Jump to content
Sign in to follow this  
Camillo

Alteração Das Características Originais

Recommended Posts

Bom galera, eu sempre recebo um monte de perguntas sobre "como você se vira quando o policial te para e o carro está com nitro" ou similares.

 

Fiquei curioso, então, sobre o que exatamente é "Alterar a característica original do veículo".

Fui mais a fundo e também fui atrás sobre essa alegação de que a seguradora não é obrigada a pagar caso o carro esteja rebaixado.

Descobri coisas interessantes...aí vai:

 

-Carro Rebaixado: Em diversos julgados, o que eu percebi é que a SEGURADORA tem que DEMONSTRAR O NEXO CAUSAL ENTRE O REBAIXAMENTO E O ACIDENTE. O que isso significa? Que pra se furtar de pagar o prêmio, a seguradora tem que comprovar que a alteração nas molas DEU CAUSA ao acidente, ou pelo menos o agravou. Quem tem que provar que o acidente se deu por causa das molas é a SEGURADORA, e não o contrário. Segue:

 

- Ação julgada improcedente. Alteração das características do veículo (rebaixamento da suspensão). Indenização securitária negada. Agravamento do risco de sinistro não demonstrado. Nexo causai entre o acidente e a modificação realizada não reconhecido. Obrigação de indenizar afastada. Inadmissibilidade. Sentença reformada. Não provado que o rebaixamento da suspensão aumentou o risco de sinistro, ou ainda, que a alteração teria contribuído para o acidente, não pode a demandada furtar-se à sua responsabilidade RECURSO PROVIDO. .

 

INDENIZAÇÃO - SEGURO FACULTATIVO DE VEÍCULO AGRAVAMENTO INTENCIONAL DO RISCO - ALTERAÇÃO NO AUTO SEGURADO (REBAIXAMENTO) - AUSÊNCIA DE INFORMAÇÕES AO SEGURADOR - EXCLUDENTE DE INDENIZAÇÃO - AUSENTE PROVA DE MÁ-FÉ E AGRAVAMENTO INTENCIONAL DO RISCO PELO SEGURADO - INDENIZAÇÃO DEVIDA - RECURSO IMPROVIDO

 

- Na dicção do artigo 768 da lei substantiva somente o porte intencional do segurado, de modo a aumentar a probabilidade de sinistro, agravando demasiadamente o risco coberto, tem o condão de excluir da responsabilidade da seguradora.

 

 

COBRANÇA - SEGURO - VEÍCULO - PRESCRIÇAO ÂNUA - INOCORRÊNCIA - DESCARACTERIZAÇÃO DO AUTOMÓVEL - VISTORIA NÃO REALIZADA - ÔNUS DA SEGURADORA - INDENIZAÇÃO - DIREITO - SALVADO - PERDA TOTAL - DEVOLUÇÃO.

 

- A prescrição ânua conta-se da data em que o segurado toma ciência do fato que o autoriza a cobrar da seguradora a indenização contratada e se interrompe, quando diligente o segurado, com a entrega do aviso de sinistro antes de escoado o período de um ano, voltando a correr, pelo prazo remanescente, a partir da resposta da seguradora.

 

- Não comprovada a culpa ou o dolo na ocorrência do sinistro, nem verificado o agravamento do risco pelo segurado, incabível a exclusão da responsabilidade contratual quanto aos danos sofridos pelo veículo, não comprovando a seguradora a realização de vistoria quando da renovação do contrato, o que comprovaria a alteração nas características originais do veículo.

 

- Em se tratando de perda total do veículo, a devolução do salvado e do documento da sua transferência é conseqüência lógica do pagamento do seguro.

 

 

