Jump to content
Sign in to follow this  
Camillo

Alteração Das Características Originais

Recommended Posts

muito bom o tópico! acompanhando as notícias... :001_unsure:

  • Like 1
  • Downvote 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest issoVicia

tópico ridículo, com informações pra esses bando de neandertais q sismam em rebaixar o carro..

Aheuahuhauhe

 

zoera!!! to de cara com o conhecimento "jurídico" da galera!!!!

muiito bom essa idéia! chega de ser esnobado peela seguradora!!

:001_rolleyes:

 

tamo junto!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sou muito burro para entender esse vocabulario ... :scooter:

 

Certa vez fui a um cursinho para concurso publico ... a matéria era:

 

Direito Penal

 

Assisti a uma aula e no intervalo fui embora pra casa ... com dor de cabeça ... :001_rolleyes:

 

O linguagem dificil da peste!!!

 

Meu sonho de ser fiscal acabou ALI!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns pelo topic Camillo!

 

Ajudou muita gente que fica com receio de fazer alterações no carro e não receber da seguradora em caso de sinistro.

 

Bom, tenho uma dúvida que não vi por aqui, fiz meu seguro tem uns 3 meses Sul-América aqui no RJ e meu carro fotografado e todos os tramites que a seguradora pede e faz com o carro já rebaixado, isso implica em alguma coisa ?!

 

Abraço

 

Cara pelo que eu entendo de seguro, se seu carro passou na vistoria com o carro já rebaixado sua apólice foi efetivada nessas condições... Assim sendo não podem negar o pagamento da indenização...

 

Obs: Apenas corrigir alguns termos aqui pelo pouco que conheço de seguro (Trabalho a um tempinho na MAPFRE seguradora)... O valor que a seguradora paga ao segurado em caso de sinistro é a indenização... Prêmio é o valor que o segurado paga à seguradora para adquirir a cobertura.

Edited by Garbellotto

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito bom!!!

 

 

sem novidades?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tópico muuuuuuuuito bom.. Parabens pela iniciativa Camillo !

 

 

Como o Duzinfa disse, para alterar a roda do veículo ela deve ter exatamente o mesmo diametro da original.

Porém, aqui em Goiânia não funciona isso muito bom... :001_rolleyes:

 

Quando fui regularizar meu carro no Detran/Inmetro, eles falaram que podia ser QUALQUER tamanho que passava na vistoria.

Podia colocar 20", mesmo minha roda original sendo 15". E isso eu perguntei para o VISTORIADOR do inmetro.

 

Hoje, consta no meu documento o tamanho das rodas e altura do meu carro.. Porém, entrei em contato com a seguradora agora e estamos brigando para ela continuar cobrindo o seguro. Até porque o carro está regularizado pelo DETRAN. Então não tem motivo para não cobrir.!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse é o meu medo...

 

 

O Seguro!!!

 

 

Detran tira de letra!

Share this post


Link to post
Share on other sites

aeeee, não tinha visto o tópico ainda, muito bão....

 

tenho seguro a 2 anos, fiz somente a 1ª vistoria (com carro original), depois disso já coloquei 17" e rebaixei, já acionei o seguro 2 vezes, uma pq quebou o carro, e outra uma leve batida onde o seguro cobriu os danos do 3º.

 

agora fico mais tranquilo do que antes.....

 

nice tópic

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tópico muuuuuuuuito bom.. Parabens pela iniciativa Camillo !

 

 

Como o Duzinfa disse, para alterar a roda do veículo ela deve ter exatamente o mesmo diametro da original.

Porém, aqui em Goiânia não funciona isso muito bom... :)

 

Quando fui regularizar meu carro no Detran/Inmetro, eles falaram que podia ser QUALQUER tamanho que passava na vistoria.

Podia colocar 20", mesmo minha roda original sendo 15". E isso eu perguntei para o VISTORIADOR do inmetro.

 

Hoje, consta no meu documento o tamanho das rodas e altura do meu carro.. Porém, entrei em contato com a seguradora agora e estamos brigando para ela continuar cobrindo o seguro. Até porque o carro está regularizado pelo DETRAN. Então não tem motivo para não cobrir.!

 

Se tiver novidades sobre essa sua situação (carro modificado no documento + seguro) n deixa de comentar!

 

Acho que é o que mais a galera fica curiosa!

