Jump to content
Sign in to follow this  
FFJunto

4 Anos De Alegrias Ou Porque Amo Meu(S) Peugeot (S)

Recommended Posts

Resolvi abrir esse tópico em contraponto à quem, por algum motivo espúrio mas involuntário, por falta de conhecimento ou por ter sido maltratado (assim como eu) pelas concessionárias que no meu entender não gostam de clientes, resumindo, tenho milhões de motivos para gostar do meu Peugetot, cada um dêles no seu particular... fiz isso comparando a tocada com outros modêlos e, se houver interêsse da moçada em postar suas razões para gostar de seu PUG, pode servir de referência para outros, oportunamente vou incluir um a um (3) com suas características que mais expressam a paixão que tenho pela marca.... que me perdoem os que tiveram má experiência, no meu caso já são 4 anos de alegrias, trato-os a Pão de Ló e recebo em retorno uma condução maravilhosa, faço a Rio-SP 4 a 5 vezes / mês com PUG ou Fox ou Sentra e já compilei todas características, vou postar tudo individualmente, aproveitem para dar seu depoimento! :thumbup:

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comprei meu primeiro Peugeot 206 em 2008, depois de procurar por diversas marcas, buscando comprar um carro automático. Como já tinha passado amarga experiência com um Clio da Renault, demorei muito a entrar na agência da Peugeot mas, quando entrei, logo encontrei um 206 Feline Automatic branco, super completo, que logo encantou minha esposa, demorei um pouco a acostumar com a traseira mas, aos poucos fui gostando e depois que conversei com um amigo mecânico, que me alertou para as qualidades mecânicas e pacote tecnológico, foi suficiente, passei a gostar mais ainda quando tive que usar mais frequentemente na estrada, onde o motor 1.6 fala grosso e deixa muitos outros para traz, tocada segura, estabilidade, pacote tecnológico, cheio de mimos, retomada com motor acima de 3500 giros, estética, muito mais gostoso de dirigir que o Fox, que tem mesma cilindrada e é bem valente, mas tem o mesmo gosto que dançar apertado com sua irmã, como quase todos carros alemães.....

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O segundo 206 foi um sonho de criança, desde os 4 anos brincava com réplicas de carros americanos, todos conversíveis, cheguei a pensar que seriam mais baratos por não ter teto de aço mas logo verifiquei meu erro, depois de passar muitos anos, voltou a mania e depois de ler a história do Cabriolet 206, fiquei extasiado e saí a procura de um modêlo, encontrei, briguei com a mulher, tirei o leite das criancinhas mas gastei as 38 mil Dilmas, comprei um meio caidinho, rodas todas raladinhas, batidinhas aqui e acolá, resumindo, mecânica ok, bem rodado (105 mil km) mas com cuidado, fui acertando tudo e agorita está 100% original, debaixo de uma capinha preta, para sair final de semana.... tocada parecida com o Feline, um pouco mais contida porque é mais pesado, fica melhor com a capota aberta, fiz uma viagem Rio/Sampa com passageiro e o comportamento foi bem parecido com o Feline, painel é mais completo e traz até temperatura do óleo, comando do rádio na coluna de direção e rádio original (consertado), desnecessário explicar porque gosto dele, certo?

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O terceiro Peugeot foi briga feia com a mulher, tive que devolver um Fox de uso diário para meu filho de modo que fiquei meio sem carro no Rio (só com o cabriolet), naturalmente, já que o Cabriolet não é para uso diário e precisando fazer alguns trabalhos de transporte para família, resolvi comprar uma pick-up..... minha mãe tem uma Saveiro, boa de dirigir mas achei meio paralítica.... fui olhar o mercado e havia rumores que a Hoggar seria descontinuada, ótimo, pensei, vou comprar e logo logo vai virar raridade, não vende nada, 4 mil em 180 mil pick ups por ano, só vendida no Mercosul, olhei o preço, na bacia das almas, viajei a Nova Friburgo, negociei e trouxe uma Hoggar 2011 Escapade com 12 mil km, tem muitos mimos mas bem menos que o Feline ou Cabriolet, tem uma tocada firme, arisca, mais acentuada que o Feline, é mais leve, boa de estrada, deixa muito 1.8 assustado, preciso apenas dar uma afinada no sensor de detonação que as vezes se perde, a Concessionária não se interessou em resolver isso e mandou usar gasolina Podium......

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

NINGUÉM MAIS GOSTA DE PEUGEOT? SIM? PORQUE ENTÃO?????

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, sou louco por Peugeot, por mim teria todos os modelos do 1 ao 8, hehe, haja garagem...

Bom... Meu pai representou a marca de 93 a 95 no noroeste do RS, desde então nunca ficamos sem Peugeot na família, segue a lista, por ordem, hehe:

 

106 Soleil 2001 (primeiro carro da minha irmã)

205 XSI 1994 (ficamos com ele até 2004, tava com mais de 260 mil km)

206 Selection 2004 (foi dado o 205 na troca na CC e acabou ficando com minha irmã)

207 Passion XS 2010 (meu primeiro zero, vendi ele há um mês... peguei outro Peugeot, claro!)

406 Familiale 2001 (meu primeiro Peugeot, muito boa, teria ela pra sempre...)

407 SW 2008 ( acho que essa eu vou ter pra sempre, muito boa, sem explicação!!!)

504 (1 GRD 1993 e outra 1994 cabine dupla, 2 GD 1994, todas zero, fizeram sucesso na região, que é bastante agrícola, pena que não havia muitas CC na época...)

 

Em 20 anos, 10 Peugeot, pra comemorar queria ter realizado um sonho antigo, que era comprar um 505 SRI. Encontrei um, quando fechei o negócio o antigo dono capotou ele... não sobrou simplesmente nada... não era para ser... mas um dia eu encontro!!!

 

É isso aí pessoal, essa é a minha história, já tive outras marcas,mas sinceramente, digam o que quiserem, não troco meu Peugeot por nenhum outro!!!

 

Abraços!!!

