Jump to content

Recommended Posts

criticar falando a marca não sabe nem programar uma transmissão, problema é que temos muitos pseudo engenheiros que acham que é fácil fazer algo, por que não liga na peugeot e critica? Ou sugere melhorar, não quero causar discórdia, mas o assunto consumo enche o saco por depende de vários fatores.

Contras:

O consumo na cidade é sofrível, ainda mais se você morar em uma cidade abençoada com milhares de quebra-molas. O grande vilão do consumo não é o câmbio em si, mas sua programação, responsável por giros altíssimos em cada troca de marcha, próximos a 2500 rmp. Tenho um 3008, que tem o mesmo motor e câmbio, mas com programação diferente.... nem dá pra comparar, pois, além do consumo superior, o carro fica berrando para passar se você desejar uma condução mais serena.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já postei aqui uma vez aqui, vários relatos de proprietários de THP insatisfeitos com o consumo e reclamando que as marchas são passadas tardiamente em 2300~2500rpm.

Um carro que tem 100% do torque disponível em 1400rpm, tinha que passar as marchas em no máximo 1600~1800rpm. O Golf mesmo que tem torque disponível em 1500rpm, troca as marchas em 1700rpm.

 

Essa sua foto não diz nada, aliás, diz muita coisa! Se dirigindo um trecho de apenas 52km a uma velocidade média geriatrica de 71/km/h, ele consome 14,4km/l, rodando a uma velocidade média de 95~100km/h ele fará sim, uns 10km/l ou menos até.

 

Sobre a transmissão Aisin 6, não disse uma palavra sobre ela. É sim uma transmissão confiável e que suporta um bom número de torque, pois até ano passado fazia parte do conjunto mecânico da Evoque que possui 34kgfm de torque. Porém, apesar de ser confiável, nos dias de hoje, onde evoluções são constantes, ela tornou-se uma transmissão datada. Tanto é que a RangeRover/TataMotors substituiu ela pela ZF9 devido ao alto consumo que ela proporcionava no já gastão Ecoboost 2.0.

 

 

Contras:

O consumo na cidade é sofrível, ainda mais se você morar em uma cidade abençoada com milhares de quebra-molas. O grande vilão do consumo não é o câmbio em si, mas sua programação, responsável por giros altíssimos em cada troca de marcha, próximos a 2500 rmp. Tenho um 3008, que tem o mesmo motor e câmbio, mas com programação diferente.... nem dá pra comparar, pois, além do consumo superior, o carro fica berrando para passar se você desejar uma condução mais serena.

 

Altíssimos a 2500 rpm ?? kkkkk

 

Se eu quiser, meu carro troca as marchas em 1400~1500 ou 6500~7000, quem "comanda" é meu pé, ou seja, o jeito que eu dirijo, logo o suposto "problema" não é do carro ou da Peugeot e sim de quem dirige ou o modo que dirige.

 

---

O problema é o consumo urbano: não faz mais do que 7,5 km/l nem com reza brava. Andando sem se preocupar com consumo ele não passa de 6,5 km/l. Todas as medições de consumo foram calculadas na bomba. Computador de bordo geralmente mostra consumo 10-15 por cento menor que o real.

---

Contras:

Consumo urbano muito ruim, o que poderia ser facilmente melhorado caso o câmbio tivesse uma opção Eco Pro como a BMW 118i.

---

Dentro da cidade, o consumo sofrível e a suspensão mais rígida podem fazer o carro sofrer um pouco com o trânsito e a buraqueira de São Paulo. Eu indicaria o carro para quem dirige bastante na estrada

---

 

Cavalo corre, cavalo come, novamente, o jeito que eu dirijo, até mesmo com transito, faz o carro ser econômico ou não, ter um carro com 165cvs não significa que você tem que sair "fritando" em todo semáforo e frear/reduzir drasticamente 300 metros depois.

 

Quanto custa um 118i ??, quem escreveu isto pagaria o mesmo valor dela no 408 se ele tivesse o tal Eco sei lá o que ?

