Jump to content
Sign in to follow this  
206SWFernando

Troca Da Correia Dentada Com 80 Mil?

Recommended Posts

Olá

 

Acabei de adquirir um peugeot 206 SW 1.4 8V 2007/2008, está com 60 mil km. Junto com o manual pude ver os comprovantes de que o dono anterior realizou três manutenções preventivas na concessionária.

 

Olhei o manual e ali consta que a correia de distribuição deverá ser trocada com 80 mil km. Gostaria de saber se posso confiar nessa informação ou se seria melhor trocar agora.

 

Grato

Fernando

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente no manual é 80k

Mas como você pegou o carro agora, não sabe o estilo de condução do antigo dono, seria bom fazer a troca não acha?

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passou da hora já... troca logo antes que acontece uma merda!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Troca mesmo!

 

Assim como a correia dentada e os tensores!

melhor q ter de fazer motor...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já era para estar na oficina trocando :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Certo, grato pelas dicas..

Share this post


Link to post
Share on other sites

estou comprando um 307 2.0, com 18000km 08/08 e não tava afim de trocar correia dentada pq a grana ta curta mas tenho medo, dei uma olhada na correia e não vi rachadura etc, será q tenho q trocar mesmo pois o kra praticamente não tirou o carro na garagem no último ano... não sei se ficar parado pode ressecar... abrçs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Discordo dos colegas que acham que a correia deva ser trocada.

Se ele tem como comprovar a quilometragem, por meio das revisões realizadas na concessionária, então deve ser seguido o plano de manutenção previsto no manual.

O motor de um carro é um equipamento de precisão que tem seu funcionamento testado em diversas condições até o ponto de quebra para se chegar aos valores atestados no manual. E estes valores tem uma margem de segurança muito boa. Então se no manual diz para trocar com 80 mil, quando não se roda em regime severo, é porque para se chegar ao ponto de quebra ainda se roda uma boa quilometragem. Claro que não é recomendável se passar desta quilometragem para trocar confiando-se na margem de segurança. Mas esse preciosismo que anda disseminado no mercado de mecânica e nos forums de que se deve trocar correia com 50 mil é um incentivo ao disperdício de dinheiro.

Concluindo, em regra, vale o que está no manual. Eu não trocaria a correia neste caso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
estou comprando um 307 2.0, com 18000km 08/08 e não tava afim de trocar correia dentada pq a grana ta curta mas tenho medo, dei uma olhada na correia e não vi rachadura etc, será q tenho q trocar mesmo pois o kra praticamente não tirou o carro na garagem no último ano... não sei se ficar parado pode ressecar... abrçs

Se esta quilometragem de 18K for real, está muito longe de trocar...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Discordo dos colegas que acham que a correia deva ser trocada.

Se ele tem como comprovar a quilometragem, por meio das revisões realizadas na concessionária, então deve ser seguido o plano de manutenção previsto no manual.

O motor de um carro é um equipamento de precisão que tem seu funcionamento testado em diversas condições até o ponto de quebra para se chegar aos valores atestados no manual. E estes valores tem uma margem de segurança muito boa. Então se no manual diz para trocar com 80 mil, quando não se roda em regime severo, é porque para se chegar ao ponto de quebra ainda se roda uma boa quilometragem. Claro que não é recomendável se passar desta quilometragem para trocar confiando-se na margem de segurança. Mas esse preciosismo que anda disseminado no mercado de mecânica e nos forums de que se deve trocar correia com 50 mil é um incentivo ao disperdício de dinheiro.

Concluindo, em regra, vale o que está no manual. Eu não trocaria a correia neste caso.

 

Mais da pra arriscar Luciano, nao tem como saber em quais condicoes o antigo motorista conduzia o veiculo, ja vi correias tensores e correias estourarem beirando seus 70 mil km...

 

Outro fator que esses 80 mil km do manual foram foram projetados para os tapetes de fora... e as condicoes das nossas estradas influenciam no desgaste dos equipamentos...

 

Pode se que dure? pode! mais nao se sabe ao certo... acho que nao vale correr o risco, melhor gastar 300 com uma coisa preventiva do que gastar X000 depois(depende do estrago)

 

Mesma coisa com eixo traseiro... se nao cuidar dos benditos rolamentos,a suspensao vai pro saco!

