Jump to content
Sign in to follow this  
jonathangrag

Farol Baixo Passa A Ser Obrigatório

Recommended Posts

O uso do farol baixo por veículos durante o dia vai se tornar obrigatório. A norma, proposta pelo projeto de lei 5070/13, do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

Pela proposta, o descumprimento da norma será considerado infração média, com perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação e multa de cerca de R$ 85.

Como a proposta já foi aprovada por todas as comissões da Câmara e tramitava de forma conclusiva, ela agora deve seguir para revisão no Senado.

O uso do farol baixo durante o dia já é recomendado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). No entanto, segundo Bueno, praticamente nenhum motorista acata á recomendação.

Usar o farol baixo durante o dia já é obrigatório em túneis.

 

http://www.estadao.com.br/jornal-do-carro/noticias/servicos,farol-baixo-durante-o-dia-sera-obrigatorio,25696,0.htm

 

-

 

Será que a luz diurna já vale?

  • Downvote 19

Share this post


Link to post
Share on other sites

Costumo andar com a lanterna acesa durante o dia, mas farol é meio exagero e sei lá, não sei em até que ponto isso evitaria acidentes

 

Preparando os bolsos pra ter que trocar as lâmpadas mais cedo!

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conforme a cor do carro a luz acesa ajuda, mas na minha opinião, mais um item para a indústria da multa.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu geralmente ando com o milha (que no peugeot aciona o baixo junto) entre 6 e 7 e entre 17 e 18:30 que são horários que o sol mais cega. Aprendi na auto escola, uahauhha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

acho meio desnecessário andar com farol baixo dentro de cidade entre 8 e 17h...deve ser só mais um item para a industria da multa ficar de olho...

Share this post


Link to post
Share on other sites

O deputado citado deve ter empresa de lâmpadas, certeza.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos Estados Unidos e Uruguai já é assim...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nesse caso, eu tenho que dar razão ao nobre deputado. É fato comprovado por diversos estudos que, independente da cor, o carro fica mais visível durante o dia com faróis acesos, principalmente quando o motorista do outro carro dá aquela olhada de relance no retrovisor pra mudar de faixa, ou vai fazer uma ultrapassagem em via de mão dupla. Por isso que na Europa o DRL se difundiu (não sei se por força de lei ou não), visto que quase todos os carros de lá têm DRL com led, que é bem forte. Como aqui a maioria dos carros NÃO tem DRL, usa-se como alternativa os faróis.

 

Eu não vejo problema, é só girar um botão. A parte complicada vai ser internalizar essa atitude.

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Costumo andar com a lanterna acesa durante o dia, mas farol é meio exagero e sei lá, não sei em até que ponto isso evitaria acidentes

 

Preparando os bolsos pra ter que trocar as lâmpadas mais cedo!

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Lanterna durante o dia não serve pra nada, muita claridade, ninguém vê.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Eu geralmente ando com o milha (que no peugeot aciona o baixo junto) entre 6 e 7 e entre 17 e 18:30 que são horários que o sol mais cega. Aprendi na auto escola, uahauhha.

Milha é para ser usado sob neblina ou cerração, o uso fora dessas condições é passível de multa, cuidado.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

acho meio desnecessário andar com farol baixo dentro de cidade entre 8 e 17h...deve ser só mais um item para a industria da multa ficar de olho...

Concordo, mas na estrada muita gente já usa, inclusive eu.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Somente em rodovias, postagem errada!

http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/uso-diurno-farol-baixo-deve-se-tornar-obrigatorio-rodovias-901100.shtml?fullsite

 

77fdde263ddc10a730f59894c035457d.jpg

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Edited by guinepal
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Resumindo, pra que adianta ter carro com acionamento automatico de farol.

Já deixa ligado e boua... kkkkkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

É igual a comando automático de fechamento dos vidros pela chave pra mim. Só ando com todos fechados....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Direto da fonte: www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=565888

 

Em rodovia começa a fazer sentido

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Somente em rodovias, postagem errada!

http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/uso-diurno-farol-baixo-deve-se-tornar-obrigatorio-rodovias-901100.shtml?fullsite

 

77fdde263ddc10a730f59894c035457d.jpg

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Tem que por a culpa no Estadão... Kkkkkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em rodovia sou a favor.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me perdoem mas acho palhaçada.... so mais uma coisa pra tirarem dinheiro da gente...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em rodovia sou a favor 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sou a favor nos dois. Cidade e rodovia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Milha é para ser usado sob neblina ou cerração, o uso fora dessas condições é passível de multa, cuidado.

 

Já que corrigiu o amigo acima tem que ser certo o farol de milha Como possui o foco bem concentrado, ele pode prejudicar a visão dos demais motoristas, por isso, só deve ser utilizado quando realmente necessário. e funciona normalmente quando o baixo está aceso, Pode ser instalado na mesma altura do faróis ou acima deles. Farol de milha é para longas distância e neblina é para perto, seu foco é disperso horizontalmente e a luz se espalha como se fosse um leque em frente o veículo, por isso, ele é instalado o mais perto possível do solo. :)

 

Se usar o milha na neblina não vai ver nada além de um clarão na sua frente!