Pq rebaixar, rodas, etc e regularizar hj ta de boa.

 

E aquela situação de andar com carro rebaixado sem constar no doc e se precisar acionar o seguro erguer ele, tb e bem difundida.

 

Agora ter carro regularizado/modificado no documento com seguro cobrindo, tudo certinho, sem dor de cabeça acho que é o q todo mundo gostaria...

To curioso pra saber o q vai virar..

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom mesmo gostei...

Share this post


Link to post
Share on other sites

ótimo tópico... tava com essas duvidas, e agora acredito que foram eliminadas.

 

porque mais ou menos na metade do ano que vem quero colocar umas molas eibach e legalizar, e vou avisar a seguradora que eu alterei a suspenção e que está legalizada pelo DENATRAN, e se eles falarem alguma coisa que não irão cobrir mais os danos :drool: , vou falar pra eles que terão que comprovar que a alteração realizada no carro foi realmente a causa do sinistro. :drool:

 

o tópico foi de muitissima grande ajuda

vou acompanhar este topico

 

parabens

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dae galera...

 

Parabens man! Curti muito o tópico... mas pelo jeito tá meio parado.. rs rs rs

 

Esse é meu problerma tbem... quero colocar umas rodas 17" no meu pug e baixar ele... MAs quero deixar legalizado p/ as cops nao incomodarem...

 

Minha dúvida... faço seguro depois de baixar o carro e colocar as 17" legalizado no documento (vou conseguir mesmo fazer seguro com o carro baixo e com 17"), ou faço seguro com ele original e depois alterar ele? Neste último caso se eu precisar acionar seguro vou ter que colocar as originais antes da pericia da seguradora, certo?

 

AbraxXx

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito bom man show de bola esse post pq ja tava meio pensativo quanto ao seguro do meu pug pq vo rebaixar ai ja sabe a dificuldade que os caras colocam!!!!! agora sim to sabendo melhor da situação.... valew!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Camillo, creio que quando a seguradora se recusa a indenizar um sinistro ocorrido com veículo rebaixado, eles estão apelando à termos expresso nas condições gerais do seguro portanto, aceitos pelo contratante.

 

Exemplificando, estou com as condições gerais do Seguro Auto Itaú e nela encontra-se o seguinte texto:

 

"10. Perda de Direitos

 

Além dos casos previstos em lei, a seguradora ficará isenta de qualquer obrigação relativa ao seguro de automóvel, RCF-V e APP, se:

 

- O segurado (ou seu representante) fizer declarações inexatas, omitir circunstâncias que influenciem na aceitação e/ou tarifação do seguro; Deixar de comunicar imediatamente à seguradora alterações realizadas no veículo ou em relação a seu uso, ou pertinentes ao questionário de avaliação de risco;..."

 

Dessa forma, entendo que a seguradora não irá se negar a pagar devido ao veículo estar rebaixado ou turbinado, mas sim pelo falo de não ter sido comunicada sobre a alteração, tendo embasamento legal à sua recusa.

 

Já vi outras apólices nas quais, na cláusula de exclusões, constavam estas alterações como excluintes de responsabilidades por parte da seguradora. Preciso pesquisar para localizar qual seguradora utiliza desta forma, mas entendo que mesmo assim, há embasamento devido à concordância do contratante no ato da aquisição do seguro.

 

Por favor, me corrija caso eu esteja errado em minhas impressões

Edited by CowboyRP

Share this post


Link to post
Share on other sites
Camillo, creio que quando a seguradora se recusa a indenizar um sinistro ocorrido com veículo rebaixado, eles estão apelando à termos expresso nas condições gerais do seguro portanto, aceitos pelo contratante.

 

Exemplificando, estou com as condições gerais do Seguro Auto Itaú e nela encontra-se o seguinte texto:

 

"10. Perda de Direitos

 

Além dos casos previstos em lei, a seguradora ficará isenta de qualquer obrigação relativa ao seguro de automóvel, RCF-V e APP, se:

 

- O segurado (ou seu representante) fizer declarações inexatas, omitir circunstâncias que influenciem na aceitação e/ou tarifação do seguro; Deixar de comunicar imediatamente à seguradora alterações realizadas no veículo ou em relação a seu uso, ou pertinentes ao questionário de avaliação de risco;..."