Edited by Saypher

Share this post


Link to post
Share on other sites
estou comprando um 307 2.0, com 18000km 08/08 e não tava afim de trocar correia dentada pq a grana ta curta mas tenho medo, dei uma olhada na correia e não vi rachadura etc, será q tenho q trocar mesmo pois o kra praticamente não tirou o carro na garagem no último ano... não sei se ficar parado pode ressecar... abrçs

 

No seu caso esta cedo pra pensar em trocar correia... quando beirar seus 60 Mil vc pensa na prevencao...

 

Mais nao vai nessa 'Eu nao vi rachadura' correia e um tipo de equipamento q nao avisa quando vai estourar...

Edited by Saypher

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mais da pra arriscar Luciano, nao tem como saber em quais condicoes o antigo motorista conduzia o veiculo, ja vi correias tensores e correias estourarem beirando seus 70 mil km...

 

Outro fator que esses 80 mil km do manual foram foram projetados para os tapetes de fora... e as condicoes das nossas estradas influenciam no desgaste dos equipamentos...

 

Pode se que dure? pode! mais nao se sabe ao certo... acho que nao vale correr o risco, melhor gastar 300 com uma coisa preventiva do que gastar X000 depois(depende do estrago)

 

Mesma coisa com eixo traseiro... se nao cuidar dos benditos rolamentos,a suspensao vai pro saco!

Ainda assim, discordo, Saypher.

A questão não é só conservação das estradas. É quantidade de horas de trabalho. E neste caso sempre são previstas com uma boa folga.

E os projetos dos veículos, apesar de serem muito parecidos, a cada ano sofrem pequenas alterações que fazem com que esta quilometragem mude. Por exemplo, no meu antigo 206, ano 2006/07 a troca era prevista com 60 mil e não 80.

Agora o pessoal entrou numa de saber sobre o carro mais que o fabricante e, com base num empirismo que não tem nada de técnico, usam exemplos do fulano que quebrou com 40, com 70 e inventaram a regra da troca com 50 mil km. É um desperdício sem fim de dinheiro sem fundamento técnico nenhum. Em regra, se o veículo não é de uso severo, se o manual recomenda troca com 60 mil, troca-se com 60 mil, se recomenda troca com 80 mil, troca-se com 80 mil. qualquer coisa fora disto é empurroterapia de mecânico que entende pouco do veículo com que trabalha e que, infelizmente, muitos de nós consumidores resolvemos abraçar essa idéia sem noção. E a troca da correia é só um dos inúmeros itens que acabamos trocando desnecessariamente ante do prazo...

Por esse raciocínio, de que tem que se prevenir o ideal então seria se trocar a correia com 20 mil km e não com 50 mil, desse jeito a correia não se romperia nunca...

E o eixo traseiro do 206 é um exemplo de engenharia porca. Eixo traseiro não é para dar manutenção. Você usa o carro e se não tiver colisão na peça, não deveria mexer nunca. Nem existe plano de manutenção preventiva para o eixo traseiro do 206. Tem umas gambiarras que nós donos fazemos para não tomarmos prejuízo alto na troca do eixo. Mas isso porque o departamento de engenharia da Peugeot não fez a obrigação quando projetou o veículo e ainda não faz porque mantem o mesmo sistema sem alterações no 207. Logo, logo vão aparecer os primeiros 207 com eixo bixado...

O raciocínio da prevenção é muito bom, porque faz com que não fiquemos sujeitos a quebras repetinas e prejuízos maiores na hora de levar o carro à oficina. Mas esta prevenção já está contemplada pela fábrica, justamente no plano de revisão que temos no manual do veículo, que foi elaborado pelo fabricante com base em critérios científicos.

Mas uma vez eu digo: trocar sem necessidade é desperdício de dinheiro e a necessidade de troca é perfeitamente previsível. Basta olhar no manual. De empurroterapia, já basta a das concessionárias quando levamos o carro lá em garantia. O que não pode é nós fazermos empurroterapia em nós mesmos!

Edited by LucianoBsB

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fiz uma revisão na consecionária do meu 206 e me falaram o seguinte:

 

Troque na quilometragem indicada, no meu caso 60.000 Km ou 5 anos o que acontecer antes, antes disso é desperdício de dinheiro o regime severo não influencia muito nisso.