 

Contras:

suspensão seca e dura, carro somente a gasolina com consumo alto na cidade

 

Graças a Deus é só gasolina, a suspensão é dura ? sim é, quer mais "macia" tem como "resolver".

---

Contras:

Consumo urbano não chega aos 8,6 km/l declarado pelo fabricante, porém isto depende de vários fatores do transito. Com 165 cv de potencia temos que segurar o pé nas arrancadas para amenizar o consumo.

---

Contras:

Conexão por Bluetooth com Iphone deixa a desejar, suspensão um pouco dura transmite muito as imperfeições do solo pro motorista, um pouco beberrão consumo compatível com o motor, porém quando comparamos com concorrentes que fazem o mesmo desempenho - novo Golf, por exemplo - percebe-se que ele consome mais que a média

 

 

Meu ponto de vista em vermelho, nada contra você, eu apenas sou um proprietário satisfeito com meu carro

 

abs

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

10384487_758444170886206_567131504219716

 

consumo do meu Golf com Podium na estrada...

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então tá fácil,

 

Vamos todos (menos eu) comprar Golf e Jetta e todos os "problemas" estão resolvidos.

 

Aliás, o Voyage (1.6) da minha esposa faz média de 16,5 km/l no ciclo urbano, cagada da Peugeot ?, ele é melhor que Jetta e Golf (ótimos carros) ?

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara o Golf concorre com o 308 e não com o Voyage.

 

Ambos tem motores turbo parecidos.

 

Coloquei o consumo só pra comparação, nem sabia que o THP bebia como estão falando.

 

O Golf DSG tem barulho na caixa e também apresenta retenção de marcha na pedra.

Edited by 307RCline
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara o Golf concorre com o 308 e não com o Voyage.

 

Ambos tem motores turbo parecidos.

 

Coloquei o consumo só pra comparação, nem sabia que o THP bebia como estão falando.

 

O Golf DSG tem barulho na caixa e também apresenta retenção de marcha na pedra.

 

 

Ai que esta brother, não bebe o que estão falando

 

o 308 não é perfeito, mas tb não ruim como estão escrevendo, assim como o Golf (nada contra o carro, acho bacana e teria um fácil) não é perfeito.

 

abs

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lucca, eu já coloquei isso em outros tópicos (pq tenho um 408 THP).

 

Não acho q alguém compre um carro turbo pensando em economia de combustível. Nem o Smart, a esposa de um amigo tem e não achou econômico (ela q pegou o gosto por pisar).

 

Vai do pé.

O AT6 e o motor THP proporcionam uma aceleração mais linear q a versão NA, ou seja, se vc estiver acelerando o THP, o carro vai acelerando progressivamente até o limite de giro da marcha, diferente de um NA em q a aceleração cai de forma mais acentuada. No THP, quando o giro chega próximo a 2000 RPM, se aliviar o pé ou mantém em 2000 RPM ou passa para a marcha seguinte em até 2200 RPM. E isso tb varia com o perfil do motorista. Se andar com o pé embaixo sempre, fazer isso uma vez não vai adiantar, o AT6 tem, se não me engano, 14 programações diferentes, cada uma escolhida de forma q se aproxime da maneira q o motorista conduz.


assim como o Golf (nada contra o carro, acho bacana e teria um fácil) não é perfeito.

 

Ainda mais se fosse o GTI, né? Kkkkkkk...

 

Cara o Golf concorre com o 308 e não com o Voyage.

 

Ambos tem motores turbo parecidos.

 

Coloquei o consumo só pra comparação, nem sabia que o THP bebia como estão falando.

 

O Golf DSG tem barulho na caixa e também apresenta retenção de marcha na pedra.

 

A foto q vc postou é 42Km/h de média? O trecho foi de 56Km?

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

consumo do meu Golf com Podium na estrada...

 

Num trecho parecido o meu 408 THP foi melhor (considerando a velocidade media)

 

1d0a59c7a578963f7a19e9528bd45bdc.jpg

 

 

Sent from iPhone

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Show, então não bebe como falado...