 

Dessa forma, entendo que a seguradora não irá se negar a pagar devido ao veículo estar rebaixado ou turbinado, mas sim pelo falo de não ter sido comunicada sobre a alteração, tendo embasamento legal à sua recusa.

 

Já vi outras apólices nas quais, na cláusula de exclusões, constavam estas alterações como excluintes de responsabilidades por parte da seguradora. Preciso pesquisar para localizar qual seguradora utiliza desta forma, mas entendo que mesmo assim, há embasamento devido à concordância do contratante no ato da aquisição do seguro.

 

Por favor, me corrija caso eu esteja errado em minhas impressões

 

 

Justamente, após aceitar esse contrato não o que discutir, foi feita a alteração e a seguradora não foi informada.

 

Uma saída no caso da galera que usa Red Coil ou qqr coisa é guinchar o carro primeiro pra casa, trocar as molas e mandar pra perícia =)

 

 

 

Tenho uma pergunta besta, alguém aqui sabe se vc tem como reaver os acessórios do seu carro tipo spoiler e rádio?

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tenho uma pergunta besta, alguém aqui sabe se vc tem como reaver os acessórios do seu carro tipo spoiler e rádio?

 

Abraços

 

Como assim? No caso de PT???

Edited by CowboyRP

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje é o 3º dia SEGUIDO que eu vou fazer a vistoria do seguro.!

 

No primeiro dia não passei pois a minha roda fica 0,1cm pra fora na frente - Troquei as rodas por umas 15" e esperei o dia seguinte

No segundo dia não passei porque o carro estava baixo - Troquei as molas e regulei a traseira e hoje vou fazer essa merda de novo.!

  • Downvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hoje é o 3º dia SEGUIDO que eu vou fazer a vistoria do seguro.!

 

No primeiro dia não passei pois a minha roda fica 0,1cm pra fora na frente - Troquei as rodas por umas 15" e esperei o dia seguinte

No segundo dia não passei porque o carro estava baixo - Troquei as molas e regulei a traseira e hoje vou fazer essa merda de novo.!

 

O problema é que se vc voltar as antigas rodas depois, ñ informar e tiver um acidente, a seguradora irá alegar caducidade, que é quando vc altera as características do bem segurado e não comunica a seguradora. Por outro lado, se vc informar, a seguradora pode recusar o risco, cancelar a sua apólice e restituir o prêmio pago, proporcionalmente ao tempo de cobertura restante.

 

Claro q se vc conseguir voltar as rodas 15 e ñ tiver nenhuma testemunha q possa te entregar (e isso inclui porteiros de condomínio, vizinhos, parentes) no caso da seguradora abrir investigação, vc ñ irá ter nenhum problema.

Edited by CowboyRP

Share this post


Link to post
Share on other sites

No caso de regularizar no inmetro... qual seria o mais ideal? fazer torre fixa pra rebaixar? e a regularizaçao custaria quanto? to por fora...

Agora a questao do carro ser rebaixado, com meu antigo carro eu acionei o seguro por causa de batida onde deu PT a seguradora pagou normal meus direitos..

Share this post


Link to post
Share on other sites
O problema é que se vc voltar as antigas rodas depois, ñ informar e tiver um acidente, a seguradora irá alegar caducidade, que é quando vc altera as características do bem segurado e não comunica a seguradora. Por outro lado, se vc informar, a seguradora pode recusar o risco, cancelar a sua apólice e restituir o prêmio pago, proporcionalmente ao tempo de cobertura restante.

 

Claro q se vc conseguir voltar as rodas 15 e ñ tiver nenhuma testemunha q possa te entregar (e isso inclui porteiros de condomínio, vizinhos, parentes) no caso da seguradora abrir investigação, vc ñ irá ter nenhum problema.

Vou tentar resolver isso de uma maneira melhor, ver se consigo algo bom pra que isso não aconteça de novo, farei o seguinte:

 

Hoje vou na segura saber se eles aceitaram o meu carro, caso seja aceito eu vou tentar legalizar a minha suspensão no IMETRO, já que comprei amortecedores e molas esportivas, que nesse caso, quem sabe com um atestado de legalização do IMETRO na próxima vez eles não encrencam com o carro rebaixado, é uma idéia claro.!

 

Se eu não conseguir legalizar vou informar o seguro que rebaixei o carro com os amortecedores e molas esportivas e vamos ver o que eles dizem, e eu acho que eles só podem alegar caducidade caso seja comprovado que a culpa do acidente foi da suspensão, certo ?! Foi o que eu ouvi de alguns conhecidos, não sei se procede essa informação.!