 

O pessoal vive falando que fulano teve correia arrebentada com 30 mil 40 mil Km, isso realmente acontece.. mas são excessão a regra. Pode acontecer com correia com 1km de uso...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Fiz uma revisão na consecionária do meu 206 e me falaram o seguinte:

 

Troque na quilometragem indicada, no meu caso 60.000 Km ou 5 anos o que acontecer antes, antes disso é desperdício de dinheiro o regime severo não influencia muito nisso.

O pessoal vive falando que fulano teve correia arrebentada com 30 mil 40 mil Km, isso realmente acontece.. mas são excessão a regra. Pode acontecer com correia com 1km de uso...

 

Quem te falou isso eé louco!

Vamos fazer uma analogia:

 

206 com 40 mil km que anda sempre no limite, trocas de marcha em altissimas rpm e tal

206 com 40 mil km que anda sempre no barichello style, não passa de 3000rpm

 

Qual deles tem a maior chance de estourar a correia?

logicamente o primeiro caso tem maior chance.

Pra mim, correia se troca a cada 50 mil ou 3 anos!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos fazer o seguinte... pra acabar com a discussão. Por que esse assunto já está ficando igual discussão sobre futebol... cada um tem sua opinião... e ninguem consegue fazer mudar...

 

Cada um é dono do seu dinheiro... e troca a hora que quizer...

 

hauihauhaiuhaihaia

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ainda assim, discordo, Saypher.

A questão não é só conservação das estradas. É quantidade de horas de trabalho. E neste caso sempre são previstas com uma boa folga.

E os projetos dos veículos, apesar de serem muito parecidos, a cada ano sofrem pequenas alterações que fazem com que esta quilometragem mude. Por exemplo, no meu antigo 206, ano 2006/07 a troca era prevista com 60 mil e não 80.

Agora o pessoal entrou numa de saber sobre o carro mais que o fabricante e, com base num empirismo que não tem nada de técnico, usam exemplos do fulano que quebrou com 40, com 70 e inventaram a regra da troca com 50 mil km. É um desperdício sem fim de dinheiro sem fundamento técnico nenhum. Em regra, se o veículo não é de uso severo, se o manual recomenda troca com 60 mil, troca-se com 60 mil, se recomenda troca com 80 mil, troca-se com 80 mil. qualquer coisa fora disto é empurroterapia de mecânico que entende pouco do veículo com que trabalha e que, infelizmente, muitos de nós consumidores resolvemos abraçar essa idéia sem noção. E a troca da correia é só um dos inúmeros itens que acabamos trocando desnecessariamente ante do prazo...

Por esse raciocínio, de que tem que se prevenir o ideal então seria se trocar a correia com 20 mil km e não com 50 mil, desse jeito a correia não se romperia nunca...

E o eixo traseiro do 206 é um exemplo de engenharia porca. Eixo traseiro não é para dar manutenção. Você usa o carro e se não tiver colisão na peça, não deveria mexer nunca. Nem existe plano de manutenção preventiva para o eixo traseiro do 206. Tem umas gambiarras que nós donos fazemos para não tomarmos prejuízo alto na troca do eixo. Mas isso porque o departamento de engenharia da Peugeot não fez a obrigação quando projetou o veículo e ainda não faz porque mantem o mesmo sistema sem alterações no 207. Logo, logo vão aparecer os primeiros 207 com eixo bixado...

O raciocínio da prevenção é muito bom, porque faz com que não fiquemos sujeitos a quebras repetinas e prejuízos maiores na hora de levar o carro à oficina. Mas esta prevenção já está contemplada pela fábrica, justamente no plano de revisão que temos no manual do veículo, que foi elaborado pelo fabricante com base em critérios científicos.

Mas uma vez eu digo: trocar sem necessidade é desperdício de dinheiro e a necessidade de troca é perfeitamente previsível. Basta olhar no manual. De empurroterapia, já basta a das concessionárias quando levamos o carro lá em garantia. O que não pode é nós fazermos empurroterapia em nós mesmos!

 

entao troca as correias de um 306 GTi-6 ou dos Xsara VTS aos 80 mil km como diz em manual pra ver oq acontece...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Explica isso para minha sogra que quebrou a correia do carro com 76 mil e fez todas as revisões na citroen e os mesmos não trocaram correia. Vai confiar em revisão de concessionária?? eu não confio..desculpa.. paga-se aprox R$300 e fica sossegado por uns 4 anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quem te falou isso eé louco!