 

simples

 

e parabéns pela sua média, como eu disse só coloquei para efeito de comparação!

 

meu carro não fechou 1milkm.

Edited by 307RCline

Share this post


Link to post
Share on other sites

Show, então não bebe como falado...

 

simples

 

Aquele foi um teste, para ver onde o carro chega se conduzido "geriatricamente".

Mas honestamente, nao tenho nenhuma intenção ou vontade de manter esta media.

Nao comprei um carro turbo para gastar a gasolina de um 1.0, quero que o carro ande e queime toda a gasolina que precisar.

Alias aquele teste foi com aditivada, com Podium deve melhorar mais um pouco.

  • Upvote 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendi, valeu pela explicação!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com o Cristian, é sempre o mesmo papo, consumo, consumo, consumo, chegar a torrar a paciência esse assunto, há vários fatores, a forma como o condutor dirige seu veículo, se os pneus estão calibrados, ficar difamando carro, a marca, o câmbio, como já vi vários por aqui fazendo isso, é ridículo, não está satisfeito, não gosta do consumo? Troca de carro, de marca, compra um 1.0, mas criticar um carro por que a marcha segura ou não, para mim pelo menos é sem fundamento, faça test drive, veja se te agrada no quesito de consumo, se não gostar, não compra, criticar falando a marca não sabe nem programar uma transmissão, problema é que temos muitos pseudo engenheiros que acham que é fácil fazer algo, por que não liga na peugeot e critica? Ou sugere melhorar, não quero causar discórdia, mas o assunto consumo enche o saco por depende de vários fatores.

 

 

Assino embaixo! Tem tanto fatores envolvidos no resultado de consumo de um automóvel, não apenas o THP!!! Tá enchendo o saco este papo de THP beberrão!!!

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vcs já viram o consumo dos motores diesel vendidos nos EUA e Europa? Consumo de carro brasileiro é uma piada, não duvido q o governo obrigue as montadoras a reduzir a autonomia dos veículos pra ganhar mais nos impostos sobre o combustível.

 

Mas já pagamos TANTO imposto e taxa em cima de tudo q não faz sentido reclamar por uns poucos km/l. Acabei de comprar um carro 2.0 e devo estar fazendo 5 km/l na gasolina - dirigindo pra me divertir tbm. Se quiser economia é melhor sair logo do país e ir morar num lugar onde não roubem 50% do seu salário todo mês....

  • Upvote 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assino embaixo! Tem tanto fatores envolvidos no resultado de consumo de um automóvel, não apenas o THP!!! Tá enchendo o saco este papo de THP beberrão!!!

 

Assino embaixo também . O conceito downsize é baixo consumo com muita eficiência. Logo se conclui que a média vai ter um grande impacto de acordo com o motorista. É o tipo de discussão que não tem fim , ainda mais quando começa 'ah conheço alguém que falou.... Um amigo me falou.... O primo do meu tio...... Minha amante comentou...'

Eu acho o THP muito econômico pro que ele se propõe.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vcs já viram o consumo dos motores diesel vendidos nos EUA e Europa? Consumo de carro brasileiro é uma piada, não duvido q o governo obrigue as montadoras a reduzir a autonomia dos veículos pra ganhar mais nos impostos sobre o combustível.

 

Interessante esta sua suspeita.

 

De recente na Alemanha surgiu o conceito de "obsolescência programada", em pratica descobriram que alguns produtos são fabricados com o objetivo de durar pouco.

A universidade de Aalen fez uma pesquisa nos eletrodomésticos (e estamos falando da ALEMANHA!!!) descobrindo que os mesmos são programados para quebrar pouco depois do fim da garantia obrigando o cliente em comprar um novo.

 

Ja os produtores responderam que isso é um acordo tácito com os consumidores, que preferem pagar 100 euro por um ferro de passar roupa e trocar depois de alguns anos, do que pagar 1000 euro e ficar com ele a vida toda.