Share this post


Link to post
Share on other sites

agora vou levantar a questao das peliculas

quanto a metalizada (que eu tenho) sei que nao pode, mas as pretas é necessario que haja um laudo ou aparelho pra comprovar a transparência, certo?

e quanto a pelicula do parabrisas, 75% pode ou nao?

 

outra questao é das rodas do carro, aqui na minha cidade (6 mil habitantes) os policiais sao muito chatos, tao mandando trocar as rodas que forem maiores do que 2" a maiores que as originais

mas entao, isto esta previsto em lei ou é nóia dos cops daqui? :001_unsure:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Das rodas, o que eu sei é que o conjunto (rodas + pneus) não pode ser maior que o original.

Share this post


Link to post
Share on other sites
agora vou levantar a questao das peliculas

quanto a metalizada (que eu tenho) sei que nao pode, mas as pretas é necessario que haja um laudo ou aparelho pra comprovar a transparência, certo?

e quanto a pelicula do parabrisas, 75% pode ou nao?

 

outra questao é das rodas do carro, aqui na minha cidade (6 mil habitantes) os policiais sao muito chatos, tao mandando trocar as rodas que forem maiores do que 2" a maiores que as originais

mas entao, isto esta previsto em lei ou é nóia dos cops daqui? :001_unsure:

 

Basicamente metade do carro (coluna B para trás) pode ter até 28% de transparência do vidro + película. A metade da frente (incluindo o parabrisa) pode ter até 70% de transparência do vidro + película. Só precisar ter 75% se o parabrisa não for verde.

 

Para comprovar precisa haver a chancela no vidro/película e a autoridade tem que usar o medidor para poder multar. Acho que também pode multar caso não tenha a chancela ou se ela estiver abaixo do permitido e se a pleícula for reflexiva ou semireflexiva.

 

O negócio das rodas 2" maiores não existe e que eu saiba nunca existiu.

 

Você pode colcoar roda de qualquer tamanho desde que não passe os paralamas e o conjunto roda e pneu tenha o mesmo tamanho do original. Isso está pelo menos desde 1997 no CTB.

 

JP

Share this post


Link to post
Share on other sites
Basicamente metade do carro (coluna B para trás) pode ter até 28% de transparência do vidro + película. A metade da frente (incluindo o parabrisa) pode ter até 70% de transparência do vidro + película. Só precisar ter 75% se o parabrisa não for verde.

 

Para comprovar precisa haver a chancela no vidro/película e a autoridade tem que usar o medidor para poder multar. Acho que também pode multar caso não tenha a chancela ou se ela estiver abaixo do permitido e se a pleícula for reflexiva ou semireflexiva.

 

O negócio das rodas 2" maiores não existe e que eu saiba nunca existiu.

 

Você pode colcoar roda de qualquer tamanho desde que não passe os paralamas e o conjunto roda e pneu tenha o mesmo tamanho do original. Isso está pelo menos desde 1997 no CTB.

 

JP

 

pois é, eu tenho pelicula G5 metalizada (sei que nao pode hehe) e pelicula profissional 75% que é "esverdiada" no parabrisas

 

mas o que eu poderia falar pro guarda se ele embassar com a pelicula do parabrisas? teimar que é permitido ou o que?

 

aqui os cops tao pagando geral pra rodas, um colega meu tem aro 15 numa pick up corsa e foi multado! :whistling:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tópico muuuuuuuuito bom.. Parabens pela iniciativa Camillo !

 

 

Como o Duzinfa disse, para alterar a roda do veículo ela deve ter exatamente o mesmo diametro da original.

Porém, aqui em Goiânia não funciona isso muito bom... :thumbup:

 

Quando fui regularizar meu carro no Detran/Inmetro, eles falaram que podia ser QUALQUER tamanho que passava na vistoria.

Podia colocar 20", mesmo minha roda original sendo 15". E isso eu perguntei para o VISTORIADOR do inmetro.

 

Hoje, consta no meu documento o tamanho das rodas e altura do meu carro.. Porém, entrei em contato com a seguradora agora e estamos brigando para ela continuar cobrindo o seguro. Até porque o carro está regularizado pelo DETRAN. Então não tem motivo para não cobrir.!