CIVIL. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. SEGURO DE VEÍCULO. VIGÊNCIA DA PROPOSTA. SINISTRO OCORRIDO COM VEÍCULO REBAIXADO. SITUAÇÃO PRÉ-EXISTENTE. RECUSA EM INDENIZAR. IMPOSSIBILIDADE. - HAVENDO A CONTRATAÇÃO DO SEGURO, ADMITIDA A PROPOSTA POR PARTE DO SEGURADO, MEDIANTE O PAGAMENTO DO RESPECTIVO PRÊMIO E COM A REALIZAÇÃO DA VISTORIA DO BEM SEGURADO, DESDE QUE OCORRA O SINISTRO TEM A SEGURADORA O DEVER DE INDENIZAR NA HIPÓTESE DE ROUBO - CLÁUSULA DE PREVISÃO - SENDO DESCABIDA A ALEGAÇÃO DE ENCONTRAR-SE O VEÍCULO "REBAIXADO" - UMA SITUAÇÃO PRÉ-EXISTENTE - ANTES, POIS, DE SER FORMALIZADO O CONTRATO, A TORNAR O AJUSTE OBRIGATÓRIO. AS CLÁUSULAS DE ÍNDOLE POTESTATIVA, QUE DEIXAM AO ALVEDRIO DO FORNECEDOR A OPÇÃO DE CANCELAR O CONTRATO, DANDO-

 

 

Resolvi, por bem, vir informar a galera.

 

Informo, ainda, que tendo em vista esses abusos cometidos por seguradoras e afins que metem MEDO no pessoal que quer modificar os carros, dentro em breve vou inaugurar em alguma das areas aqui do forum um COMPÊNDIO de argumentos, jurisprudência e legislação acerca destas duvidas que todos nós enfrentamos.

 

Preciso apenas realizar uma pesquisa mais profunda.

 

Anyway, fica aí a pré-dica pra quem estiver nessa situação.

 

 

EM BREVE MAIS NOVIDADES!!

  • Upvote 3
  • Downvote 16

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembro também que quem tem que comprovar esse NEXO CAUSAL na maioria das vezes é a SEGURADORA, dada a relação de consumo entre as partes.

 

Também é interessante falar sobre a questão da polícia mandar arrancar a película muito escura, que precisa de um "teste" que consiga mensurar a transparência do filme (agora não lembro o nome do teste).

 

Camillo, se precisar de ajuda, me grita!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Po cara, parabens pela iniciativa!

Muito legal ter uma pessoa com conhecimento na area que disponha seu tempo livre a pesquisar e informar a galera aqui do CP

 

Show de bola e fico no aguardo de novidades!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sempre tive essa dúvida, pois EMHO somente a justificativa de que : Está rebaixado, não vamos pagar o prêmio, é muito vaga pois não necessariamente essa alteração foi o que causou o acidente.

 

Bem legal a iniciativa Camillo, pelo jeito o pessoal que tinha medo de rebaixar o carro apenas por conta do seguro vai ficar um pouco mais tranquilo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Perdoem meu juridiquês... mas se entendi bem, você até pode ter o prêmio pago pela seguradora mesmo com o carro rebaixado, contanto que no ato da contratação do seguro, a seguradora tem que passar a vistoria no carro com ele rebaixado e o mesmo ser aprovado para a apólice.

Ta certo ou viajei?

 

HAVENDO A CONTRATAÇÃO DO SEGURO, ADMITIDA A PROPOSTA POR PARTE DO SEGURADO, MEDIANTE O PAGAMENTO DO RESPECTIVO PRÊMIO E COM A REALIZAÇÃO DA VISTORIA DO BEM SEGURADO

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito boa a iniciativa.

 

Sempre achei errado essa história de 'se o carro ta rebaixado não vamos pagar'

 

Se te batem na traseira ou na lateral, o fato de estar rebaixado muda alguma coisa? Claro que não!

É só historinha pra não perderem dinheiro

Share this post


Link to post
Share on other sites

mandou bem....parabens cara.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Perdoem meu juridiquês... mas se entendi bem, você até pode ter o prêmio pago pela seguradora mesmo com o carro rebaixado, contanto que no ato da contratação do seguro, a seguradora tem que passar a vistoria no carro com ele rebaixado e o mesmo ser aprovado para a apólice.

Ta certo ou viajei?

Exatamente.

A seguradora pode até se negar em fechar o negócio antes da contratação alegando a alteração do veículo. É um direito que lhe assiste. O que não pode, como já foi ressaltado é ela aceitar a apólice e depois não querer pagar. Ainda que você rebaixe depois, ela deve provar o que chamam de nexo de causalidade entre a alteração e o sinistro para poder se esquivar de pagar a apólice.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Exatamente.

