmo, 32 ou 33lb.

O atual Urbantech com pneus 205/45 R17 indica 32lb vazio, 32/36 (dianteiro/traseiro) carregado e 36/36 para consumo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendi, pelo que eu percebi, isso nao importa muito pra mim no final, pois a pressao deve ser medida pelo peso do carro e nao pela medida do pneu. Devo continuar nos 29. Valeu

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 17/06/2018 at 02:43, gomessilvarj said:

É o 5w30 Acea C2 sintético. Cheguei a ver o Selênia mas não sei se atende a todas as especificações. 

Existe sim, mas infelizmente não achei a pronta entrega aqui em Poa... tem o https://www.shell.com.br/motoristas/oleos-e-lubrificantes/shell-helix/shell-helix-lubrificantes-sinteticos/shell-helix-ultra-sn-5w-30.html  (só achei o helix aqui, não o ULTRA}, tem tb um da Motul (que era o que eu queria, mas não achei o correto p/ 208...).

Acabei no Total mesmo...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, rodrigo cardozo said:

Existe sim, mas infelizmente não achei a pronta entrega aqui em Poa... tem o https://www.shell.com.br/motoristas/oleos-e-lubrificantes/shell-helix/shell-helix-lubrificantes-sinteticos/shell-helix-ultra-sn-5w-30.html  (só achei o helix aqui, não o ULTRA}, tem tb um da Motul (que era o que eu queria, mas não achei o correto p/ 208...).

Acabei no Total mesmo...

Postei isso já há algumas páginas e em outros tópicos, mas como demandou bastante pesquisa na época e a questão voltou a discussão, gostaria de compartilhar...

A Shell possui dois sintéticos 5W30, o Helix Ultra e o Helix HX8 que é vendido até mesmo a granel em alguns postos.

Os dois são 100% sintéticos, possuem as mesmas certificações API SN e ILSAC GF-5  porém os Ultra são de uma categoria superior nas classes de lubrificantes, pertencentes ao Grupo IV, obtidos através do processo gas-to-liquids (GTL) que a Shell chama "marketeiramente" de tecnologia Pure Plus, contendo Poli-Alfa-Olefinas etc.

É evidente que nossos carros vão funcionar perfeitamente com qualquer lubrificante que mantenha as especificações mínimas, mas nesse caso dos Shell, apenas os Ultra recebem certificações de "long-life" como a da BMW LL-01, mostrando que a vantagem está nessa questão da manutenção das propriedades por mais tempo. Na tabela dos próprios pontos de troca da Shell, onde são listados veículos de várias marcas e modelos, o nosso Peugeot 208 aparece como compatível apenas com o Ultra, tanto o 5W30 quanto o 0W30, mas não o HX8, embora este seja, teoricamente, compatível em quase todas especificações.

Quando meu antigo Griffe saiu da garantia, meu escolhido foi o Helix Ultra 0W30.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 22/06/2018 at 17:32, profyler said:

Entendi, pelo que eu percebi, isso nao importa muito pra mim no final, pois a pressao deve ser medida pelo peso do carro e nao pela medida do pneu. Devo continuar nos 29. Valeu

Vai cair em qualquer buraco e rasgar pneu e amassar roda. Eu não tentaria a sorte, uso 35

Share this post


Link to post
Share on other sites

greatbag o problema é o CxB desse óleo que você citou nunca achei por menos 35 reais. O Total pago na CSS R$ 23,00

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Nitsche13 said:

Vai cair em qualquer buraco e rasgar pneu e amassar roda. Eu não tentaria a sorte, uso 35

35 é de mais, fica muito duro...Eu fico normalmente nos 30.. com penu perfil baixo ate aumentaria um pouco mas nao muito ...

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Nitsche13 said:

greatbag o problema é o CxB desse óleo que você citou nunca achei por menos 35 reais. O Total pago na CSS R$ 23,00

Realmente, o preço do Helix Ultra é esse mesmo, entre 35 e 40 reais. Mas aqui na minha região, os outros estão na mesma faixa de preço, por isso gostei tanto dele. Se você consegue o Total ECS 5w30 por 23 reais, não tem nem o que pensar... 

 

5 minutes ago, profyler said:

35 é de mais, fica muito duro...Eu fico normalmente nos 30.. com penu perfil baixo ate aumentaria um pouco mas nao muito ...

Realmente, já tentei usar 35~36lb aqui e o carro quicou bastante. Ganha-se de um lado por proteger um pouco as rodas, perde-se de outro por diminuir a absorção de pequenos impactos e transmitir tudo para a suspensão.

Eu procuro manter 32lb sempre que possível, aumentando para 35lb apenas se o carro estiver mais carregado mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
49 minutes ago, profyler said:

35 é de mais, fica muito duro...Eu fico normalmente nos 30.. com penu perfil baixo ate aumentaria um pouco mas nao muito ...