 

Brother, te mandei até uma MP questionando sobre o desfecho dessa historia, mas vc n me respondeu!!

 

E ae cara, o que rolou??

 

Alguem mais ja legalizou o carro certinho no detran, com rodas e suspenção alterada e depois fez o seguro tudo certinho??

 

To querendo fazer isso, mas gostaria de adquirir mais informações antes de ir conversar com meu corretor...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não é a película que tem de ser esverdeada ou verde, mas sim o vidro.

 

De qualquer maneira se a película permite 75% de passagem de luz, já está fora porque o vidro não passa 100% de luz e portanto a transmissão é menor que 75%.

 

A lei diz que o policial não pode fazer nada a não ser que tenha o aparelho para medir, mas sabemos que cada lugar interpreta a lei de uma maneira e que a "autoridade" faz qualquer coisa, mesmo contra a lei.

 

O que eu faria é argumentar mencionando cada lei/resolução, mas nunca tive nenhuma problema com os policiais aqui em SP. Costumo inclusive andar com uma cópia da resolução no porta-luvas.

 

JP

Edited by JP1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vou tentar resolver isso de uma maneira melhor, ver se consigo algo bom pra que isso não aconteça de novo, farei o seguinte:

 

Hoje vou na segura saber se eles aceitaram o meu carro, caso seja aceito eu vou tentar legalizar a minha suspensão no IMETRO, já que comprei amortecedores e molas esportivas, que nesse caso, quem sabe com um atestado de legalização do IMETRO na próxima vez eles não encrencam com o carro rebaixado, é uma idéia claro.!

 

Se eu não conseguir legalizar vou informar o seguro que rebaixei o carro com os amortecedores e molas esportivas e vamos ver o que eles dizem, e eu acho que eles só podem alegar caducidade caso seja comprovado que a culpa do acidente foi da suspensão, certo ?! Foi o que eu ouvi de alguns conhecidos, não sei se procede essa informação.!

 

Entendo que não há necessidade de comprovar que a suspensão tenha sido a causa do acidente. A caducidade ocorre quando vc altera alguma característica do veículo e não comunica a seguradora, conforme previsto nas condições gerais do seguro.

Portanto, independentemente da causa do acidente, caso a seguradora entenda que vc alterou o veículo e não a comunicou, eles podem invalidar a sua apólice devido a isto e se negar a indenizá-lo em caso de acidente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui e uns 400 conto pra regularizar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que deva ter uma relação entre o acidente e a alteração feita no veículo, pq e se alguém bater no seu carro, arrebentar com tudo e não tiver seguro? A culpa do acidente não é sua e a seguradora vai querer alegar que foi a sua modificação que fez o outro carro bater em vc? São coisas meio sem lógica, porém estamos num país sem lógica tb.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Como assim? No caso de PT???

 

isso mesmo!

Share this post


Link to post
Share on other sites
isso mesmo!

Ta mais eae

Vc bateu o carro e sofreu um acidente grave...

quem vai trocar as peças pra vc?!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse dilema eh FODAAAA!!! :(

ja tive muitos problemas com cairro baixo, ateh q fiquei apenas com molas esportivas....ai legalizei e ficou tudo certo... ;)

em relação as rodas n tem problema alguma, relação roda + pneu tem q ser as medidas originais do carro... isso ja basta e n trará nenhuma dor de cabeça... ;)

o problema com um pug eh q n tem como colocar molas frente e atras... :( ai fik um pouco mais difícil..... :( mais nd eh impossível e tem como SIM legalizar... ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
isso mesmo!

 

Pode reaver sim... Qdo a seguradora te indenizar, eles estarão comprando o carro, o q vc tiver colocado de acessório, pode retirar sim... Qdo eu bati o Corsa Sedan e deu PT, tirei as rodas, o som e até o vidro elétrico do carro....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acredito que deva ter uma relação entre o acidente e a alteração feita no veículo, pq e se alguém bater no seu carro, arrebentar com tudo e não tiver seguro? A culpa do acidente não é sua e a seguradora vai querer alegar que foi a sua modificação que fez o outro carro bater em vc? São coisas meio sem lógica, porém estamos num país sem lógica tb.