Edited by apors

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas, complementando, a 407 SW fez jus aos 20 anos de Peugeot na família, peguei ela em janeiro deste ano, sou o segundo dono, estava com 52 mil km, simplesmente nova, dei o 207 na troca, sem dó nem piedade, quando vi ela quase me esqueci dele, hehehe...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fantástico! Sua coleção de Peugeots ultrapassa a de qualquer outro, só sendo um Francês de origem, vou pesquisar no site da Peugeot para identificar / lembrar de alguns modêlos que não recordo bem mas vejo que a linhagem é muito boa, parabéns! Grande abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Complementando, não ficou claro, ainda mantenho meus 3 Peugeots, nada de passar adiante, todos em uso e tratados a pão de ló (encapados quando fora de uso, como quase sempre o Cabriolet...)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fantástico! Sua coleção de Peugeots ultrapassa a de qualquer outro, só sendo um Francês de origem, vou pesquisar no site da Peugeot para identificar / lembrar de alguns modêlos que não recordo bem mas vejo que a linhagem é muito boa, parabéns! Grande abraço!

 

Obrigado, vamos trocando informações, eu apesar desta história recém participei do meu primeiro encontro do clube, foi muito bom!!! Abraço e parabéns pelos seus, com certeza seu Cabriolet e sua Hoggar logo serão relíquias!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabens , um abraço.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sou um pouco mais pobre que vcs, :haha:

Tenho um carro só, um 206 2004, que uso todos os dias, é o carro de trabalho, de passeio, de levar o moleque na escolinha, de viajar, enfim...

 

Comprei em agosto de 2010. (Inclusive, foi quando eu conheci o CP.)

 

eu tava casado a dois anos, e "de apé" um tempo já...

Tinha vendido meu Monza 89 pra dar uma investida em outras coisas.

Até que eu e minha esposa resolvemos comprar uma caranga, juntamos um $$ e fomos À luta.

Pensei em comprar um Sedã, tipo Marea ou Vectra, daqueles 2001 a 2003. Desisti por causa da manuteção, que é meio salgada.

Aí concordamos em pegar um compacto, que não fosse 1.0, tivesse pelo menos AC e DH.

Nessas condições, sobraram os hatches de 2003 a 2006, mais ou menos.

começamos a procura. Olhei muito Palio, mas ele é muito chato de dirigir. A suspensão é uma geléia e o freio é um botão "liga/desliga" :haha:

Fiesta, olhei alguns. Os completinhos bons, eram caros, os "no preço" tavam zuados, os bons e no preço naõ tinham opcional nenhum.

Gol, vi uns 30. Apesar de não querer um Gol, pois não gosto deles (Um quadradinho 92 até tem seu charme, mas os mais novos :fuuu: )

Acho que todo Gol sai de fabrica faltando algum item de conforto. Só pode. OS que tinham AC e DH, eram 1000, os que eram 1.6 tinham DH, ou tinham só o AC...

Lembrei do Peugeot 206 e do Renault Clio.

Clio achei feio, nem cogitei.

O 206, desde que tinha visto aquele video que o indiano destroi seu carrinho pra moldar um 206, sempre o achei lindo demais, fantástico. Mas, como a maioria da população, achava que era importado e que a manutenção era um roubo.

Aí lembrei que um amigo meu tem um 206 2001, e já fazia uns cinco anos na época. Conversei muito com ele, o cara é mão fechada mesmo, e disse: "Pode comprar um tranquilo, a manutenção é sussa!"

 

Aí, manolos, enveredei na busca de um 206, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

Olhei pelo menos uns 25 carros, sem exagero.

Acontece que o povo é relaxado, Peugeot tem a manutenção tranquila mas tem que fazer, né :haha:

Tinha uns fodidassos, suspensão ruim, ou motor no tec-tec, ou lataria toda ferrada, ou a parte elétrica/eletrônica não funcionava direito, uns batidos e mal-arrumados (Isso tenho que concordar, lataria e peças não mecanicas dos 206 é cara sim)

Aí achei o meu. Dois donos, 80 mil km rodados, 2004, já era o "fase II", vidros dianteiros eletricos, trava, alarme, AC, DH, motor 1.4, bancos em couro, fora os mimos especificos dos 206, como a direção regulável e o farol. Tava numa concessionaria Ford. Segundo o vendedor, o antigo dono deu de entrada num Fiesta.

Aí levei nos mec de confiança, pra dar uma olhada minuciosa no carro. Motor OK, suspensão belezinha, kilometragem original (Pedi pra passar o scaner na CC) tinha uma batida de traseira, mas não era nada estrutural, periciei o carro, só nessas brincadeiras de averiguar gastei uns 300 conto.

Mas foi bom, porque o carro era bacana.

comprei sem falar pra ninguém, srsrsrsr :coolface:

 

Quando cheguei na casa de um camarada, de PUG, todos os malucos fizeram cara feia, falando da manutenção, de ser importado, etc.

Mandei o dono de um gol GIII entrar no meu carro, o maluco quase chorou, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

aí beleza, fui andando, usando, manutenção preventiva, tudo sempre em ordem, o bichinho só me deixou na rua uma vez, quando estragou a bieleta do trambulador. comprei a peça na CC por menos de 40 conto e eu mesmo troquei! :fovhappy: Economizar 50 pau de M.O., me gusta! :obsequious:

Já viajei a torto e a direito com ele, Pr, SC, RS, SP, vazio, carregado, a passeio, a trabalho, nunca tive dor de cabeça.!

 

Agora ele tá até com parachoque bocão, depois que a patroa acertou um motoqueiro, kkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

É isso! Abraço.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu sou um pouco mais pobre que vcs, :haha:

Tenho um carro só, um 206 2004, que uso todos os dias, é o carro de trabalho, de passeio, de levar o moleque na escolinha, de viajar, enfim...

 

Comprei em agosto de 2010. (Inclusive, foi quando eu conheci o CP.)

 

eu tava casado a dois anos, e "de apé" um tempo já...

Tinha vendido meu Monza 89 pra dar uma investida em outras coisas.

Até que eu e minha esposa resolvemos comprar uma caranga, juntamos um $$ e fomos À luta.

Pensei em comprar um Sedã, tipo Marea ou Vectra, daqueles 2001 a 2003. Desisti por causa da manuteção, que é meio salgada.

Aí concordamos em pegar um compacto, que não fosse 1.0, tivesse pelo menos AC e DH.

Nessas condições, sobraram os hatches de 2003 a 2006, mais ou menos.

começamos a procura. Olhei muito Palio, mas ele é muito chato de dirigir. A suspensão é uma geléia e o freio é um botão "liga/desliga" :haha:

Fiesta, olhei alguns. Os completinhos bons, eram caros, os "no preço" tavam zuados, os bons e no preço naõ tinham opcional nenhum.