O assunto chegou até os smartphones citando os SW que, quando atualizados, obrigam o cliente em comprar um novo aparelho (veja iOS 8).

 

Para não ficar off-topic, me pergunto se no setor automotivo acontece a mesma coisa.

Tenho certeza que as pastilhas de freio dos Hyundai (que duram 1/3 respeito a Peugeot) são feitas exatamente para o cliente trocar antes e com mais freqüência.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha só, vou botar meu dedelho...

 

Eu sou um felizardo proprietário de um THP, e só trocá-lo-ei por um Peugeozão 3008 ou outro 408 mais novo. Mas confesso que no começo me decepcionei, não por conta se o carro bebe muito, mas por conta de erro de interpretação, pois ví muitos relatos miraculosos no fórum.

Como já mencionado, e eu não me atentei para isso, vai ser diferente o consumo de um carro que anda somente em Brasília e outro que trafegue em Ouro Preto. Hoje eu entendo que é lógico que o de Brasília vai ter uma autonomia maior por tanque.

 

Minha cidade é pequena e não tem trânsito, mas é um para e anda em cada esquina que não tem jeito...

 

Resumindo, vou usar a frase que um vendedor usou uma vez comigo: "aprecie o conjunto da obra"

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Off topic

 

Gianluca,

 

O Japão já pratica isso há muito tempo também.

Consumismo puro....bens "duráveis"e "não duráveis"

 

Inclui-se aí os automóveis....

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gianluca e Arsturbo, com a diferença q aqui não é apenas a obsolescência q é programada. No caso dos carros o consumo já é pior por padrão - qualquer motor flex já é uns 10% mais gastão do q o normal, e com o governo impedindo diesel, acredito mesmo q seja uma instrução do governo pra obrigar o povo a gastar mais em combustível e lucrar nos impostos.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Aquele foi um teste, para ver onde o carro chega se conduzido "geriatricamente".

Mas honestamente, nao tenho nenhuma intenção ou vontade de manter esta media.

Nao comprei um carro turbo para gastar a gasolina de um 1.0, quero que o carro ande e queime toda a gasolina que precisar.

Alias aquele teste foi com aditivada, com Podium deve melhorar mais um pouco.

 

Perfeito!!! É exatamente a minha visão do meu THP!!!

 

Vcs já viram o consumo dos motores diesel vendidos nos EUA e Europa? Consumo de carro brasileiro é uma piada, não duvido q o governo obrigue as montadoras a reduzir a autonomia dos veículos pra ganhar mais nos impostos sobre o combustível.

 

Mas já pagamos TANTO imposto e taxa em cima de tudo q não faz sentido reclamar por uns poucos km/l. Acabei de comprar um carro 2.0 e devo estar fazendo 5 km/l na gasolina - dirigindo pra me divertir tbm. Se quiser economia é melhor sair logo do país e ir morar num lugar onde não roubem 50% do seu salário todo mês....

 

Exatamente! Tem que haver prazer e diversão em dirigir um carro desta categoria!

 

Off-topic: também concordo a opção "emigração"! hahaha!

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fora que a nossa gasolina é um lixo. Se tivéssemos a mesma que vendem na Europa, um carro 1.0 faria 45km/l

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fora que a nossa gasolina é um lixo. Se tivéssemos a mesma que vendem na Europa, um carro 1.0 faria 45km/l

 

Nossa... "um lixo"?

Pegue o conteúdo da lixeira e coloque no tanque para ver se o seu carro anda.

 

A octanagem è pouco abaixo da gasolina europeia, é verdade, mas o preço aqui è a metade!

É o europeu que reclama por pagar um absurdo a gasolina lá!

E a gasolina brasileira, por ter etanol, è mais limpa do que a europeia.

 

A tecnologia das refinarias brasileiras não deve nada às refinarias européias ou americanas.

