Jump to content
Sign in to follow this  
Tim

Problema, Pergunta E Curiosidade

Recommended Posts

Salve galera..!

 

Esses dias fiz uma checagem de rotina no carro e achei um pequeno vazamento de óleo pela junta do cabeçote, do lado do motorista, próximo a vareta de óleo. Deixando de lado o fato que é um aburdo um carro com 40 mil km ter vazamento de óleo pela junta do cabeçote, a solução correta pra resolver isso é desmontar tudo, trocar a junta e os prisioneiros.

 

O problema é que eu to com uma dó danada de desmontar todo o cabeçote, por tem que tirar a flange de passagem de água, coletor de admissão e escape, flauta... É chato ter que fazer isso num motor tão novo. Além do que isso certamente não custará menos de 500 reais.

 

Pensei na possibilidade de torquear novamente os parafusos do cabeçote, com o torque original, uma vez que é possível que estejam ligeiramente soltos.

A pergunta é: qual a chance disso dar problema?

Claro que "ACHAR" que não vai dar problema eu também acho, mas eu queria saber de alguém que já teve o problema e como resolveu ou de um dos user's que tem experiência com mecânica/concessionária.

Eu pensei até em dar uns 10% a mais de torque que o original, mas o fato do cabeçote e bloco serem de aluminio me desencorajou. Por isso tava pensando só em chegar com um torquimetro pra apertar até o torque original (caso aceite aperto).

 

Eu tirei a tampa do cabeçote pra ver onde ficam os prisioneiros, e tive uma surpresa ao ver o que há embaixo. O motor do carro (o meu é um 1.4 08/08 flex) é de uma simplicidade extrema! Os tuchos são mecânicos e os prisioneiros do cabeçote seguram, além do cabeçote, um suporte de ferro fundido que prende ao mesmo tempo o eixo dos balancins e o eixo comando. O fato dos tuchos serem mecânicos explica o barulho pronunciado de máquina de costura que se observa em praticamente TODOS os pug. Esse cabeçote tem metade das peças que vc encontra num 8v da GM, por exemplo. Mesmo assim, é bem projetado, pois não tem relatos de problema crônico de desgaste, além de contar com balancins roletados.

 

Eu tirei uma foto do cabeçote sem a tampa e a titulo de curiosidade, fiz um diagrama bastante simples pra ilustrar como é pra galera que nunca viu a maquininha por dentro.

 

v80532.jpg

v80533.jpg

 

Abraço,

Martin

Edited by Tim

Share this post


Link to post
Share on other sites

Martin, bacana sua iniciativa... valeu pelas fotos, acho que ajuda muita gente a entender um pouco mais de mecanica.

 

Eu tb acho uma pena trocar junta de cabeçote com um motor tão novo - mas pode ser que a junta veio com defeito de fábrica ou até um má assentamento.

 

Já ouvi dizer por ai, inclusive de pessoas internas, que a peugeot dá 3 anos de garantia de motor e cambio, mesmo não "confessando" publicamente isso. Portanto acho que seu carro se encaixa nessa categoria.

 

Como vc mesmo disse, um defeito desse tipo, por mais simples que seja, não pode acontecer num motor com apenas 40 mil Km.. é nítido que foi um problema de fabricação.

 

Portanto, no seu lugar, eu procuraria uma concessionária.

 

Fica a dica: Dá um pulo lá na Darhuj da Barão de Itapura, procure o Luiz - ele é o chefe da oficina. O cara é muito gente fina, sempre me atende muito bem e quebra altos galhos pra mim. Tenho certeza que se vc explicar o problema, ele vai reconhecer se tratar de um problema de fabricação e provavelmente vai tentar encaixar em garantia.

 

Qq coisa me dá um alo.

 

Ah, sobre apertar os parafusos, não tem problema nenhum vc colocá-los no aperto original; mas não creio que isso resolva o problema. E dar um sobre-aperto tb não recomendaria pois existem grandes chances de vc causar outros problemas.

 

Abraços..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ola Martin,

 

Os parafusos do cabecote deformam-se no aperto propositalmente. Nao tente dar mais torque lá sob risco de quebrá-los!

Se quiser tentar a sorte, tirei isso do manual do Tu3JP - Seu motor 1.4:

 

Torque de aperto do cabeçote

Aperto (m.daN) 2.0

Aperto angular (º) 240

 

Para dar esse torque voce vai precisar ou de um torquimetro de tal tamanho que bate no vidro ou de uma engrenagem desmultiplicadora.

Lembrando que o aperto angular nao deve ser interrompido, comecou vai ate o final dos 240 graus.

A ordem dos parafusos eh de dentro para fora em espiral, sem nenhum segredo.