Vamos fazer uma analogia:

 

206 com 40 mil km que anda sempre no limite, trocas de marcha em altissimas rpm e tal

206 com 40 mil km que anda sempre no barichello style, não passa de 3000rpm

 

Qual deles tem a maior chance de estourar a correia?

logicamente o primeiro caso tem maior chance.

Pra mim, correia se troca a cada 50 mil ou 3 anos!

Estes carros que você citou como exemplos hipotéticos podem ser classificados como veículos de uso severo e, conforme eu ressaltei, a regra para estes casos é diferente...

Concordo contigo que nestes casos não dá para esperar a quilometragem, e o manual também prevê isto.

Não tem como desconsiderar o uso severo...

Edited by LucianoBsB

Share this post


Link to post
Share on other sites

agradeço a opinião de todos. de fato, a km está baixa, apenas o q reforça sua veracidade são os pneus q são originais e estão em bom estado, além do carro em geral tb estar, estofamento, teto, etc. isto pq o dono não teve acesso ao manual q se perdeu do dono anterior... o q me preocupa é o fato de carro ter sido comprado em leilão pelo rapaz q está me vendendo, pois o dono anterior não pagou o financiamento e o carro foi tomado pela financeira. segundo ele, o carro foi revisado pela financeira e entregue em boas condições, só q ele ficou parado com o carro, ( comprou em outubro/09) pois era um presente pra esposa q preferiu continuar com seu fiat idea temendo a atenção q o 307 atrai ( eles moram em Iraja´ RJ e já tiveram dois carros roubados, num deles o kra tava com fuzil...) o rapaz q está me vendendo é dono de padaria tem um fusion além destes dois mencionados e me pareceu ser muito honesto além de uma pessoa atenciosa. fui à sua casa, ficamos conversando durante horas, minha esposa e minha filha de um ano, conheci seus filhos, etc..

 

amanhã pego o carro, devidamente segurado é claro, e ainda não sei se me limito a troca de óleo e etc, ou se mando trocar tb mais coisas. a aparência da correia dentada está boa, sem rachaduras, mas eu q sou leigo não sou bom pra diagno´stico, meu medo é o mecan. se aproveitar e mandar uma facada neste momento de aquisição quando a grana fica curta pois sai fácil pra vaárias coisas.. detran etc

 

abraço a todos

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quem te falou isso eé louco!

Vamos fazer uma analogia:

 

206 com 40 mil km que anda sempre no limite, trocas de marcha em altissimas rpm e tal

206 com 40 mil km que anda sempre no barichello style, não passa de 3000rpm

 

Qual deles tem a maior chance de estourar a correia?

logicamente o primeiro caso tem maior chance.

Pra mim, correia se troca a cada 50 mil ou 3 anos!

 

 

hauhaauhua

essa do Barrichello style foi muito boa!

 

Concordo plenamente com o dddy206.

Melhor gastar agora e ficar tranquilo que a sua correia está nova do que ficar andando com uma km próxima da vida útil da peça!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vejam meu exemplo.

 

Meu twingo (que usa o mesmo motor do peugeot 1.0 16V) está com 62 mil km, porém o carro é ano 2002.

Como não sei como o antigo dono rodava com o carro (+ cidade ou +estrada) e o carro tem 8 anos de uso... encostei hoje para fazer a troca de todas as correias e tensores.

 

Se fosse pela KM, eu nem precisava me preocupar.. mas prefiro gastar pouco agora, do que muito depois.

Share this post


Link to post
Share on other sites

o pior foi o mecan q fui cobrou dois mil pra trocar correia, disse q tem q trocar várias peças juntas , até um bomba de ga´s ou agua (???!!!) e 400 pra trocar o óleo, o kra ta doido, o carro tem 18550km, se não foi mexido, mas tudo indica q não,

este mecan. fdp acabou de perder um cliente disposto a inverstir mas não a ser roubado... abrçs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu troco sempre de 60.000 em 60.000 km . Já troquei 2 vezes.

 

Hoje estou com 135.000 . . . Logo Logo troco denovo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pow...tava com esta duvida, meu pug 1.4 tá com 38mk com 3 anos de uso...vou esperar mais um pouco...

Share this post


Link to post
Share on other sites

E quanto sai a brincadeira na média, em concessionaria e particular?