205/45 R17 é perfil baixo. Eu ando com 35 e não fica tão duro. Te falo 30 vai rasgar a tempos uso roda maiores e sempre me ferrei com pressão baixa. Se tem grana sobrando pra ficar trocando pneu, vai fundo. Minha experiência com pressão baixa foi ruim. Usaria no mínimo 32 como disse o great

 

@greatwalker engraçado que consegui esse preço na CSS, sendo que lá tudo é caro rs

Edited by Nitsche13

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, Nitsche13 said:

@greatwalker engraçado que consegui esse preço na CSS, sendo que lá tudo é caro rs

Rapaz, daria pra comprar e revender com quase 100% de lucro!

Até fui pesquisar aqui e a única explicação que consegui pensar foi que talvez estejam vendendo o Total Quartz 9000 Future. 

Da mesma forma que a Shell possui o HX8 e o Ultra, a Total também possui dois lubrificantes 5W30, 100% sintéticos e API SN, mas o Ineo ECS é superior ao Quartz 9000 Future, e isso reflete no preço. 

No Mercado Livre vi que o Quartz 9000 Future sai nessa faixa de preço que você mencionou, entre 18 e 23 reais. Já o Ineo ECS fica sempre acima de 33~35 reais.

Se estiver pagando 23 reais no Ineo ECS, sério mesmo, compre umas caixas aí e revenda para nós aqui do forum! :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 hours ago, Nitsche13 said:

Vai cair em qualquer buraco e rasgar pneu e amassar roda. Eu não tentaria a sorte, uso 35

Concordo plenamente contigo, também uso 35 na dianteira e 33 na traseira quando vazio...

Share this post


Link to post
Share on other sites

@greatwalker você está certo viajei legal aqui no valores. Paguei 35 reais na CSS

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 hours ago, Nitsche13 said:

greatbag o problema é o CxB desse óleo que você citou nunca achei por menos 35 reais. O Total pago na CSS R$ 23,00

Estou na mesma. Para o 206 tive a sorte do Total que é recomendado (100% sintético) custar 26,90...

https://www.mercadocar.com.br/oleo-motor-5w40-sm-quartz-9000-sintetico-1-litro-total-lubrificantes-181778/p

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 27/06/2018 at 06:50, Elvio Latorre said:

Estou na mesma. Para o 206 tive a sorte do Total que é recomendado (100% sintético) custar 26,90...

https://www.mercadocar.com.br/oleo-motor-5w40-sm-quartz-9000-sintetico-1-litro-total-lubrificantes-181778/p

Eu me equivoquei, o meu custa 35 é o 5W30 ECEA C2

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, Nitsche13 said:

Eu me equivoquei, o meu custa 35 é o 5W30 ECEA C2

 

Ah tá...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia galera!

Finalmente tive a oportunidade de andar mais com o 208 do que só o percurso mixuruca do test drive. Dirigi o Active Pack 1.2 por mais de 700 km entre Blumenau, Penha, Tubarão e Bom Jardim da Serra (todas em Santa Catarina) e tenho alguns pontos a considerar:

1) a posição de dirigir é bem incomum no começo, mas em questão de minutos acostuma-se e não se pensa mais nisso. E acho que todos os carros deveriam ter essa posição, principalmente do volante.
2) o banco consegue ser ainda pior que o "cadeira de praia" do 207 XR. Terrível. Não sei se em versões superiores muda a espuma ou a conformação do banco, mas o do Active é uma porcaria.
3) a central multimídia com Android Auto, a despeito de alguns bugs aqui e ali, funciona a contento. Só é um tanto lenta às vezes, mas no fim das contas cumpre seu papel.
4) que motor FANTÁSTICO esse Puretech 1.2. Peguei estrada de pista dupla lotada (BR 101), pista simples lotada (BR 470), subida de serra com VÁRIOS cotovelos (SC 110), subida de serra com curvas suaves (BR 282) e o carro não negou fogo em momento algum, principalmente em ultrapassagens. Mantinha 140 km/h por um bom tempo sem reclamar. E ainda fez média combinada (cidade/estrada/subida de serra) de mais de 14 por litro. Muito melhor que o aposentado TU3JP, com certeza.
5) o ronco... parece um V6 o bichinho. Dá até gosto esticar marchas até a faixa vermelha.
6) o carro é bem mais espaçoso que o 207 que eu tenho.
7) curiosamente, ao sair da imobilidade em primeira marcha, o carro dá um pulo para a frente, acelerando com vigor até 2000 rpm... e depois "morre". Tem um buraco na aceleração. Mantendo o pé na mesma posição, até os 2000 rpm o motor acelera, depois parece não acontecer nada, depois acorda de novo. É estranho.
8) em marcha civilizada o motor é bem silencioso do lado de dentro. De fora, parece uma máquina de costura. 
9) resumo: teria fácil um Allure 1.2 (que tem a mais: teto panorâmico, faróis de neblina, ar digital e rodas de liga leve) FÁCIL como daily! Pena que custa mais de 60 mil...