 

Renato, ainda entendo q ñ... A seguradora ñ irá tentar relacionar o acidente à modificação. Simplesmente vão olhar o carro e ver q vc fez alterações e ñ comunicou à seguradora, conforme previsto nas condições gerais:

 

"10. Perda de Direitos

 

Além dos casos previstos em lei, a seguradora ficará isenta de qualquer obrigação relativa ao seguro de automóvel, RCF-V e APP, se:

 

- O segurado (ou seu representante) fizer declarações inexatas, omitir circunstâncias que influenciem na aceitação e/ou tarifação do seguro; Deixar de comunicar imediatamente à seguradora alterações realizadas no veículo ou em relação a seu uso, ou pertinentes ao questionário de avaliação de risco;..."

Share this post


Link to post
Share on other sites
Parabéns pelo topic Camillo!

 

...Obs: Apenas corrigir alguns termos aqui pelo pouco que conheço de seguro (Trabalho a um tempinho na MAPFRE seguradora)... O valor que a seguradora paga ao segurado em caso de sinistro é a indenização... Prêmio é o valor que o segurado paga à seguradora para adquirir a cobertura.

 

Parabéns pela correção. Também gostei muito do tópico e notei que o termo "prêmio" é indevidamente utilizado algumas vezes.

...E, pelo amor dos meus filhinhos (para alguns membros do CP): Suspensão se escreve com S e não com ç !!!!!!

Valeu, abraços,

Alfredo.

Edited by alfsantista

Share this post


Link to post
Share on other sites
Renato, ainda entendo q ñ... A seguradora ñ irá tentar relacionar o acidente à modificação. Simplesmente vão olhar o carro e ver q vc fez alterações e ñ comunicou à seguradora, conforme previsto nas condições gerais:

 

"10. Perda de Direitos

 

Além dos casos previstos em lei, a seguradora ficará isenta de qualquer obrigação relativa ao seguro de automóvel, RCF-V e APP, se:

 

- O segurado (ou seu representante) fizer declarações inexatas, omitir circunstâncias que influenciem na aceitação e/ou tarifação do seguro; Deixar de comunicar imediatamente à seguradora alterações realizadas no veículo ou em relação a seu uso, ou pertinentes ao questionário de avaliação de risco;..."

O problema é justamente esse, vc vai, rebaixa o carro, faz todo o trâmite pra regularizar a alteração, aí liga pra seguradora e avisa: "ei seguradora, rebaixei meu carro e..."

 

"SE F*&@*@ PALHAÇO, A PARTIR DE AGORA SEU CARRO TÁ SEM SEGURO, NÃO ACEITAMOS REBAIXADOS, F#$&-SE VOCÊ, MORRA"

 

Como que avisa a seguradora, se quando vc resolve seguir o contrato à risca, a primeira coisa que eles falam é te crocodilar?

Share this post


Link to post
Share on other sites
O problema é justamente esse, vc vai, rebaixa o carro, faz todo o trâmite pra regularizar a alteração, aí liga pra seguradora e avisa: "ei seguradora, rebaixei meu carro e..."

 

"SE F*&@*@ PALHAÇO, A PARTIR DE AGORA SEU CARRO TÁ SEM SEGURO, NÃO ACEITAMOS REBAIXADOS, F#$&-SE VOCÊ, MORRA"

 

Como que avisa a seguradora, se quando vc resolve seguir o contrato à risca, a primeira coisa que eles falam é te crocodilar?

É verdade, vc vai e regulariza tudo conforme a lei estipula, aí vem a seguradora e te manda se ferrar, pq acha q vc rebaixou e equipou seu carro pra tirar racha e correr que nem doido por aí. Eles não imaginam que a gente faz isso pra embelezar o veículo, melhorar a segurança, a performance, a dirigibilidade e desfilar por aí com um carro exclusivo e bonito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um dos melhores tópicos do CP... parabéns Camilo!

  • Downvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

daew mano mto bom msmo, aki em ctba ja fiz orçamento em 4 seguradoras

e apenas 1 aceitou o meu carro rebaixado, e c um valor abisurdo,

quase 4 mil ao ano ta loko..

 

falow

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom.. Vou dar a minha contribuição:

 

Possuou XENON legalizado, as seguradoras em geral aceitam sem problema nenhum..