Gol, vi uns 30. Apesar de não querer um Gol, pois não gosto deles (Um quadradinho 92 até tem seu charme, mas os mais novos :fuuu: )

Acho que todo Gol sai de fabrica faltando algum item de conforto. Só pode. OS que tinham AC e DH, eram 1000, os que eram 1.6 tinham DH, ou tinham só o AC...

Lembrei do Peugeot 206 e do Renault Clio.

Clio achei feio, nem cogitei.

O 206, desde que tinha visto aquele video que o indiano destroi seu carrinho pra moldar um 206, sempre o achei lindo demais, fantástico. Mas, como a maioria da população, achava que era importado e que a manutenção era um roubo.

Aí lembrei que um amigo meu tem um 206 2001, e já fazia uns cinco anos na época. Conversei muito com ele, o cara é mão fechada mesmo, e disse: "Pode comprar um tranquilo, a manutenção é sussa!"

 

Aí, manolos, enveredei na busca de um 206, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

Olhei pelo menos uns 25 carros, sem exagero.

Acontece que o povo é relaxado, Peugeot tem a manutenção tranquila mas tem que fazer, né :haha:

Tinha uns fodidassos, suspensão ruim, ou motor no tec-tec, ou lataria toda ferrada, ou a parte elétrica/eletrônica não funcionava direito, uns batidos e mal-arrumados (Isso tenho que concordar, lataria e peças não mecanicas dos 206 é cara sim)

Aí achei o meu. Dois donos, 80 mil km rodados, 2004, já era o "fase II", vidros dianteiros eletricos, trava, alarme, AC, DH, motor 1.4, bancos em couro, fora os mimos especificos dos 206, como a direção regulável e o farol. Tava numa concessionaria Ford. Segundo o vendedor, o antigo dono deu de entrada num Fiesta.

Aí levei nos mec de confiança, pra dar uma olhada minuciosa no carro. Motor OK, suspensão belezinha, kilometragem original (Pedi pra passar o scaner na CC) tinha uma batida de traseira, mas não era nada estrutural, periciei o carro, só nessas brincadeiras de averiguar gastei uns 300 conto.

Mas foi bom, porque o carro era bacana.

comprei sem falar pra ninguém, srsrsrsr :coolface:

 

 

 

É isso! Abraço.

Cara, quando comprei o meu foi o mesmo esquema, vi uns 30 e eram muito mal cuidados, por fim escolhi um unico dono, com ar condicionado só, mas com 80k rodados. Foi paixao a primeira vista, nem liguei de ser um:-)selection, com o tempo vou fazendo as mods. O bocao e o choque do 207 serao futuras mods.

Abs

Enviado de meu LG-E400f usando o Tapatalk 2

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mike, não é que sou rico, sou doente e tenho que me tratar, minha doença chama-se "coletor" e já tem programa na TV Cabo que mostra alguns sendo tratados.... o fato é que compro um Peugeot e não consigo mais vender e vou juntando, brigando com a mulher e roubando no leite das criancinhas até juntar grana pra outro.... meu mano tem a mesma história, depois de ver meu amor pelos Peugeot decidiu comprar, ou melhor, pediu que eu comprasse um, coisa que fiz com maior prazer, também ví pessoalmente uns 10 carros e na WEB mais uns 50 outros, comprei um 206 1.6 Feline, completinho, menos couro, por 14 mil Dilmas.... meu mano acabou de gastar Mil Dilmas para fazer todas revisões e 2 bieletas e diz estar super satisfeito, assim como eu com meus queridinhos, parabéns pelo post, vai ajudar outros a admirarem esse maravilhoso auto, lembrando que iniciei esse assunto em contraponto aos posts de quem não gosta de Peugeot.....

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

13 anos (peguei ele 0km, tirava até onda por ter poucos importados na época hehe) com um 306 Rallye já diz tudo no meu caso né....rsrs.

Estou com um 408 THP agora.

Reluto em vender meu xodó, pelo visto vou ficar com os 2 leões mesmo!!

 

Sent from my HTC Sensation XE with Beats Audio Z715e using Tapatalk 2

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mike, não é que sou rico, sou doente e tenho que me tratar, minha doença chama-se "coletor" e já tem programa na TV Cabo que mostra alguns sendo tratados.... o fato é que compro um Peugeot e não consigo mais vender e vou juntando, brigando com a mulher e roubando no leite das criancinhas até juntar grana pra outro.... meu mano tem a mesma história, depois de ver meu amor pelos Peugeot decidiu comprar, ou melhor, pediu que eu comprasse um, coisa que fiz com maior prazer, também ví pessoalmente uns 10 carros e na WEB mais uns 50 outros, comprei um 206 1.6 Feline, completinho, menos couro, por 14 mil Dilmas.... meu mano acabou de gastar Mil Dilmas para fazer todas revisões e 2 bieletas e diz estar super satisfeito, assim como eu com meus queridinhos, parabéns pelo post, vai ajudar outros a admirarem esse maravilhoso auto, lembrando que iniciei esse assunto em contraponto aos posts de quem não gosta de Peugeot.....

 

É brincadeira ou é doença mesmo??? Se for de verdade acho que eu tenho também, hahahaha!!!!

 

Parabéns a todos ter um Peugeot é uma arte!!! Abraços!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

É doença mesmo... ontem mesmo fui "trocar o óleo" do Peugeot 206 da minha mulher e chegando no posto fui verificando e trocando filtros de ar, do ar condicionado, de óleo e de combustível, isso tudo aumentou minha fissura, saí como Fox do meu filho para trocar duas buchas da suspensão, resultado, um amortecedor vazando e lá se foram 2 amortecedores e seus rolamentos, encapamento de 2 molas, duas ponteiras de direção que já estavam sem borracha e lubrificação, deixei um rombo no orçamento ma saí feliz da vida rodando macio nos sapatinhos da Michelan, hoje mesmo saio de viagem ao Rio levando o carregador para bateria do CC que falhou quando dei partida semana passada....se isso não é doença?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tive 2 206 2003...um Selection 0km em 2003...que tive que vender pois nessa epoca foi meu pai que comprou...o resto era comigo...masss nunca desisti de procura...dai comprei a 6 anos um 206 Quiksilver 2003...sou o 2° dono dele...comprei de uma mulher...todas as manutençoes carimbadas no manual ate 40mil km...que foi quando eu comprei ele...hoje tem 90mil km...e MUITO feliz com ele!!! Digo que é meu relacionamento mais duradouro!!! Hahahaha...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Felipe, você é um duplo Veterano! Tanto nos Posts como na longevidade do relacionamento! Apesar de minha idade, o namoro com a Peugeot tem apenas 5 anos mas depois do primeiro encontro, tem sido intenso, um deles já rodou 120 mil km em nossa mão e os dois outros muito poucos Km, um por ser para coleção e outro para uso específico (pickup), não vou mudar, casamento para sempre.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, minha história com a Peugeot começou em 2008. Inclusive acho que já postei aqui.