A seguradora pode até se negar em fechar o negócio antes da contratação alegando a alteração do veículo. É um direito que lhe assiste. O que não pode, como já foi ressaltado é ela aceitar a apólice e depois não querer pagar. Ainda que você rebaixe depois, ela deve provar o que chamam de nexo de causalidade entre a alteração e o sinistro para poder se esquivar de pagar a apólice.

É aí que a porca torce o rabo. O problema é justamente o carro JÁ estar rebaixado e sem seguro, nenhuma seguradora aceita (salvo engano, só essas cooperativas - que não são reconhecidas pela SUSEP - aceitam). E se, com o carro original, for feito o seguro pra depois o dono rebaixar, as seguradoras alegam algo como "mudou a característica do veículo sem avisar a seguradora, então mudou o objeto segurado, logo seu carro está sem seguro".

 

 

Comofas/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Camillão,

 

Aproveitando vossa sapiência e pré-disposição a prestar inequivoco serviço de consultoria jurídica na área automotiva, além dos julgados citados, meu pedido é de que o nobre colega forense cite aqui os termos da lei onde cada caso se encaixa e nos forneça mais subsídios para contra argumentarmos no caso de sermos interpolados por agentes da lei questionando-nos das modificações que com tanto afinco e dispensa de dinheiro e tempo nos orgulhamos de ostentar desfilando-os em vias públicas.

 

Visssshhhhh... esse negócio pega...

 

ABS

Edited by FrEaK@ZoiD.'.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostei do topic. muito informativo.

parabens!!

 

estarei acompanhando..

e como estudante de direito, se puder ajudar, farei.

 

abracos!

Share this post


Link to post
Share on other sites

vamos ver aonde isso chega..

 

acompanhando..

Share this post


Link to post
Share on other sites

A seguradora tem que comprovar o nexo causal sim para recusar a indenização, a jurisprudência que colocou acima já traz a reposta, seria interessante dar uma olhada na doutrina também para verificar se há algo sobre o assunto.

Como o segurado fica tutelado pelo CDC (Código de Defesa do Consumidor) o ônus da prova caberá à seguradora, caso ela se recuse a indenizar.

Nunca patrocinei nenhuma causa sobre seguros, mas creio que é perfeitamente possível ser indenizado após ingressar com uma ação no caso de recusa pelo carro estar rebaixado, desde que, a suspensão rebaixada não tenha nexo causal com o acidente.

Agora, na prática a seguradoras raramente vão pagar isso sem uma ação, então o segurado pode ficar sem carro por um bom tempo em caso de sinistro.

Creio que a orientação para não indenizar carros com alterações de características venha da SUSEP, orgão que regulamenta os seguros no Brasil.

Conheço amigos que optaram pelas cooperativas de seguros que não levam isso em consideração, mas não sei é melhor opção, até porque as cooperativas não são consideradas realmente seguradoras e não reconhecidas/fiscalizadas pela SUSEP.

O DECRETO-LEI Nº 73, DE 21 DE NOVEMBRO DE 1966 - Dispõe Sobre o Sistema Nacional de Seguros Privados, mas não tem nada específico.

Bem, vou acompanhar o tópico no que puder ajudar ficarei a disposição.

Abçs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ai sim heim!!!

 

Curti o topico!!! vou acompanhar!!!

 

Parabens pela iniciativa, realmente era um duvida que assombrava a galera!!!! Mas ai, isso vale também para carros onde o aro da roda e maior que o original, que uma vez ouvi uma historia que a seguradora não "paga" o seguro caso tenha alterado as caracteristicas originais do carro se tratando de rodas com aro 2 polegadas a mais do original, carro com aro 14 vai para 17´, e verdade essa historia?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ai sim heim!!!

 

Curti o topico!!! vou acompanhar!!!

 

Parabens pela iniciativa, realmente era um duvida que assombrava a galera!!!! Mas ai, isso vale também para carros onde o aro da roda e maior que o original, que uma vez ouvi uma historia que a seguradora não "paga" o seguro caso tenha alterado as caracteristicas originais do carro se tratando de rodas com aro 2 polegadas a mais do original, carro com aro 14 vai para 17´, e verdade essa historia?