 

Boa sorte!

 

[]´s

 

Andre

Share this post


Link to post
Share on other sites
Martin, bacana sua iniciativa... valeu pelas fotos, acho que ajuda muita gente a entender um pouco mais de mecanica.

 

Eu tb acho uma pena trocar junta de cabeçote com um motor tão novo - mas pode ser que a junta veio com defeito de fábrica ou até um má assentamento.

 

Já ouvi dizer por ai, inclusive de pessoas internas, que a peugeot dá 3 anos de garantia de motor e cambio, mesmo não "confessando" publicamente isso. Portanto acho que seu carro se encaixa nessa categoria.

 

Como vc mesmo disse, um defeito desse tipo, por mais simples que seja, não pode acontecer num motor com apenas 40 mil Km.. é nítido que foi um problema de fabricação.

 

Portanto, no seu lugar, eu procuraria uma concessionária.

 

Fica a dica: Dá um pulo lá na Darhuj da Barão de Itapura, procure o Luiz - ele é o chefe da oficina. O cara é muito gente fina, sempre me atende muito bem e quebra altos galhos pra mim. Tenho certeza que se vc explicar o problema, ele vai reconhecer se tratar de um problema de fabricação e provavelmente vai tentar encaixar em garantia.

 

Qq coisa me dá um alo.

 

Ah, sobre apertar os parafusos, não tem problema nenhum vc colocá-los no aperto original; mas não creio que isso resolva o problema. E dar um sobre-aperto tb não recomendaria pois existem grandes chances de vc causar outros problemas.

 

Abraços..

 

Fala Sky !

 

Deixei no mecânico ontem pra torquear os parafusos.

Peguei hoje de manha e ele falou que virou muito pouquinho, ou seja, provavelmente não vai resolver o problema.

 

Caso não ocorra o milagre, eu vou falar com o tal luis na Dahruj, quem sabe da-se um jeito.

 

Valeu pela dica!!

 

Ola Martin,

 

Os parafusos do cabecote deformam-se no aperto propositalmente. Nao tente dar mais torque lá sob risco de quebrá-los!

Se quiser tentar a sorte, tirei isso do manual do Tu3JP - Seu motor 1.4:

 

Torque de aperto do cabeçote

Aperto (m.daN) 2.0

Aperto angular (º) 240

 

Para dar esse torque voce vai precisar ou de um torquimetro de tal tamanho que bate no vidro ou de uma engrenagem desmultiplicadora.

Lembrando que o aperto angular nao deve ser interrompido, comecou vai ate o final dos 240 graus.

A ordem dos parafusos eh de dentro para fora em espiral, sem nenhum segredo.

 

Boa sorte!

 

[]´s

 

Andre

 

 

Andre;

 

Que eu saiba, o aperto angular só vale para parafusos novos.

Que unidade de torque é essa? Meu mecânico puxou no autodata e constava 10 kgf de torque nos parafusos, assim foi feito! E parecia ser isso mesmo, por que viraram muito pouquinho com o torquimetro nessa configuração.

 

Abraço,

 

Martin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não que eu queira discordar disso... mas vou tentar passar a minha opinião.

 

Claro que seria necessário ver o vazamento, mas eu acho que dificilmente o óleo do motor vazaria através da junta e desta para fora do bloco/cabeçote... A probabilidade maior seria, se houvesse problemas de junta, da água de arrefecimento passar para o óleo (o contrário também). Além que, um caso destes (incluindo o teu diagnóstico) estaria acompanhado certamente de dificuldades no funcionamento do motor por possíveis perdas de compressão, até mesmo de baixas consideráveis do nível de água e/ou do óleo do motor.

 

Mas me baseio apenas em casos que eu já vi... claro que podem haver falhas durante a fabricação. Apesar desse tipo de motor não apresentar muitos problemas nesse sentido, todo o cuidado é válido.

 

E sobre o reaperto, a palavra "milagre" pode ser uma explicação se caso parar de vazar uma junta. Supondo que realmente seja nela o problema, a solução de começo já seria uma junta nova e plaina no cabeçote.

 

Um palpite meu é que o vazamento possa estar vindo da tampa de válvulas e escorrendo para o bloco (em todo caso, uma foto seria interessante para verificar).

 

Fora isso, parabéns pela iniciativa de mostrar as fotos com a regulagem e a fixação. É interessante para quem tem essa motorização saber, nem que só por curiosidade, o que tem abaixo da tampa de válvulas. Realmente é um sistema bem simples, mas também é certo que não incomoda muito.