 

Turbo adaptado / rebaixado.. até onde sei, nenhuma aceita... O Turbo deve ser pior ainda judicialmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sou novo no CP... sou eng. mecânico responsavel em uma unidade de vistoria de veiculos modificados do Inmetro.

em relação a seguro, basta constar na apolice as modificações.

da mesma forma que para fiscalização de transito, basta constar no CRLV do veiculo todas as modificações.

 

qq duvida sobre legalização só perguntar que estamos ai....

 

Aos que forem de SP - estarei nos proximos encontros pra conhecer a galera e tirar duvidas !!!

 

Kadu

Share this post


Link to post
Share on other sites
Camillo, creio que quando a seguradora se recusa a indenizar um sinistro ocorrido com veículo rebaixado, eles estão apelando à termos expresso nas condições gerais do seguro portanto, aceitos pelo contratante.

 

Exemplificando, estou com as condições gerais do Seguro Auto Itaú e nela encontra-se o seguinte texto:

 

"10. Perda de Direitos

 

Além dos casos previstos em lei, a seguradora ficará isenta de qualquer obrigação relativa ao seguro de automóvel, RCF-V e APP, se:

 

- O segurado (ou seu representante) fizer declarações inexatas, omitir circunstâncias que influenciem na aceitação e/ou tarifação do seguro; Deixar de comunicar imediatamente à seguradora alterações realizadas no veículo ou em relação a seu uso, ou pertinentes ao questionário de avaliação de risco;..."

 

Dessa forma, entendo que a seguradora não irá se negar a pagar devido ao veículo estar rebaixado ou turbinado, mas sim pelo falo de não ter sido comunicada sobre a alteração, tendo embasamento legal à sua recusa.

 

Já vi outras apólices nas quais, na cláusula de exclusões, constavam estas alterações como excluintes de responsabilidades por parte da seguradora. Preciso pesquisar para localizar qual seguradora utiliza desta forma, mas entendo que mesmo assim, há embasamento devido à concordância do contratante no ato da aquisição do seguro.

 

Por favor, me corrija caso eu esteja errado em minhas impressões

 

Otimo Post.

 

Não entendo nada dessa parte jurídica.

 

Mas já tenho seguro a uns 12 anos e nunca assinei documento nenhum do seguro, concordando com as condições dele.

 

Então eles não podem afirmar que eu aceitei as "condições gerais" deles.

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

EXCELENTE TÓPICO!!!

E muito bem fundamentado!

Share this post


Link to post
Share on other sites

ressuscitando... a idéia do compêndio de argumentos, jurisprudência e legislação morreu? seria de grande ajuda... to até pensando em cancelar meu seguro e partir pra uma cooperativa, imaginando que a seguradora não irá cobrir nada em caso de sinistro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
ressuscitando... a idéia do compêndio de argumentos, jurisprudência e legislação morreu? seria de grande ajuda... to até pensando em cancelar meu seguro e partir pra uma cooperativa, imaginando que a seguradora não irá cobrir nada em caso de sinistro.

 

 

Em regra, o TJRJ considera que qualquer alteração tem que ser A CAUSA DO ACIDENTE. Imagine você, com um carro turbo, trafegando NORMALMENTE, em velocidade dentro da estabelecida pela via e, de repente, ao desviar de um buraco, albaroa um veículo ao lado. QUAL O NEXO DE CASUALIDADE DO FATO DE VOCÊ POSSUIR TURBO NO VEÍCULO COM O SINISTRO?! NENHUM

 

Assim, neste entendimento:

 

0015682-50.2004.8.19.0066 (2005.001.39537) - APELACAO

 

1ª Ementa

DES. WANY COUTO - Julgamento: 14/03/2006 - DECIMA CAMARA CIVEL

 

Ação de indenização. Contrato de seguro. Relação de consumo. Rebaixamento do veículo como causa do acidente. Recusa do pagamento pelo fato de ter sido rebaixado o veículo. inexistência de prova nos autos a respeito de ter sido o rebaixamento causa do acidente. Deve haver prova de que a modificação no carro produz efeitos no mundo fático. Danos matérias comprovados. Dano moral insíto na própria ofensa. Razoabilidade e proporcionalidade na fixação da verba indenizatória. Correta a decisão monocrática de procedência parcial, que ora se mantém. Desprovimento do apelo.

INTEIRO TEOR

Íntegra do Acórdão - Data de Julgamento: 14/03/2006

 

 

Espero ter ajudado. Acredite, o problema mesmo será a MOROSIDADE do nosso Judiciário.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×