Se o diâmetro TOTAL do conjunto (roda + pneu) for igual, a seguradora não pode dar um pio, porque é isso que a Resolução 292/08 do Contran fala: o diâmetro TOTAL do conjunto tem que permanecer o mesmo. Ou seja, indo de um conjunto de roda 14" com pneus 185/65 R14 pra uma roda 17" com pneus 205/40 ZR17, o diâmetro fica exatamente igual (na verdade, 0,3 mm menor), então nem polícia nem seguradora podem falar um "a" que seja.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa Camillo!!!!

 

Isso muito me interessa! Muuuuito mesmo!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se o diâmetro TOTAL do conjunto (roda + pneu) for igual, a seguradora não pode dar um pio, porque é isso que a Resolução 292/08 do Contran fala: o diâmetro TOTAL do conjunto tem que permanecer o mesmo. Ou seja, indo de um conjunto de roda 14" com pneus 185/65 R14 pra uma roda 17" com pneus 205/40 ZR17, o diâmetro fica exatamente igual (na verdade, 0,3 mm menor), então nem polícia nem seguradora podem falar um "a" que seja.

mato a pau hein!!!! ^_^

Share this post


Link to post
Share on other sites
mato a pau hein!!!! :D

Hehe valeu.

 

 

Eu sei disso pq o meu carro tinha as 14" originais, e resolvi mudar pras 17" mantendo o diâmetro, aí tive o cuidado de escolher o pneu que mantivesse o diâmetro total igual. Tanto é que a seguradora aceitou normalmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E no caso de motor turbinado, como que fica? Existe seguradora que aceita? Quem ae tem carro turbinado, qual a solução de segurança que vcs usam?

Share this post


Link to post
Share on other sites
E no caso de motor turbinado, como que fica? Existe seguradora que aceita? Quem ae tem carro turbinado, qual a solução de segurança que vcs usam?

 

 

Acho que tem que constar essa alteração no documento do veículo. Após o registro no DETRAN, você deve solicitar uma vistoria da seguradora, para incluir e formalizar essa alteração na apólice

Edited by skaz1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns pelo tópico, creio que será de grande ajuda a todos nós.

 

+1 acompanhando.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Parabéns pelo tópico, creio que será de grande ajuda a todos nós.

 

+1 acompanhando.

+1

 

e se antes da contrataçao do seguro, eu pintar as molas esportivas de preto

como eu vi que ja fizeram isso aqui no CP e dizer que é original?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sei que tem muita gente na expectativa, mas CALMA.

Isso é um trabalho que irá me tomar algum tempo que eu, pelos proximos dias, não disponho.

 

Mas ja tenho material e fontes para buscar!

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

esse tópico tinha que estar fixo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
esse tópico tinha que estar fixo.

[2]

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom o tópico. Parabéns

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest heitorhaddad

belo topico Camillo

 

mas ai entra a questão seguinte: se eu tenho meu carro rebaixado e regularizado perante o INMETRO fica definido que as alterações na suspensão não atrapalharão dirigibilidade, frenagem, etc e tal... o que, teoricamente, teria que 'obrigar' o seguro a pagar a idenização cabível.

 

porém se o carro estiver rebaixado sem estar regularizado o seguro pode se negar a pagar alegando que o veículo estava, por lei, impedido de transitar em vias públicas

 

Estou certo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
esse tópico tinha que estar fixo.

Não seja por isso!

 

Fixado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se o diâmetro TOTAL do conjunto (roda + pneu) for igual, a seguradora não pode dar um pio, porque é isso que a Resolução 292/08 do Contran fala: o diâmetro TOTAL do conjunto tem que permanecer o mesmo. Ou seja, indo de um conjunto de roda 14" com pneus 185/65 R14 pra uma roda 17" com pneus 205/40 ZR17, o diâmetro fica exatamente igual (na verdade, 0,3 mm menor), então nem polícia nem seguradora podem falar um "a" que seja.

 

Puts...sem querer tenho exatamente isso no meu 206...tinhas as 14" e coloquei as 17" com pneus nessa medida...ufa!!! Essa eu passei hehehehe...

 

belo topico Camillo

 

mas ai entra a questão seguinte: se eu tenho meu carro rebaixado e regularizado perante o INMETRO fica definido que as alterações na suspensão não atrapalharão dirigibilidade, frenagem, etc e tal... o que, teoricamente, teria que 'obrigar' o seguro a pagar a idenização cabível.

 

porém se o carro estiver rebaixado sem estar regularizado o seguro pode se negar a pagar alegando que o veículo estava, por lei, impedido de transitar em vias públicas

 

Estou certo?