Share this post


Link to post
Share on other sites
o pior foi o mecan q fui cobrou dois mil pra trocar correia, disse q tem q trocar várias peças juntas , até um bomba de ga´s ou agua (???!!!) e 400 pra trocar o óleo, o kra ta doido, o carro tem 18550km, se não foi mexido, mas tudo indica q não,

este mecan. fdp acabou de perder um cliente disposto a inverstir mas não a ser roubado... abrçs

2 mil reais??? acho q vc esqueceu de dizer q era so a correia dentada q vc queria trocar... nao era com o motor junto :wub:

Share this post


Link to post
Share on other sites
E quanto sai a brincadeira na média, em concessionaria e particular?

Bom na concessionaria eu nao sei... nao fui suficientemente louco pra ir la cotar... mais em particular 100 da correia 120 do tensor+MO... fica uns 350 tudo em media.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E quanto sai a brincadeira na média, em concessionaria e particular?

 

 

Olha DPrado206, fiz um orçamento na concessionária Florence aqui de Floripa e ficou em torno de 600-650 pratas(peças+mão-de-obra), como vi que era um valor abusivo fiz em uma oficina de confiança e gastei somente R$ 290,00 para trocar correia e afins!

 

Dê uma boa procurada, mas fuja da concessionária!

Essa é a minha dica!

 

Abraço :wub:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso mesmo, gastei 250,00 pra trocar isso tudo...

 

Nunca fiz nada na concessionária... Tá doido!

Share this post


Link to post
Share on other sites

no 307 2.0 alguém tem estimativa de preço pra troca de correia dentada? aliás seria interessante compartilharmos preços em geral incluindo revisões, óleo, vela, pastil. pra evitar sermos vítimas de fdps e tb termos uma idéia prévia de qto fica um orçamento honesto, abrçs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu pelas respostas pessoal.

Sem dúvida qualquer serviço feito nas concessionárias é um assalto.

Recentemente troquei as pastilhas, filtros de ar e o oleo, só não troquei o refil do filtro por que o cara não sabia como abrir.

Estou anotando tudo em uma planilha, depois coloco aqui para compararmos os preços dos serviços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rapaz! Troquei a bobina final de semana passada em São João Del Rei MG, pois os cabos de vela estavam deixando escapar centelhas e derrubando a potencia do motor, pedi ao mecânico para fazer a troca da correia dentada, pois o PUG já está com 64.000 km e ele me informou que o motor não tinha correia dentada e sim corrente de comando. O cara é doido? ou realmente o 206 1.60 110cv 16v 2003/2004 não tem correia dentada?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olha DPrado206, fiz um orçamento na concessionária Florence aqui de Floripa e ficou em torno de 600-650 pratas(peças+mão-de-obra), como vi que era um valor abusivo fiz em uma oficina de confiança e gastei somente R$ 290,00 para trocar correia e afins!

 

Dê uma boa procurada, mas fuja da concessionária!

Essa é a minha dica!

 

Abraço :D

cara eu acho q vc pagou eh barato demais... correia dentada eh coisa critica... eu sempre uso peça original

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo. Se tah com din-din aí, investe logo e pegue essas peças originais, soh por garantia! :D :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Rapaz! Troquei a bobina final de semana passada em São João Del Rei MG, pois os cabos de vela estavam deixando escapar centelhas e derrubando a potencia do motor, pedi ao mecânico para fazer a troca da correia dentada, pois o PUG já está com 64.000 km e ele me informou que o motor não tinha correia dentada e sim corrente de comando. O cara é doido? ou realmente o 206 1.60 110cv 16v 2003/2004 não tem correia dentada?

Eu acho que ele ta falando bobeira... pelo oque eu sei os carros que usam corrente sao todos carros da linha ford... adotam tbm a corrente a honda e toyota...

 

Mais bem que poderiam ser... pois as correntes duram no minimo 100 mil km e quando estao desgastadas ela da 'sinais' antes de estourar ao contrario da dentada que nao avisa...

Edited by Saypher

Share this post


Link to post
Share on other sites

troquei a minha com 90000km. o mecanico disse que ja estava na hora ..