 

Quando o 206 foi lançado em 1999, saiu uma matéria na Quatro Rodas e tudo mais, e quando vi o carro, fiquei assim:

 

rainbowMeme.PNG

 

Pensei "um dia ainda vou ter esse carro". Pois bem, depois de passar num concurso público e finalmente ter um emprego, em 2008 decidi (após dois anos com um Escort Hobby do qual eu gostava muito, mas era manco de tudo) correr atrás do meu 206. Mas queria ele não por ser um Peugeot, e sim por ser um DUZENTOS E SEIS. Achei um Feline 2004 com 57 mil km (esse aqui), que passou poucas e boas comigo, inclusive um princípio de incêndio no cofre do motor.

 

Depois de três felizes anos com ele, encasquetei que queria um carro automático. O 206 estava muito bem, obrigado, mas não era automático. Nessa época o Fenrir trabalhava numa concessionária da Peugeot, e me indicou um 206 Feline automático 2008, "inteiro", segundo ele. Fui na concessionária, já tinham uns 4 clientes de olho, e na pressa fechei o negócio, dando o meu 206 na entrada. Saí todo feliz com o meu primeiro auto (esse aqui).

 

Péssima idéia. Comprei o carro em setembro/11, e em dezembro tive que vender porque não estava dando conta de pagar :haha: mas ainda assim fui pro Nacional com ele, me diverti bastante, e a AL4 não me deu dores de cabeça (até deu, mas resolvida em garantia). Nesse ponto, já tinha sido picado pelo mosquitinho do vício em Peugeot, mas nada poderia fazer. Herdei um Astra belga do meu pai, bem detonado, e que de brinde foi massacrando novamente a minha coluna. Fiquei quase um ano com o raio do Astra, procurando toda oportunidade possível de voltar pra marca (quase comprei o ex-306 do Zilli, por exemplo).

 

Até que, um dia, morrendo de dor, decidi que não dava pra ficar mais com o Astra, e convenci meu pai a vendê-lo e dar a entrada em outro. Olhei várias marcas, e acabei fechando onde? Na Peugeot! :punch: E agora estou com o 207 XR, com atuais 7 mil km desde novembro/12. Queria mesmo um XS, mas não dava :tabom:

 

Quanto à manutenção, só tive UMA manutenção realmente cara, e que foi quando o cofre do motor do primeiro 206 teve o princípio de incêndio. Por causa de uma treta do seguro (que seria pago pelo meu pai), não houve cobertura, e ficou acertado que meu pai arcaria com o prejuízo. Resultado: R$ 5.400,00 de peças e a MO do mecânico de graça (no fim das contas, a culpa do princípio de incêndio foi dele). No mais, manutenção dentro da faixa. Troquei as duas bandejas do primeiro 206 uma vez só, em março de 2010, e vendi o carro com elas. Nunca tive problemas com o eixo traseiro nem chave de seta em nenhum dos 206.

 

Próximo passo é pular pro 208 Griffe ou 308 Allure, resta saber quando. Pretendo ficar na marca um bom tempo!

 

edit: o primeiro 206 foi vendido com 126000 km, e o segundo, comprado com 69000, foi vendido com 76000. Sim, 7 mil km em três meses :santodeus:

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Duzinfa, parabéns pelos seus 4 anos de relacionamento e 3 modêlos, sem grandes problemas, similarmente o 206 Tiptro da minha esposa já está com 120 mil km sem nadica de mais, 1 troca de óleo do automatico quando começou a derrapar marcha e no mais nadica de seta ou eixo ou bandeja ou zica nenhuma, a impressão que tenho é que existem milhares de pessoas satisfeitas com a marca, muito mais que as que se amarguraram com problemas infindáveis (ví posts disso) e sem conhecimento ou paciência em solucionar os problemas em troca de um maior conteúdo de mimos e uma condução prazeirosa....

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peugeot306, parabéns! Estive verificando nos posts, tirando o Mike que com a família tem relacionamento de 20 anos, individualmente com seus 13 anos me parece que, dos que até agora postaram aqui, seu relacionamento é o mais longevo individualmente, só alerto que se não desapegar, corre o risco de virar um "coletor de Peugeots" como está acontecendo com alguns mais "enamorados" da marca,

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha historia começou no fim de 2009. Na epoca meu primo perdeu o emprego e queria vender o 206 pois não conseguiria mais pagar, como eu não tinha a grana acabei não ficando com o carro, ele arrumou outro emprego e ficou com o 206. Em julho de 2010 o mesmo primo veio falar comigo, veio dizendo que tava afim de comprar um carro 0, mas que nas cc nao estavam pagando nada no 206 dele. Foi ai que vi uma grande chance de ficar com o 206, disse que nao tinha grana tambem mas se ele fosse entregar pela divida eu assumiria (Pura verdade, nao tinha nem 10 mangos na conta kkkkk). Eu nunca tinha me interessado por peugeot mas desde a primeira oportunidade de pegar o carro, aquele modelo ficou martelando na minha cabeça e para minha surpresa, 2 dias depois meu primo liga perguntando se eu queria mesmo ficar com o carro, larguei um sim na hora e estou com ele ate hoje.

 

Ja passou diversas vezes pela minha cabeça, a ideia de vender meu 206, mas ai lembro de tudo que ja passei com ele e tudo o que fiz por ele e ai nao tem jeito... hehehehehe

 

So no conserto apos o acidente gastei bem mais do que o valor do carro, mas quem da bola pra isso. :punch:

Hoje, continuo gastando, preciso trocar balanças e arrumar o eixo traseiro :camillo:

e faltam tambem rodas novas, pneus novos, farois projetores, som de qualidade e quem sabe algo no motor. :punch:

hehehehehe

 

 

Hoje estou comprando um AP, vou reformar e assim que acabar é hora de comprar um carro pra patroa, e adivinhem qual a marca... ...PEUGEOT :obsequious:

hasuahsuahsau

 

Abs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ronan, parabéns, pela foto, sua caranga já está bonita e você deve cuidar bem de sue PUG, na realidade esse não é um auto pra ganhar dinheiro na comercialização, longe disso, quem quer fazer isso deve comprar um carro alemão (Fox, por exemplo) onde se pode sacrificar estilo + design moderno + mimos + personalidade + conforto + performance por um pouco mais de integridade (diga-se, capacidade de suportar relaxamento do dono) e devido a isso, uma certa estabilidade de preço no mercado, por outro lado, vige! Eu já disse isso em outros post! Por outro lado a compra de um PUG (assim mesmo como foi o seu) é um exercício de cultura árabe (eu tenho pezinho lá) onde o preço é o menos importante já que pode ser adquirido na "bacia das almas", permitindo-se uma manutenção mais severa (como no caso de sua batida) uma vez que o benefício não é financeiro, isso mesmo Quem da bola pra isso?