 

 

Sobre a unidade de torque utilizada: segundo a calculadora em: http://www.webcalc.com.br/frame.asp?pag=ht...oes/torque.html

 

daN·m - Decanewton metro (1 daN = 10 N)

 

Mas o real mesmo se dá através do aperto angular, no caso os 240 graus

Share this post


Link to post
Share on other sites

No meu Pug que e 1.0 16v 2002/2003 também tive esse problema de vazamento de óleo pelas juntas do motor no mesmo lugar que vc falo................ na época ele tava com 65 mil k e aproveitei pra fazer a troca das juntas junto com a revisão dos 60 mil que tem a troca de correia dentada e tencionadores, liquido de Arrefecimento, óleo, filtros,limpeza de bicos e tudo mais.............. Não lembro direito quanto foi especificamente a troca das juntas mais me parece que foi 150 reais as juntas + Mao de obra ............vou ver se acho a nota e posto aqui o valor exato...........mais foi feito no final do ano passado no meu mecânico de confiança.

 

Também cheguei a ver o motor do meu carro assim.... com o bloco de alumínio aberto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
No meu Pug que e 1.0 16v 2002/2003 também tive esse problema de vazamento de óleo pelas juntas do motor no mesmo lugar que vc falo................ na época ele tava com 65 mil k e aproveitei pra fazer a troca das juntas junto com a revisão dos 60 mil que tem a troca de correia dentada e tencionadores, liquido de Arrefecimento, óleo, filtros,limpeza de bicos e tudo mais.............. Não lembro direito quanto foi especificamente a troca das juntas mais me parece que foi 150 reais as juntas + Mao de obra ............vou ver se acho a nota e posto aqui o valor exato...........mais foi feito no final do ano passado no meu mecânico de confiança.

 

Também cheguei a ver o motor do meu carro assim.... com o bloco de alumínio aberto.

 

No 1.0 16V os tuchos são mecânicos ou hidráulicos

 

Se for mecânico tem de fazer regulagem de quanto em quanto tempo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não que eu queira discordar disso... mas vou tentar passar a minha opinião.

 

Claro que seria necessário ver o vazamento, mas eu acho que dificilmente o óleo do motor vazaria através da junta e desta para fora do bloco/cabeçote... A probabilidade maior seria, se houvesse problemas de junta, da água de arrefecimento passar para o óleo (o contrário também). Além que, um caso destes (incluindo o teu diagnóstico) estaria acompanhado certamente de dificuldades no funcionamento do motor por possíveis perdas de compressão, até mesmo de baixas consideráveis do nível de água e/ou do óleo do motor.

 

Mas me baseio apenas em casos que eu já vi... claro que podem haver falhas durante a fabricação. Apesar desse tipo de motor não apresentar muitos problemas nesse sentido, todo o cuidado é válido.

 

E sobre o reaperto, a palavra "milagre" pode ser uma explicação se caso parar de vazar uma junta. Supondo que realmente seja nela o problema, a solução de começo já seria uma junta nova e plaina no cabeçote.

 

Um palpite meu é que o vazamento possa estar vindo da tampa de válvulas e escorrendo para o bloco (em todo caso, uma foto seria interessante para verificar).

 

Fora isso, parabéns pela iniciativa de mostrar as fotos com a regulagem e a fixação. É interessante para quem tem essa motorização saber, nem que só por curiosidade, o que tem abaixo da tampa de válvulas. Realmente é um sistema bem simples, mas também é certo que não incomoda muito.

 

 

Sobre a unidade de torque utilizada: segundo a calculadora em: http://www.webcalc.com.br/frame.asp?pag=ht...oes/torque.html

 

daN·m - Decanewton metro (1 daN = 10 N)

 

Mas o real mesmo se dá através do aperto angular, no caso os 240 graus

 

Fala Cactau;

 

Vou discordar completamente de vc.

 

Eu tenho algum conhecimento e faz tempo que mecho ("trabalho") com carros. Além disso, meu mecânico viu e confirmou que o vazamento é pela junta do cabeçote.

 

Eu já sequei diversas vezes e abri para olhar depois de rodar um pouco. Não há nenhum escorrido, ele "baba" oleo exatamente pela junta do cabeçote do lado da vareta de óleo.

 

Acredito que vc já tenha visto um motor aberto. A junta não veda somente os cilindros, veda tbm galerias de água e oleo (passagem do bloco pro cabeçote e vice versa). É perfeitamente possivel que o vazamento seja somente na vedação de uma das galerias de óleo. Não é comum, mas pode acontecer.

 

Vou tirar uma foto esses dias e postar aqui pra confirmar.

 

Quanto ao aperto, meu mecânico foi em cima com o torquimetro. Os parafusos viraram muito pouco.

O vazamento diminui, mas não sumiu completamente.

 

Abraço,

Martin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×