 

Agora isso eu tambem tenho duvida...pra mim fazer seguro e eles "aceitarem" o meu rebaixamento e xenon tenho que legalizar???

  • Downvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora isso eu tambem tenho duvida...pra mim fazer seguro e eles "aceitarem" o meu rebaixamento e xenon tenho que legalizar???

Na verdade eu diria que é o contrário, tem que estar legalizado pra eles aceitarem. Agora, nunca vi UMA seguradora aceitar carro rebaixado livremente, mesmo com a documentação toda regular.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tipo, to querendo trocar minhas rodas 14 pra 17 ou 16...

Se eu nao avisar a seguradora e ocorrer um acidente eles podem querer nao cobrir meu prejuízo?

Eu tenho q avisar a eles que estou trocando a roda mesmo o diametro continuando o mesmo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara parabéns pelo tópico...

 

você é um genio...

 

vou divulgar isso na minha cidade... acho que ninguém aqui sabe disso...

 

pergunta, você procurou essas decisões no Tribunal de qual estado?

Share this post


Link to post
Share on other sites

esperando respostas Camillísticas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera, estou mega ocupado, mas aí vao algumas considerações sobre:

 

- A seguradora só se desobriga de pagar o premio se FOR COMPROVADO QUE A ALTERAÇÃO INFLUENCIOU NO SINISTRO. Seu carro pode ser turbo, baixo, roda aro 22" e com drogas no porta mala...se tiver estacionado e uma dodge RAM enfiar na sua lateral, o seguro tem que pagar.

 

- Se a seguradora descobre que seu veiculo está modificado, antes do acidente, eles PODEM cancelar seu seguro OU aumentar o preço. O que não podem fazer é constatar que o carro está alterado, NÃO INFORMAR TAL CONSTATACAO NO MOMENTO DO ACEITE DA APOLICE, e depois tentar invoca-la para se eximir de pagar.

 

- Como se trata de relação de consumo, aplica-se a Inversão do Onus da prova. Não é você que tem que comprovar que a modificação não influiu no sinistro, E SIM A SEGURADORA QUE TEM QUE COMPROVAR QUE INFLUIU.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso é um excelente material!

Devia estar fixo!

 

No entanto, é uma pena que as seguradoras já estão mais espertinhas, e estão negando de cara o seguro!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já tá fixo, Andrey.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Já tá fixo, Andrey.

Ahh Duzinfa, eu e meus problemas visuais

dahuihduihauia

Obrigado pela atenção mesmo assim!

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma coisa bastante útil seria definir o que engloba "alteração de característica".

 

Mas o tópico está demais!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Galera, estou mega ocupado, mas aí vao algumas considerações sobre:

 

- A seguradora só se desobriga de pagar o premio se FOR COMPROVADO QUE A ALTERAÇÃO INFLUENCIOU NO SINISTRO. Seu carro pode ser turbo, baixo, roda aro 22" e com drogas no porta mala...se tiver estacionado e uma dodge RAM enfiar na sua lateral, o seguro tem que pagar.

 

- Se a seguradora descobre que seu veiculo está modificado, antes do acidente, eles PODEM cancelar seu seguro OU aumentar o preço. O que não podem fazer é constatar que o carro está alterado, NÃO INFORMAR TAL CONSTATACAO NO MOMENTO DO ACEITE DA APOLICE, e depois tentar invoca-la para se eximir de pagar.

 

- Como se trata de relação de consumo, aplica-se a Inversão do Onus da prova. Não é você que tem que comprovar que a modificação não influiu no sinistro, E SIM A SEGURADORA QUE TEM QUE COMPROVAR QUE INFLUIU.

 

Amigo, ou seja, se eu bater meu carro com o filtro esportivo o seguro pode nao cobrir?

Ixi.

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Amigo, ou seja, se eu bater meu carro com o filtro esportivo o seguro pode nao cobrir?

Ixi.

Abraço!

 

Se eles comprovarem que você bateu por causa do filtro esportivo e se estivesse sem ele não teria batido, sim.

Na pratica? Não. Filtro esportivo eu nunca vi da problema com seguro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se eles comprovarem que você bateu por causa do filtro esportivo e se estivesse sem ele não teria batido, sim.