Share this post


Link to post
Share on other sites
no 307 2.0 alguém tem estimativa de preço pra troca de correia dentada? aliás seria interessante compartilharmos preços em geral incluindo revisões, óleo, vela, pastil. pra evitar sermos vítimas de fdps e tb termos uma idéia prévia de qto fica um orçamento honesto, abrçs

 

Trocando todos os tensores/rolamentos/correias paguei cerca de R$ 800.

 

JP

Edited by JP1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só uma correção...

 

A peugeot não DIZ que a troca deve ser feita com 80 mil km em nenhum momento.

 

O que há é uma SUGESTÃO de trocar a correia entre 60 e 80 mil, dependendo do uso do carro.

 

É um pouco perigoso ir até 80 mil com a correia se seu carro é de uso misto. Se for de uso somente urbano, então, o risco é maior ainda.

Troquei o meu com 70 mil, ja que meu carro é de uso misto. Achei arriscado ir até 80, e a correia ainda parecia mto boa com 60 - nao havia marca de desgaste nos dentes nem ruidos no esticador.

 

Apenas notem que nada disso não vai de frente com a recomendação da peugeot (trocar com 60 ou 80). Vc apenas precisa saber o tipo de uso a que seu carro esta submetido.

 

Abraço,

Martin

Share this post


Link to post
Share on other sites

A minha 207SW está com 70MKM e vou esperar os 80MKM pra trocar.

Na concessionária de Varginha o orçamento foi de R$280,00 pra troca.

Os tensores e rolamentos só devem ser trocados se estiverem desgastados.

Cuidado que muito mecânico empurra tudo... como se fosse um pacote fechado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprei pecas na concessionária o kit com correia, tensor e rolamento ficou em 300,00 motor 1.6 16v

 

serviço do mecânico ficou em 50,00

Share this post


Link to post
Share on other sites
A minha 207SW está com 70MKM e vou esperar os 80MKM pra trocar.

Na concessionária de Varginha o orçamento foi de R$280,00 pra troca.

Os tensores e rolamentos só devem ser trocados se estiverem desgastados.

Cuidado que muito mecânico empurra tudo... como se fosse um pacote fechado.

 

Os tensores (na realidade é apenas 1 tensor) e rolamentos da CORREIA POLI-V podem (e devem) ser trocados apenas quando apresentam desgaste/ruido. O tensor, particularmente, não é pra estragar nunca ja que é apenas um cartucho com uma mola dentro. Rolamentos tem vida util bastante variada, mas via de regra, duram mais de 50 e menos de 120 mil km.

 

Já o tensor (e sua respectiva polia) da CORREIA DENTADA deve ser trocado SIM juntamente com a correia com no maximo 80 mil km.

Como disse antes, a recomendação da fabrica é trocar com 60 a 80 mil km, dependendo do uso do carro. Se vc anda mais em estrada, não há problemas em deixar chegar a 80 mil. Se o uso é misto ou apenas urbano, troque com 70 (ou 60, se, por exemplo, vc roda apenas no transito caótico de SP). Não é chute, não é empurroterapia, não é excesso de precaução. É simplesmente a recomendação do fabricante.

 

Abraço,

Martin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Considerando a periodicidade com que se verifica a correia e o custo de mão de obra e das peças para troca dos tensores, eu prefiro sempre trocar tudo.

 

Com relação à questão de ser necessário ou não, até concordo que possa não ser, mas na prática é mais fácil (e barato) trocar tudo.

 

Mesmo o tensor/esticador possui um rolamento que pode travar e fazer a correia pular ou romper-se. Às vezes ocorre da correia de acessórios pular ou romper e atingir a dentada.

 

Ressalva: existe uma norma ABNT para troca das correias e esta recomenda troca completa de todos os componentes e não apenas da correia.

 

JP

Edited by JP1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Mark e o Cassion da MK aqui em SP indicam trocar o kit de correia com 60 mil km ou 5 anos, o que ocorrer primeiro.

abs

MAIA

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera qual a marca original da correia do sw 206 1.6 16v?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Senhores,

 

Meu carro já bateu os 82.000 km e só agora vou trocar a correia dentada e o tensor.

 

Pesquisei na mercado car, e encontrei os seguintes preços:

 

Correia = R$ 80,50 (original)

 

Tensor

Ranalle = 76,00

SKF = 172,00

 

Minha dúvida é, posso confiar nesse tensor da Ranalle ? Me estranha ser menos da metade do preço do SKF, a grana ta curta...

 

Desde já, grato !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×