Share this post


Link to post
Share on other sites

cara, minha piaxão começou quando eu tinha 15 anos, dirigi um 206 zero bala do meu tio, hoje tenho 27 anos, e na epoca eu ja falei por meu amigo, quando puder vo comprar um 206, sempre fui luco pelo 206, e até hoje ele tem coisa que nenhum outro "popular" tem, o meu é modelo presence, é mais basico, mas ja me deixa muito feliz em dirigir ele, vivo mimando o carro, comprei ele meio judiado de lata, tipo raladinhos e batidinhas de potas... mas a mecanica, que ao meu ver é mais importante, estava quase perfeito, com 42 mil rodados, ja tem um ano que to com o carro, a unica coisa mais cara que troquei foi embreagem, pq o carro ficava muito parado e o rolamento perdeu lubrificação, e parou por ai...... agora estou louco para comprar um 307.... meu proximo desejo a se realizado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, você já leu um livro chamado o Segredo? Mesmo que não tenha lido, sua fissura por um 307 vai se tornar realidade! Mas para isso vais ter que continuar louco e botar uma foto dele no teto do seu quarto e ficar olhando quando for dormir ou acordar, assim vem mais rápido! Hummm, rolamento sem lubrificação por ficar parado??? Acredito que o antigo dono dirigia com o pé descansando na embreagem, aí sim, vai pro saco com 40 mil ou menos.... Também comprei o CC todo raladinho e com 105 mil KM mas, tirando os raladinhos e outras feridinhas de mal trato, nada tive que fazer.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

cara não li ainda, mas vou tentar ler esse livro...... sobre a embreagem tbm não acredito por tempo, mas sim por terem dirigido com o pé na embreagem, mas enfim.... acredito e com fé em deus esse ano eu comprou o meu 307.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha história com a Peugeot começou lá em meados de 2000/2001 quando meu irmão comprou um 306xsi azul... carro lindo pena que teve um problema sério na suspensão dianteira e teve que ser devolvido a garagem na troca por um Gol GTi GII. Mas a paixão permaneceu...

 

Em 2004 veio um 206 Feline 1.4

Em 2006 veio um 206 Sensation 1.4

Em 2009 foi a vez do 206 Feline 1.4 dar a vez p/ um 307 Presence Pack 1.6

Em 2010 o Sensation foi embora e chegou um 206sw Feline 1.6

Ainda em 2010 chegou na empresa uma Boxer 2.8 Turbo

E por fim em 2012 o 206sw Feline deu a vez a volta da antiga paixão: 306 1.8 Rallye (que ficará comigo até virar pó pois não pretendo sob hipótese nenhuma vendê-lo)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha historia com a Peugeot comecou em 2006, quando tirei a minha carta...Fiz todas as aulas e literalmente aprendi a dirigir em um Pug...um 206 1.0, porem no dia da prova me deram um Gol G3..Pqp quase que eu nao passo hahaha mas passei, habilitado fui com meu pai atras de um possante, 206 era o alvo obviamente, mas infelizmente nao rolou..Acabei pegando um corsa super 1998, que foi meu grande companheiro durante 6 anos, sabe aquele carro que voce quer deixar para os teus netos? entao o meu era esse corsa.

 

Mesmo durante os 6 anos dirigindo meu fiel companheiro o 206 nunca me saiu da cabeca, sempre que tinha a oportunidade dirigia o feline do meu amigo e dizia aos meus pais que um dia ia comprar um daquele, que ate os meus 25 anos ia dar um 206 para meus pais...O tempo passou, nem me lembrava da promessa que eu havia feito aos meus 19 anos..O universo conspirou e esse ano acabei trocando o meu corsinha em um 307 presence, sem querer cumpri o que prometi..Hoje aos 24 anos consegui comprar o carro para os meus pais (nao eh um 206 mas acho que ainda vale neh? hahaha) e divido com eles,,dirijo com muita alegria o meu tao sonhado peugeot!

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A minha história com o peugeot é bem curta rsrrs

Antes de tirar a carta (nem idade eu tinha para isso rsrs) eu sempre ficava de olho nos 206 que passavam pela rua, imaginando se um dia eu ia conseguir comprar um :fovhappy:

Passou pouco tempo e lançaram o 207...cara, gostei muito do carro, e dai o meu sonho de consumo se tornou o 207

tirei a carta, mas nao tinha grana para comprar, entao esperei hauhasuhas :tabom:

Final de 2010 resolvi ir nas CC's atras de um carro popular (era so oq podia pagar)....vi o fiesta, palio, gol, celta, corsa...gostei dos carros, mas nada de mais...a ultima loja q fui: Peugeot...e foi de la mesmo que sai sem dinheiro kkkkkk

Vi um 207 preto, 2010 (zero bala), sem comparação com os outros (concorrencia) que tinha visto, estiloso, motor 1.4 (os demais q tinha visto era 1.0 pois era oq podia pagar :haha: ). Depois do test drive pensei: É esse mesmo huashuashusah. Fiquei um tempao negociando ate q fechei negócio :fuckyeah:

 

Estou com ele ate hoje, e nao pretendo me desfazer tao cedo.

Edited by Leandro02

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fantástico! a lista de simpatizantes, amantes ou fissurados por Peugeots aumentando, vendo pelos posts de quem não gosta verifica-se que a maioria o faz por falta de conhecimento, falta de atendimento ou mal atendimento de concessionárias, que é o "calcanhar de Aquiles" da marca, pelo menos no Brasil, já na Argentina é bem diferente onde os mecânicos estão acostumados e parece que gostam dos Peugeots, como está num post do Mike, explicando a um dos que se decepcionaram com a marca, hoje mesmo fui parado por um vizinho que pergunto-me pela performance da Hoggar, não conhecia a marca, mas sua esposa o havia solicitado que falasse comigo já que a pickup está muito bem conservada e ela havia gostado muito do design, dei meu depoimento e parece que teremos mais um sócio em pouco tempo, mesmo assim a Peugeot não me dá comissão.......