 

 

Sent from iPhone

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nossa... "um lixo"? Pegue o conteúdo da lixeira e coloque no tanque para ver se o seu carro anda. A octanagem è pouco abaixo da gasolina europeia, é verdade, mas o preço aqui è a metade! É o europeu que reclama por pagar um absurdo a gasolina lá! E a gasolina brasileira, por ter etanol, è mais limpa do que a europeia. A tecnologia das refinarias brasileiras não deve nada às refinarias européias ou americanas. Sent from iPhone

Lixo sim.

 

Há estudos mostrando que gasolina com mais de 10% de etanol na sua concentração é prejudicial ao veículo, tanto é que nos EUA, o antidetonante foi substituído por 10% de etanol e esse é o limite máximo. Sim, por lá também tem a E85%, mas apenas veículos específicos rodam com esse combustível.

 

E pelo amor de Deus, dizer que Europeu reclama do preço da gasolina!!??? Compara o salário mínimo deles com o nosso!!! Salário mínimo na Alemanha é R$4.600,00.

Aliás, nós pagamos mais caro até no leite, com a diferença que lá é leite puro dos alpes, e aqui leite estragado com soda cáustica, formol, água oxigenada...

Edited by Lucca79
  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pronto, voltei aos peugeot. 308 1.6 allure 2013 :D

Depois de vários TD achei o meu :P

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Peugeot pode importar novo 308 para o Brasil
CEO mundial do grupo PSA diz que hatch poderia conviver com o modelo atual
Por Vitor Matsubara, de Paris (França) | 03/10/2014
649_peugeot_01.jpeg

Lançado há dois anos no Brasil, o Peugeot 308 pode ganhar um concorrente de peso dentro de sua própria casa. Isso porque a marca está cogitando a possibilidade de trazer o novo 308 diretamente da Europa.

O modelo foi apresentado ao Velho Continente no último Salão de Frankfurt, realizado em 2013, e é completamente diferente de seu xará feito na Argentina e vendido no Brasil. A semelhança no batismo, aliás, seria preservada por aqui: a Peugeot acredita que o novo 308 pode conviver com o 308 atual, já que o modelo mais novo seria voltado a um público “mais exigente” e que “pode pagar mais”, nas palavras do CEO mundial da PSA, Carlos Tavares.

Tavares, aliás, concedeu uma longa entrevista a alguns veículos de comunicação brasileiros ao lado do também português Carlos Gomes, presidente da PSA Brasil e América Latina. Entre vários assuntos delicados, ele falou sobre providências da empresa para tentar se desvencilhar da crise que ainda a assola no mundo todo e a reputação pós-venda das marcas Citroën e Peugeot no Brasil. De quebra, ainda revelou o prazo para que o grupo volte a lucrar na América Latina.

Após quase decretar falência, a PSA vem tentando se reestruturar no mundo inteiro. Diante de um cenário ainda pouco favorável, qual é a expectativa do senhor em relação à situação da PSA, especificamente na América Latina?
Carlos Tavares: obviamente esperamos que a situação melhore. Estamos tocando um plano de reconstrução da PSA no mundo todo, sendo que na América Latina ele é liderado pelo Carlos Gomes. Não vou mentir para vocês: estamos enfrentando algumas dificuldades neste momento. Mesmo assim, espero que os países da América Latina não só se recuperem como voltem a apresentar índices de confiabilidade mais favoráveis junto a seus clientes.

O que a PSA precisa fazer para melhorar sua reputação e conquistar novos clientes?
CT: Precisamos valorizar os produtos que ofereceremos atualmente, e isso só acontecerá se conseguirmos comunicar de maneira eficiente aos nossos clientes atuais e potenciais as qualidades dos nossos produtos. Além disso, precisamos realizar constantes melhorias em nossos modelos e ainda tentar aumentar o índice de nacionalização das peças, pois só assim poderemos reduzir a dependência de importação dos componentes. Somente assim nossos veículos ficarão menos vulneráveis às variações nas taxas de câmbio, melhorando nossa rentabilidade.