  • Like 1
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Belo relato...

Tenho um desses e estou gostando muito (fica com minha esposa) e a economia dele tb é surpreendente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Duzinfa said:

Bom dia galera!

Finalmente tive a oportunidade de andar mais com o 208 do que só o percurso mixuruca do test drive. Dirigi o Active Pack 1.2 por mais de 700 km entre Blumenau, Penha, Tubarão e Bom Jardim da Serra (todas em Santa Catarina) e tenho alguns pontos a considerar:

1) a posição de dirigir é bem incomum no começo, mas em questão de minutos acostuma-se e não se pensa mais nisso. E acho que todos os carros deveriam ter essa posição, principalmente do volante.
2) o banco consegue ser ainda pior que o "cadeira de praia" do 207 XR. Terrível. Não sei se em versões superiores muda a espuma ou a conformação do banco, mas o do Active é uma porcaria.
3) a central multimídia com Android Auto, a despeito de alguns bugs aqui e ali, funciona a contento. Só é um tanto lenta às vezes, mas no fim das contas cumpre seu papel.
4) que motor FANTÁSTICO esse Puretech 1.2. Peguei estrada de pista dupla lotada (BR 101), pista simples lotada (BR 470), subida de serra com VÁRIOS cotovelos (SC 110), subida de serra com curvas suaves (BR 282) e o carro não negou fogo em momento algum, principalmente em ultrapassagens. Mantinha 140 km/h por um bom tempo sem reclamar. E ainda fez média combinada (cidade/estrada/subida de serra) de mais de 14 por litro. Muito melhor que o aposentado TU3JP, com certeza.
5) o ronco... parece um V6 o bichinho. Dá até gosto esticar marchas até a faixa vermelha.
6) o carro é bem mais espaçoso que o 207 que eu tenho.
7) curiosamente, ao sair da imobilidade em primeira marcha, o carro dá um pulo para a frente, acelerando com vigor até 2000 rpm... e depois "morre". Tem um buraco na aceleração. Mantendo o pé na mesma posição, até os 2000 rpm o motor acelera, depois parece não acontecer nada, depois acorda de novo. É estranho.
8) em marcha civilizada o motor é bem silencioso do lado de dentro. De fora, parece uma máquina de costura. 
9) resumo: teria fácil um Allure 1.2 (que tem a mais: teto panorâmico, faróis de neblina, ar digital e rodas de liga leve) FÁCIL como daily! Pena que custa mais de 60 mil...

Bacana o relato.

Permita-me comentar dois dos nove pontos que você trouxe:

2) Eu já tive um Griffe 2014 e agora estou num Urbantech 2018. Acho os bancos bonitos (lindos no Urbantech, com misto de tecido e couro), possuem um formato bem anatômico, com bordas laterais que sustentam o corpo nas curvas. Não sei se as versões mais baratas são assim também. Mas enfim, num primeiro contato ou até em usos por períodos não tão longos, eu gosto bastante. O problema que vejo é em uso prolongado. Já tentei de tudo no meu, diversas combinações de ajustes de inclinação e altura, e não cheguei em algo que mantenha uma boa postura e sustente bem a lombar. Fiz uma "roadtrip" para o deserto do Atacama, rodei 8.000km em duas semanas e posso dizer: começava a ficar impaciente no final de cada um dos dias de estrada! E sinto o mesmo nas viagens mensais que faço aqui de 400~500km também! Mas reforço que para mim não é questão da densidade da espuma nem nada, é mais do "formato" do banco mesmo e dos seus ajustes relativamente limitados.

3) Também acho um pouco lerda para iniciar e também enfrento uns bugs ao tentar responder alguma mensagem no whatsapp, entre outras coisinhas. Reparei que na ausência de sinal esses problemas aumentam. Na viagem que fiz, estava com o celular em roaming e ela travou várias vezes, coisa que aqui nunca aconteceu, por exemplo. Mas no geral, realmente, funciona bem para a maioria das coisas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah, boa parte desses mais de 700 km foram percorridos em um dia só. EHUEHUEHUEH

Saímos de Blumenau, fomos até o mirante da Serra do Rio do Rastro e voltamos pra Penha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, greatwalker said:

Bacana o relato.