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que o que mais injustiçou a peugeot foram os antigos donos que tinham carros do tipo gol, que é só entrar e andar, o que não ocorre com peugeot por exemplo, em que o dono tem que fazer todas as revisões certinho e etc, brasileiro não é acostumado a cuidar de carro, ele é acostumado a colocar combustivel e mais nada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso! Aqui no Rio o pessoal não dá manutenção pensando que a maresia vai estragar mesmo ou vai perder a hora da praia, diferente de Sampa, ou Campinas onde a moçada, já que não tem praia, se diverte cuidando mais da caranga, daí a quantidade enorme de oficinas top em Sampa e Interior, eu mesmo fui comprar uma Hoggar em Nova Friburgo e o Feline do meu irmão achei em Americana (SP).....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, antes do meu 307, tinha um Fiat Brava...tirei ele 0k me me acompanhou de 2001 até 2008, vendo a TV me deparei com aquela propaganda do 307 sedan, onde tudo que a pessoa fazia, ele fazia igual, mercado, passeio, etc.... a musiquinha ficou na minha cabeça, e o carro me encheu os olhos! Onde eu ia, estava lá um 307! Putz, eu tinha que comprar um! Trabalhei durante um ano inteiro até juntar o valor da diferença entre o Brava e o 307HB PP 2007 (seria usado lógico...). No fim de 2009, minha empresa estava com um grande trabalho em Campos e dava pra pagar 38k em um. Conversando com meu corretor de seguros, que é um grande amigo, ele se propôs a ficar com meu Brava e procurar um 307 pra mim.... com a grana seria um PP 1.6 com certeza! No mesmo dia da conversa, ele me liga e diz que tem um Feline HB 2.0 manual 2008 novinho no Rio de Janeiro!! Fiquei doido, mas o valor era maior do que poderia pagar, fiquei triste... queriam 43k. Acho que ele estava mais empolgado que eu, pois fez de tudo pra que fosse ver o carro, se propôs até a me levar naquela tarde mesmo! Pois bem, fomos até ao Rio e chegando na Rio Tokio, de Botafogo, o 307 estava lá, perfeito... mas com uma placa de VENDIDO no pára-brisa... desanimei na hora, pois tínhamos chegado tarde demais. Dei meia volta e disse ao meu amigo: - Já está vendido.... e ele: Vendido pra vc! Já reservei pra vc! E olha, se vc não comprar, eu compro, porque ele está zerado!!

 

Fechei negócio na hora, nem liguei o carro pra pelo menos ver como ele estava de motor e tal, nem andei nele sequer! Paguei à vista e peguei o carro no outro dia! Detalhe, ele me levou novamente no Rio para pegá-lo! Tô com ele até hoje, sem nenhum problema!! Eu ando nele e sinto orgulho de ter um 307 deste porte.

 

Engraçado que um mês depois fui no escritório, e conversando observei uma chave canivete igual a minha na mesa dele. Rapidamente perguntei: - Esta chave é de um 307?? , ele riu e disse que tinha comprado um igual, só que preto!

 

 

Agora em 2013, a cerca de um mês, um outro amigo da família, disse que estava vendendo um dos carros dele, era único dono, comprou 0km, mas pegou no acordo de divórcio com sua ex-esposa. Era um 206 SW Feline 2006. Pensei: Caramba, minha esposa quer um carro, quem sabe?? Falei com ela e na hora topou em pegar o carro (ela queria um celta, mas convenhamos né???) Fechamos o acordo de compra e hoje estamos com o carrinho. Vcs acham que eu iria deixar ela comprar algo que não fosse um Pug???

Edited by MarceloTuningSA
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marcelo, já ví depoimentos de amantes de Peugeot pelo: 1) Design, 2) Conteúdo Tecnológico, 3) Conteúdo de Mimos, 4) Potencia do motor, 5) Condução, 6) Preço adequado ou melhor compra, etc..., agora, pela musiquinha do anúncio, realmente é inusitado (brincadeira...)! Parabéns pelos 2, estamos contribuindo para aumentar o número de pessoas de bom gosto no mundo.....

Edited by FFJunto

Share this post


Link to post
Share on other sites

O meu, um Soleil 2003 1.6 16v, eu peguei meio judiadinho. O carro nunca soube o que é polimento e tinha muitas marcas de cocô de pombo.

O carro era único dono (dona no caso) e por ela estar um pouco velhinha nem andava mais com o carro, então seu marido foi em uma garagem e deu o carro dele (um gol) e esse 206, e pegou um Corolla 2011.

 

Cheguei na garagem 2 dias depois dessa troca, e me deparei com esse fulaninho, todo "cagado" com micro-amassados nas portas (ficou um tempo parado na garagem de um condomínio, aí ja sabe né), faróis amarelados e insulfilme roxo.

Passei direto e fui nos Celtas...kkkk :haha:

 

Nenhum me agradou e antes de eu sair o vendedor que era conhecido me falou desse 206. Olhei e dei risada..

Mais conversando e vendo os itens e a motorização, o histório de manutenção feito só na CC, vários recibos da tal, bancos de couro bem tratados e ar gelando no talo.. acabei me interessando mais...

O preço estava muito convidativo bem abaixo da tabela.

 

Então pedi pro meu pai (mecânico) dar uma olhada, motor zero, suspensão zerada, estrutura do caro perfeita. Chamei a vistoria e checaram todo o carro.. tudo original, nenhuma batida, nada, nada, nada..

Ele só precisava de um dono.

 

Completando 2 anos com o carro e o que tenho a dizer é só alegria. Tive problema na suspensão trazeira, troquei o rolamento por buchas, zerou. Tive problema na trizeta, troquei e zerou.

Manutenções simples e baratas para um carro com 10 anos que só me dá alegria.

 

Comparo esse carrinho ao Herbie, que ninguem queria, mais debaixo da quela escrotidão estava escondido um carro excelente.

 

 

Obs.: Sei da história do carro não pelo vendedor e sim pq olhando no manual de manutenção vi o endereço da antiga dona e entrei em contato com ela pra saber como tinha sido as manutenções, etc..