Até hoje algumas pessoas torcem o nariz quando ouvem falar de Citroën e Peugeot, sendo que um dos problemas mais apontados é a deficiência no serviço de pós-venda. O que pode ser feito para reverter esta situação?
Carlos Gomes: Para falar sobre isso precisamos entender o que aconteceu com nossas marcas no Brasil. De fato tivemos alguns problemas na construção de nossa imagem de pós-venda em alguns estados. Mas isso já não acontece mais como antes. Há alguns anos começamos a investir muito na melhoria de nossos serviços de pós-venda, e um dos fatores que comprovam isso é a evolução de nossos produtos no índice de custo de reparabilidade. Antes tínhamos uma má classificação, e hoje isso não acontece mais. Estamos investindo também na ampliação de nossa rede de concessionárias, além de intensificar os treinamentos de nossos colaboradores visando a melhoria dos serviços oferecidos. Mas ainda estamos trabalhando para evoluir mais. Queremos estar entre os melhores, e para isso precisamos acompanhar a evolução do setor e o nível de exigência do consumidor, que é cada vez maior.

Há alguns anos a indústria automobilística via o Brasil como um mercado emergente, ao lado de nações como China e Índia. Se estes dois países hoje se firmaram como mercados fundamentais para os fabricantes, o Brasil também seguiu este caminho?
CT: Sim. O mercado brasileiro não é mais visto como emergente, principalmente no que diz respeito a tecnologia. Ele é avançado e exigente como qualquer outro país, e é por isso que os produtos precisam entregar um nível de tecnologia idêntico ao mercado chinês ou mesmo o europeu. Só que para tanto precisamos que o governo brasileiro nos ofereça uma estabilidade e uma situação financeira que nos dê segurança para tomar as decisões. Se este cenário não acontecer, vamos encontrar problemas para investir no Brasil.

O mau momento vivido pela indústria automobilística brasileira fez a PSA paralisar os planos de investimentos no Brasil?
CG: Não. Uma grande parte destes investimentos já foi aplicada no lançamento de novos produtos, sejam os importados, como o novo 3008, ou os nacionais, como o 2008, que será produzido no Brasil a partir de 2015. Outra grande parte deste investimento será destinada à ampliação da capacidade produtiva da planta de Porto Real (RJ).

Já faz alguns anos que a Peugeot abandonou o segmento de carros populares com motor 1.0. A reestruturação seria uma boa oportunidade para retornar a esta categoria?
CG: Se antes da crise já era difícil lucrar com veículos populares, agora acredito que nenhuma montadora consiga lucrar o suficiente vendendo automóveis do segmento A. Por isso, creio que nossa presença nesta categoria não seja mais tão pertinente, já que o retorno é muito baixo, abrindo uma oportunidade para vendermos carros mais requintados.

Há alguma chance de o novo 308 vendido na Europa ser comercializado no Brasil?
CG: Estamos estudando a possibilidade de importar o novo 308 para a América Latina. Mas isso não significa que o atual 308 deixaria de ser vendido. Os modelos viveriam em harmonia, talvez com o 308 europeu numa posição mais "Premium". Uma das lições que aprendemos nestes 15 anos de Brasil é que existem muitos consumidores procurando um produto mais requintado , e dispostos a pagar mais por isso. São para estes clientes que ofereceríamos o modelo europeu, apesar de encarar um desafio tão grande como o de vender dois produtos com um mesmo nome.

Existe alguma previsão de quando o grupo PSA voltará a lucrar na América Latina?
CT: O compromisso firmado com o (Carlos) Gomes é que até 2017 a região da América Latina volte a lucrar. A PSA aprendeu de uma maneira muito dura que depender de uma única região - no caso a Europa - é uma decisão equivocada, tanto é que a crise que assolou o continente quase fez a PSA deixar de existir. Com isso vimos que a empresa precisava virar uma montadora global em vez de apostar em um único continente. Hoje temos uma estrutura montada na China, onde temos mais de 700 mil unidades vendidas no maior mercado do mundo. Passamos a ser uma montadora mundial, e justamente por isso precisamos fortalecer nossas bases em várias localidades, inclusive na América Latina. Estamos nesta região para ficar, tanto é que temos um compromisso forte com nossos clientes em todos os países. Especialmente no Brasil.