Permita-me comentar dois dos nove pontos que você trouxe:

2) Eu já tive um Griffe 2014 e agora estou num Urbantech 2018. Acho os bancos bonitos (lindos no Urbantech, com misto de tecido e couro), possuem um formato bem anatômico, com bordas laterais que sustentam o corpo nas curvas. Não sei se as versões mais baratas são assim também. Mas enfim, num primeiro contato ou até em usos por períodos não tão longos, eu gosto bastante. O problema que vejo é em uso prolongado. Já tentei de tudo no meu, diversas combinações de ajustes de inclinação e altura, e não cheguei em algo que mantenha uma boa postura e sustente bem a lombar. Fiz uma "roadtrip" para o deserto do Atacama, rodei 8.000km em duas semanas e posso dizer: começava a ficar impaciente no final de cada um dos dias de estrada! E sinto o mesmo nas viagens mensais que faço aqui de 400~500km também! Mas reforço que para mim não é questão da densidade da espuma nem nada, é mais do "formato" do banco mesmo e dos seus ajustes relativamente limitados.

 

Boa tarde Pessoal,

Gostaria de fazer um comentário no item 2 também:

Tenho um 208 Allure 2018 1.2 e meus bancos são de tecido e acho os bancos muito bons, mas me chamou atenção o comentário do greatwalker sobre os bancos com misto de tecido e couro.

O meu pai tem uma 2008 griffe 2016/2017 e os bancos dele são o misto de tecido e couro e notei diferença nos bancos dele para os meus, no final do ano passado fiz uma viagem de 450Km de Porto Alegre a Florianópolis e como você mencionou, também tive problemas na sustentação da lombar ao dirigir e inclusive fiquei com dores por algum tempo.

Já no meu 208 fiz o mesmo trecho no inicio do ano e não tive problemas, e percebi a diferença clara com os bancos da 2008, pois sinto que os meus são mais confortáveis e não castigam a lombar.

Provavelmente os bancos mistos tem diferença na estrutura quando comparados com os bancos apenas de tecido, pelo menos a minha coluna sentiu essa diferença kkkk.

 

 

Edited by Leo_16V
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, depois desses relatos ficarei mais "critico" ao banco do 208 e trarei minhas impressões daqui um tempo. 

Não fiz nenhuma viagem de 700km em um dia só como o @Duzinfa, a que fiz foi 200km e não me senti incomodado não.

Quanto ao mix de couro e tecido saiu até os modelos 16/17 (208 e 2008 Griffe), a partir dos 17/18 já é só tecido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
34 minutes ago, Elvio Latorre said:

Não fiz nenhuma viagem de 700km em um dia só como o @Duzinfa, a que fiz foi 200km e não me senti incomodado não.

Foi bem o que eu falei: em trajetos curtos eu acho tranquilo, em trajetos longos é que começo a me incomodar.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 hours ago, Elvio Latorre said:

Olha, depois desses relatos ficarei mais "critico" ao banco do 208 e trarei minhas impressões daqui um tempo. 

Não fiz nenhuma viagem de 700km em um dia só como o @Duzinfa, a que fiz foi 200km e não me senti incomodado não.

Quanto ao mix de couro e tecido saiu até os modelos 16/17 (208 e 2008 Griffe), a partir dos 17/18 já é só tecido.

Banco de couro e tecido no 208 só saiu nos 208 Premier. Tenho um griffe 16/16. Depois veio nos Urbantech e GT apenas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

fiz varias viagens longas principalmente blumenau X SP. O gozado é que eu tenho bastante dor nas costas, mas nao tenho muito que reclamar... a unica coisa é q no meu o antigo proprietário botou banco de couro, mas nao acho que isso influencia em alguma coisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É importante ressaltar que eu sou operado das costas (duas vezes inclusive, ambas na lombar), e quando vou para o Nacional com meu 207 véio não sinto as dores que eu senti no 208. Achei o encosto do banco com pouca altura, na falta de definição melhor. Mas no resto, carro muito bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, Duzinfa said:

É importante ressaltar que eu sou operado das costas (duas vezes inclusive, ambas na lombar), e quando vou para o Nacional com meu 207 véio não sinto as dores que eu senti no 208. Achei o encosto do banco com pouca altura, na falta de definição melhor. Mas no resto, carro muito bom.

Operado 2x??? que tenso...  fod%$%$ isso...

Mas te digo que como tenho uma 2008 griffe com bancos tecido/couro e um 208 com bancos em tecido em casa, te digo que tem diferença de um banco para o outro.

Lógico que não é apenas o fato do revestimento que vai mudar o formato do banco, mas talvez a Peugeot tenha mudado em algum ponto os bancos ou dependendo da versão do carro os bancos são diferentes.

Mas isso vai da percepção de cada um, te digo que quando tiver a oportunidade de dirigir um outro modelo de 208, talvez o Allure que é o modelo do meu 17/18, acredito que você vai sentir diferença.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×