Ela me disse também que ela tirou o carro na concessionária pois o marido dela estava com problemas de coluna e precisava de um carro mais confortável para leva-lo aos diversos médicos, e que meses depois ela ficou desempregada, mais nunca deixou de fazer as manutenções do carro na concessionária, como mandava no manual.

A danadinha tb faz um bolo prestígio que é de lamber os beiços :confianteup:

Conversei por horas com ela, e prometi cuidar do "pretinho" (como ela o chama carinhosamente) como se fosse meu filho.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marcelo, já ví depoimentos de amantes de Peugeot pelo: 1) Design, 2) Conteúdo Tecnológico, 3) Conteúdo de Mimos, 4) Potencia do motor, 5) Condução, 6) Preço adequado ou melhor compra, etc..., agora, pela musiquinha do anúncio, realmente é inusitado (brincadeira...)! Parabéns pelos 2, estamos contribuindo para aumentar o número de pessoas de bom gosto no mundo.....

 

Huahuhauhauhuaa... este itens acima já tinham sido os fatores decisivos para compra, a música foi a arremate final. Isso tudo ele já tinha a mais que os outros carros, com certeza! Um amigo meu tinha um Stilo, e sempre falava que era isso e aquilo, quando comprei o 307 eu fui na casa dele e deixei ele dar uma voltinha, ele ficou doido!

 

Outro amigo meu comprou um Gol 2010 0km 1.6, achando que estava fazendo um excelente negócio, (pensamento de Gol né, é ótimo e tal...), aí um dia dei carona pra ele. No meio da conversa ele pergunta:

 

- Oq é isso no pára brisa?

 

e eu:

- Sensor e chuva...., notei que ele fez aquela cara de paisagem pensando oq seria aquilo. Expliquei com calma tudo que o carro tinha, lógico que demorei.....

 

e ele perguntou novamente:

- Mas então este carro é Top de linha?,

 

e eu:

- Não!! Este é o intermediário ( Feline), ainda existia o Griffé...,

 

Ele ficou espantado e perguntou:

- Mas este carro é que ano??

 

Rindo, respondi:

-2008...

 

-Porra!!! Meu carro é 2010 e num tem nada disso!! Paguei 43k nele!!!

 

Nem preciso dizer oq eu pensei na hora né.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marcelo, isso! Quando me perguntam porque gosto de meus Peugeots eu começo explicando que já fui mecânico (formado) antes de enveredar pela Engenharia Química e que nunca, em nenhum momento de minha vida, deixei de gostar de carros, mesmo quando tive que acompanhar de longe, como nos últimos anos, quando a tecnologia embarcada deu um tremendo salto e eu fiquei, é claro, totalmente desatualizado, isso até comprar o primeiro Peugeot em 2008, primeiro só porque tinha automático e estava dentro do budget que eu tinha no bolso, logo depois, passada o prazo de garantia, fazendo a revisão em oficina de um amigo é que êle teve a paciência de me mostrar as qualidades embarcadas no carro, aí o encanto começou, passei, com mas tempo a entender e degustar os mimos e a forma de conduzir, o motor 1.6 "enchendo" depois dos 3200 giros e deixando até 1.8 na poeira, passei desse para o encanto do Cabriolet e a utilidade da Hoggar.... não tem volta, daquí só para clube dos antigos....

Edited by FFJunto

Share this post


Link to post
Share on other sites

BlackBox, grato parabéns pela estória e pela compra do Pretinho! A compra do auto do meu mano foi mais ou menos assim como a sua, sendo que o antigo dono não era cuidadoso com a lata e o auto estava bem rodado (105 mil) mas estranhamente mecânicamente o carro estava íntegro e bem, mas bem mesmo abaixo da tabela. O pessoal que vendeu nem se importaram se eu levei o auto para oficina de amigo e com pequenos ajustes o Feline 1.6 deu seu ronco e mostrou na Dutra quem estava no comando, de lá para cá foram 2 Michelin, 2 bieletas, filtros, óleo e uma bateria, no mais o Mano precisa fazer algo na lata e soldar os terminais da seta (problema crônico que ainda não aconteceu nos meus Felines, todos com mais de 110 mil km).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Complementando, estes dias que vi a maior coincidência nos dois Pugs que temos. Meu 307, a placa é 2022, e agora, quando fui fazer a vistoria do 206SW da patroa, vi que a placa é 2052! Acho que tinha que ser nosso mesmo! hehehehe...

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tinha um Corsa Hatch Maxx, tirado zero em novembro de 2005.

Em agosto de 2008, um amigo meu apareceu com um 307 2.0 AT Rallye 2004/05, com 20.000km rodados. Era vermelho. Andei no carro, gostei pra caramba. E quando voltei pro meu, eu disse: que merda de carro! :mas:

 

Bem, decidi! Vou comprar um 307 IGUAL! :fuckyeah:

 

E lá fui procurar um nas revendedoras da Barra. Isso em setembro de 2008.

Procurei. Quase desistindo, na Saint Germain, CCS Citroen da Barra, (e coincidentemente o local onde meu amigo comprou o dele) quase indo embora, achei um no canto. Ainda nem estava na tabela. Era IGUAL em todos os sentidos: Rallye, 2.0 AT, 2004/05 (emplacado em março de 2005 e com todas as revisões no manual). Menos na cor, que era cinza fer. Quando eu disse igual, até a quilometragem: 21.625km e o número do chassis, diferenciava em 400, somente. Ou seja, mesmo lote. Isso foi no dia 03/09/2008, quarta-feira.

 

Bem, aí houve uma oportunidade para pegar um 307 SD 2.0 manual.

Explico: quando estive lá, o vendedor que atendeu meu amigo não estava. Veio um velho safado, que só porque eu estava "largado", achou que eu não faria negócio. Eu estava com o Corsinha, não iria oferecer na troca e compraria à vista. Mas mesmo assim, o cara foi incrédulo.

De fato gostei do carro, mas precisaria tirar o dinheiro da aplicação.

 

Bem, fui pra casa e esse meu amigo mandou eu ligar para o vendedor que atendeu ele. Liguei no mesmo dia, e o cara me disse que tinha um 307 SD 2007 entrando, com 35k km 2.0 manual. Azul China. Mas que ele atravessava a venda (diretamente para o dono) e eu pagaria o mesmo preço do Rallye 2004/05. Sendo 36k pro dono e 1k pra ele. Achei justo. Lembrando que o preço do Rallye era 37k.