Na pratica? Não. Filtro esportivo eu nunca vi da problema com seguro.

 

Ufa, então nem preciso chamar eles pra outra vistoria ne?

Brigadão.

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dae galera.

 

Estava lendo o tópico e achei muuuuito interessante.

 

Comigo aconteceu o seguinte:

 

O carro estava com rodas 14" originais, mas com molas esportivas eibach e rebaixado.

Fui fazer o seguro e não passou. Como o antigo dono havia colocado estas molas na concessionária, há um documento da eibach traduzido para o português devidamente assinado e a nota das molas. Enviei toda essa documentação para a seguradora e aleguei que era um opcional de fábrica, que não altera as funções originais do amortecimento. E a seguradora aceitou.

 

A questão é que coloquei aro 17" com pneus 205/40 ZR17, estava com receio de perder o direito ao prêmio da apólice em caso de sinistro. Vi que segundo a resolução do CONTRAN não haveria problema.

 

Eu troquei as rodas do pug e nem me lembrei do seguro, fui lembrar quando quase bati o carro, por três vezes. Agora ando meio inseguro, pensei até um trocá-las por 15" ou 16"...

 

 

Mas alguém já passou por isso e poderia confirmar? Ou verificou se realmente procede desta forma?

Carro rebaixado + rodas 17" com pneus 205/40 ZR17 = problema com blitz e seguradora ou realmente tá tranquilo?

 

Valeu pessoal.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dae galera.

 

Estava lendo o tópico e achei muuuuito interessante.

 

Comigo aconteceu o seguinte:

 

O carro estava com rodas 14" originais, mas com molas esportivas eibach e rebaixado.

Fui fazer o seguro e não passou. Como o antigo dono havia colocado estas molas na concessionária, há um documento da eibach traduzido para o português devidamente assinado e a nota das molas. Enviei toda essa documentação para a seguradora e aleguei que era um opcional de fábrica, que não altera as funções originais do amortecimento. E a seguradora aceitou.

 

A questão é que coloquei aro 17" com pneus 205/40 ZR17, estava com receio de perder o direito ao prêmio da apólice em caso de sinistro. Vi que segundo a resolução do CONTRAN não haveria problema.

 

Eu troquei as rodas do pug e nem me lembrei do seguro, fui lembrar quando quase bati o carro, por três vezes. Agora ando meio inseguro, pensei até um trocá-las por 15" ou 16"...

 

 

Mas alguém já passou por isso e poderia confirmar? Ou verificou se realmente procede desta forma?

Carro rebaixado + rodas 17" com pneus 205/40 ZR17 = problema com blitz e seguradora ou realmente tá tranquilo?

 

Valeu pessoal.

 

 

Com Blitz eu nunca tive problema... Já fui parado umas 5 ou 6 vezes em blitz.. Eles não falaram nada da altura do carro.. Olha que meu carro ta baixo... Também to rodando com 205/40/17.

 

Tem policial que te para só para olhar o cara.. adimirar + de perto. Já fui parado na Av Nova em Santana pq o policial gosto do carro :001_rolleyes: Menos mal neh.

 

Outra coisa das Rodas não podem tar passando para fora do paralama.. Se não os caras pesam e pesam muito...

 

Falam um pouco do Xenon.. Que é muito forte para eu colocar um + fraco ... Mas nunca pesaram assim de rebocar o carro , coisa do genero.

 

Tbm vai muito de onde vc mora.. Dizem que em SP.. os Policiais são + sussa pra isso. Que no interior o bicho pega.. E em outros estados tbm.

 

 

Agora com a seguradora não faço ideia..

Pois ainda não tive problema com ela, e espero nunca precisar dela =).

 

Flw e boa sorte ai com o PUG...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu FiLe.

 

Vou regularizar a suspensão, e ver com relação às rodas, pois as da frente saem um pouco do paralama.

Xenon eu não coloquei, vou pôr aquelas diamond vision da philips talvez.

 

E o negócio é trocer pra não dar zica com o seguro! haha!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, tenho uma dúvida que não vi por aqui, fiz meu seguro tem uns 3 meses Sul-América aqui no RJ e meu carro fotografado e todos os tramites que a seguradora pede e faz com o carro já rebaixado, isso implica em alguma coisa ?!

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×