Fonte: Quatro Rodas

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O novo 308 viria na faixa do preço do Golf Highline e do Focus Titanium... Estava na cara....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem que vir o novo 308 urgente!! Assim estudarei a possibilidade da troca...

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu carro está com quase 200 cv e faz 7km/l no trânsito de SP. Acho muito econômico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

que saco essa conversa de beber muito. Arrumem outro argumento, cada carro tem sua caracteristica e 90% das pessoas que conheço nao compra carro pensando em economia de combustivel. Quer economizar o que? 5, 10 pila por tanque? Pff

comprem um prius então e vao ser felizes

  • Downvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hummmm... Eles estão estudando... Sei não, essa morosidade mata. Isso já era pra ter sido decidido desde o ano passado, mas vou ficar na torcida. Concorrente de peso pro novo golf.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também acho, se fosse para vir o novo 308 estaria no Salão do Automóvel como lançamento para 2015.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estudarão por 3 anos. Lançarão o carro aqui como desova perto da chegada de um facelift lá fora.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estudarão por 3 anos. Lançarão o carro aqui como desova perto da chegada de um facelift lá fora.

 

Concordo!

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estudarão por 3 anos. Lançarão o carro aqui como desova perto da chegada de um facelift lá fora.

É incrível a morosidade da PSA em lançar novos produtos aqui no Brasil.

Ficaram mais de 2 anos testando o 308, teve até face-lift na Europa no período e quando lançaram, o carro veio com inúmeros relatos de barulhos. O 2008 está indo no mesmo caminho. O timing para o lançamento do 2008 já está passando, daqui pouco a Honda lança o Vezel e não sobra pra mais ninguém. A mesma coisa está ocorrendo com o novo 308.

 

PSA tem que aprender com a Toyota, Honda e VW; lançaram Corolla, Civic e Golf VII sem ficar nessa lenga-lenga de testar por muito tempo, parece que quanto mais a PSA testa seus produtos antes do lançamento, com mais barulhos e problemas eles virão.

Edited by Lucca79
  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não gostei da solução que aventaram: manter ambos os modelos à venda.

Tá parecendo a Hyundai com a Tucson e a ix35...

 

Lamentável na minha opinião.

 

 

T+

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se for pra lançarem com preços acima dos praticados no mercado europeu, evidenciando o lucro-brasil a exemplo do que tentam fazer com o RCZ e o 308 CC (lá carros de 25 a 30 mil euros), melhor nem trazer.

Se seguir a fórmula do 3008 será bem-vindo.

Porém se fossem trazer a preço justo é claro que iriam tirar o 308 atualmente vendido aqui de linha, pois a segunda geração do 308 chegou na Europa custando até menos que a primeira e parte lá de menos do equivalente a 50 mil reais, o que mal paga um 208 allure aqui.

Podiam trazer o 308 II active europeu pra brigar aqui na casa dos 54k, ele já vem com tudo que interessa.

Edited by RL Neto
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peugeot 308 THP Roland Garros – 250 unidades com preço de R$ 79.990

 

700x451xpeugeot-308-thp-roland-garros-20

 

A Peugeot está reeditando a edição especial Roland Garros para o 308, desta vez baseando a série limitada na versão topo de linha Griffe THP. O Peugeot 308 THP Roland Garros tem detalhes exclusivos, como os faróis de máscara negra e rodas diamantadas exclusivas de 17 polegadas.