 

Liguei pro dono do SD, fui lá ver o carro na sexta-feira, dia 05/09/2008. Gostei do carro, estava zero. Disse que fecharia, mas senti o dono meio travado.

Enfim, esperei até quarta-feira, dia 10/09/2008. O cara me enrolando e eu com medo de perder o negócio e o Rallye, que estava lá na CCS.

Até que o cara amarelou. Na mesma hora liguei para o vendedor e perguntei se o Rallye ainda estava lá. ESTAVA!

 

Na sexta-feira, dia 12/09/2008, fui lá e fechei negócio. Engraçado foi o outro vendedor, que não acreditou em mim quando disse que ia comprar, se fazer de meu amigo. Disse pra ele que como ele não ligou a semana toda, presumi que ele não levou fé que eu compraria. :bwahaha:

 

Desde então, estou muito feliz com o carro. Hoje está com 81k km, manutenido, bem cuidado e a patroa vai andar de carro zero e eu com ele.

Nem ligo. De fato, ele só sairá da família por um valor tentador.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tinha um Corsa Hatch Maxx, tirado zero em novembro de 2005.

Em agosto de 2008, um amigo meu apareceu com um 307 2.0 AT Rallye 2004/05, com 20.000km rodados. Era vermelho. Andei no carro, gostei pra caramba. E quando voltei pro meu, eu disse: que merda de carro! :mas:

 

Bem, decidi! Vou comprar um 307 IGUAL! :fuckyeah:

 

E lá fui procurar um nas revendedoras da Barra. Isso em setembro de 2008.

Procurei. Quase desistindo, na Saint Germain, CCS Citroen da Barra, (e coincidentemente o local onde meu amigo comprou o dele) quase indo embora, achei um no canto. Ainda nem estava na tabela. Era IGUAL em todos os sentidos: Rallye, 2.0 AT, 2004/05 (emplacado em março de 2005 e com todas as revisões no manual). Menos na cor, que era cinza fer. Quando eu disse igual, até a quilometragem: 21.625km e o número do chassis, diferenciava em 400, somente. Ou seja, mesmo lote. Isso foi no dia 03/09/2008, quarta-feira.

 

Bem, aí houve uma oportunidade para pegar um 307 SD 2.0 manual.

Explico: quando estive lá, o vendedor que atendeu meu amigo não estava. Veio um velho safado, que só porque eu estava "largado", achou que eu não faria negócio. Eu estava com o Corsinha, não iria oferecer na troca e compraria à vista. Mas mesmo assim, o cara foi incrédulo.

De fato gostei do carro, mas precisaria tirar o dinheiro da aplicação.

 

Bem, fui pra casa e esse meu amigo mandou eu ligar para o vendedor que atendeu ele. Liguei no mesmo dia, e o cara me disse que tinha um 307 SD 2007 entrando, com 35k km 2.0 manual. Azul China. Mas que ele atravessava a venda (diretamente para o dono) e eu pagaria o mesmo preço do Rallye 2004/05. Sendo 36k pro dono e 1k pra ele. Achei justo. Lembrando que o preço do Rallye era 37k.

 

Liguei pro dono do SD, fui lá ver o carro na sexta-feira, dia 05/09/2008. Gostei do carro, estava zero. Disse que fecharia, mas senti o dono meio travado.

Enfim, esperei até quarta-feira, dia 10/09/2008. O cara me enrolando e eu com medo de perder o negócio e o Rallye, que estava lá na CCS.

Até que o cara amarelou. Na mesma hora liguei para o vendedor e perguntei se o Rallye ainda estava lá. ESTAVA!

 

Na sexta-feira, dia 12/09/2008, fui lá e fechei negócio. Engraçado foi o outro vendedor, que não acreditou em mim quando disse que ia comprar, se fazer de meu amigo. Disse pra ele que como ele não ligou a semana toda, presumi que ele não levou fé que eu compraria. :bwahaha:

 

Desde então, estou muito feliz com o carro. Hoje está com 81k km, manutenido, bem cuidado e a patroa vai andar de carro zero e eu com ele.

Nem ligo. De fato, ele só sairá da família por um valor tentador.

 

 

Eu comprovo! E daqui a pouco posto a estorinha do meu. haha.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa McQuade! O proprietário do Azul China amarelou porque deve ter sentido uma dor imensa de desfazer de seu PUG, não tem outra explicação....ainda não ví seu 307, proxima vez que for passar no Denis vamos ver se encontramos (hoje estive lá e encontrei 4 sócios do Clube com seus respectivos carangos, além do Denis e uma manada de PUGs fazendo reparos/revisões) Grande abraço.

Marcelo, grato, aguardamos seu depoimento de como e porque gosta de seu PUG

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Huahuhauhauhuaa... este itens acima já tinham sido os fatores decisivos para compra, a música foi a arremate final. Isso tudo ele já tinha a mais que os outros carros, com certeza! Um amigo meu tinha um Stilo, e sempre falava que era isso e aquilo, quando comprei o 307 eu fui na casa dele e deixei ele dar uma voltinha, ele ficou doido!

 

Outro amigo meu comprou um Gol 2010 0km 1.6, achando que estava fazendo um excelente negócio, (pensamento de Gol né, é ótimo e tal...), aí um dia dei carona pra ele. No meio da conversa ele pergunta:

 

- Oq é isso no pára brisa?

 

e eu:

- Sensor e chuva...., notei que ele fez aquela cara de paisagem pensando oq seria aquilo. Expliquei com calma tudo que o carro tinha, lógico que demorei.....

 

e ele perguntou novamente:

- Mas então este carro é Top de linha?,

 

e eu:

- Não!! Este é o intermediário ( Feline), ainda existia o Griffé...,

 

Ele ficou espantado e perguntou:

- Mas este carro é que ano??

 

Rindo, respondi:

-2008...

 

-Porra!!! Meu carro é 2010 e num tem nada disso!! Paguei 43k nele!!!

 

Nem preciso dizer oq eu pensei na hora né.....

 

VOCÊ : :pfftch: :bwahaha: :sefudeu:

 

ELE: :pokerface: :santodeus: :fovalone:

 

 

 

 

kkkkkkkkkkkkkkk!!!! Esses golzeirossss.... :thumbdown:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Verdade, mas o Gol tem seu mérito por ser alemão, para quem gosta de uma tocada meio barro, meio tijolo, mais para tijolo, não liga muito para conforto e é mais do tipo botar gás e só parar quando a caranga chia, pode dar certo.....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×