O modelo tem o monograma da versão nas portas dianteiras e o logotipo oficial do campeonato de tênis bordado no encosto dos assentos. Os bancos em couro tem cor cinza claro, os carpetes bordados tem identificação visual do torneio e os retrovisores externos tem capa cromada.
700x483xpeugeot-308-thp-roland-garros-20
Dentre os equipamentos de série, o Peugeot 308 THP Roland Garros tem luzes diurnas em LEDs, faróis de neblina e o teto panorâmico de vidro, volante esportivo revestido em couro e ar-condicionado automático digital Bi-zone. O modelo também tem sistema de navegação WIP Nav.
Na parte da segurança o hatch médio oferece seis airbags, controles eletrônicos de tração (ASR) e estabilidade (ESP) de última geração, e sistema de frenagem anti-travamento (ABS) com repartidor eletrônico de frenagem (REF) e auxílio a frenagem de emergência (AFU).
700x464xpeugeot-308-thp-roland-garros-20

 

A série especial Roland Garros é oferecida somente na cor branco nacré (perolizada) ao preço de R$ 79.990,00.

 

Fonte: http://www.noticiasautomotivas.com.br/peugeot-308-thp-roland-garros-250-unidades-com-preco-de-r-79-990/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peugeot 308 THP Roland Garros – 250 unidades com preço de R$ 79.990

Resumindo, pagar 80mil só por perfumarias, visto que encontra-se o 308 THP normal com bons descontos.

 

Podiam ter colocado faróis xenon direcionais, talvez um simples farol elíptico projetor, visto que melhora muito a iluminação e segurança noturna, outro item que podiam ter colocado era o banco elétrico que equipava o 408. Enfim, o carro já é bem completo, mas poderia ser melhorado com esses simples upgrades, pois são peças que a PSA já tem disponível.

 

Ademais, gostei das rodas e achei de gosto duvidoso as capas cromadas dos retrovisores.

Edited by Lucca79

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, procurei em mil lugares e não achei a informação. Os milhas/neblina/faróis auxiliares do 308 tem a lente acrílica ou de vidro? Da pra colocar xenom de Buenas?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, procurei em mil lugares e não achei a informação. Os milhas/neblina/faróis auxiliares do 308 tem a lente acrílica ou de vidro? Da pra colocar xenom de Buenas?

A lente é acrilica, no milha da pra por de boa, eu coloquei 4300k, no farol ja é mais chato por causa do copinho, vc tem que por uma lampada H7 curta senão não da.

Uma solução é por uma "arruela" só para a lampada nao bater no copinho do farol. Não arranque o copinho por nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas não tem perigo de esquentar e queimar o milha por ele ser acrílico?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas não tem perigo de esquentar e queimar o milha por ele ser acrílico?

E uso ja faz um bom tempo e nunca tive problemas... em outros carro que tive que tb eram de acrilico nunca deu problema.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos ver se alguém já passou por isso... O 308 da minha namorada acabou de sair da revisão de 20.000 km e agora está fazendo um barulho de lata batendo (aparentemente vem das rodas dianteiras quando passar em asfalto irregular).

Css aqui lotada até semana que vem pra resolver isso >.<

Alguém tem ideia do que seja?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos ver se alguém já passou por isso... O 308 da minha namorada acabou de sair da revisão de 20.000 km e agora está fazendo um barulho de lata batendo (aparentemente vem das rodas dianteiras quando passar em asfalto irregular).

Css aqui lotada até semana que vem pra resolver isso >.<

Alguém tem ideia do que seja?

Não é um toc toc que vem das portas traseiras?

Experimenta abrir e fechar as portas devagar pra ver se faz o barulho, parece que é algo na fechadura!

Estava com um barulho bem irritante mas foi 100% resolvido na concessionária.

Share this post


Link to post
Share on other sites

o meu agora com 8k rodados esta voltando a bater bastante....com 3 k levei para trocar a boia e aproveitei para resolver as portas e porta malas...o carro bate seco, acho que o acabamento nao aguenta e solta....sei la, mas haja paciencia ficar se preocupando com barulhos....bom agora ta bem ruim de novo. ...agora em novembro tem 1 revisao...kkkk...provavelmente vao arrumar daquele jeito e voltara tudo de novo.....enfim unica restrição que tenho contra o carro e isso...o resto so alegria...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

...

Edited by AZT226

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×