Edited by Mayllon

Share this post


Link to post
Share on other sites

Farol de milha é o termo errado e popular, quase nenhum carro possui hj em dia.

Sei a diferença, mas todo mundo chama de milha o farol de neblina.

O de milha é muito usado em rallys, no antigo gol GTS/GTI tinha.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nesse caso, eu tenho que dar razão ao nobre deputado. É fato comprovado por diversos estudos que, independente da cor, o carro fica mais visível durante o dia com faróis acesos, principalmente quando o motorista do outro carro dá aquela olhada de relance no retrovisor pra mudar de faixa, ou vai fazer uma ultrapassagem em via de mão dupla. Por isso que na Europa o DRL se difundiu (não sei se por força de lei ou não), visto que quase todos os carros de lá têm DRL com led, que é bem forte. Como aqui a maioria dos carros NÃO tem DRL, usa-se como alternativa os faróis.

 

Eu não vejo problema, é só girar um botão. A parte complicada vai ser internalizar essa atitude.

 

 

:confianteup::confianteup::confianteup:

 

Concordo absurdamente.

 

 

 

Eu tenho por hábito usar os faróis acesos todos os dias, mesmo quando vou levar o mini-mike pra escolinha.

 

É um costume, ligo o carro, acendo o farol, coloco o cinto.

 

 

Essa questão da durabilidade da lâmpada é ser miserável demais :coolface::coolface: :haha: :haha: :haha:

 

Tenho meu carro a 5 anos, troquei a lampada duas vezes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também tenho o hábito de andar com os faróis acesos, e acredito que isso já tenha me ajudado em algumas situações, especialmente em ruas bem arborizadas e quando o outro carro tem insulfilm, pois meu Moon é preto.

 

Uma coisa legal é que usando o Scanner com o PPS2000 há a opção de "Luzes Diurnas", que nada mais é do que o farol baixo acionar sempre que o carro der a partida. Assim, caso se torne obrigatório mesmo andar de dia com o farol baixo, é uma opção pra quem ainda não adquiriu o hábito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deviam multar essas pessoas que andam com o farol de neblina traseiro aceso na cidade. Incomoda muito, falta de noção total.

 

E concordo com os faróis acesos de dia, cidade ou estrada, problema é esse monte de farol desregulado que tem por aí, pqp.

  • Upvote 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desde quando peguei a estrada pela primeira vez na vida que ligo o farol do carro, muitas pessoas já tem essa atitude, vc fica muuuuuito mais visível, ainda mais se tratando de rodovias que a velocidade é muito maior, um carro com farol apagado demora muito mais pra ser identificado que um com farol ligado, principalmente os de cor preto cinza e prata.

 

Sou 1000% a favor.

Edited by RafaelRRc

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na cidade sou contra: Atrapalha a visualização da seta e prejudica a visualização das motos, isto é, motos + carros, todos com farol ligado acaba tirando o realce do farol da moto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na cidade sou contra: Atrapalha a visualização da seta e prejudica a visualização das motos, isto é, motos + carros, todos com farol ligado acaba tirando o realce do farol da moto.

Boa, tb acho desnecessário na cidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nas rodovias acho muito importante, mas na cidade, cocordo com Zyon, completamente inútil.

 

Enviado de meu LG-D855 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei a iniciativa legal, apesar de realmente atrapalhar um pouco as motos. O mais legal é que a polícia vai começar a pegar os babacas com xenon xing-ling de dia também. Quem anda muito em estrada a noite sabe como essa raça é um perigo para os demais motoristas.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei a iniciativa legal, apesar de realmente atrapalhar um pouco as motos. O mais legal é que a polícia vai começar a pegar os babacas com xenon xing-ling de dia também. Quem anda muito em estrada a noite sabe como essa raça é um perigo para os demais motoristas.

Acho que não é só xenon não hein... o que tem de galo cego com farol original desregulado tb vo te contar viu!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na cidade acho desnecessário e nas estradas é muito bom pois realmente ajuda na visualização mais fácil dos veículos. Inclusive sempre os LIGO em estrada e na cidade só qnd está chovendo ou muito nublado.

 

Enviado de meu XT1025 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não vejo diferença nenhuma nos DRL's dos faróis para o farol baixo.

Já temos vários acesos na cidade e não sinto atrapalhar a visualização das motos. Quando vejo a luz perifericamente eu procuro o que é nos espelhos na hora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que não é só xenon não hein... o que tem de galo cego com farol original desregulado tb vo te contar viu!

 

Proibição de xenon é o único jeito de acabar com o pessoal que não regula o farol, ou, pior, insiste em colocar xenon em carros com farol cuja lente já está opaca, ou, pior ainda, em farois com lente de vidro ranhurado, como Uno antigo, Monza, etc. (!!!!!!!). Xenon nessas condições só serve para cegar os outros, por que DIMINUI a visibilidade.

 

Uma vez estava de bobeira numa oficina que frequento e presenciei o cara desembolsar 180 reais pelo kit + 80 pela instalação. Ao final, o auto-elétrico falou: "agora o sr. dá uma passada no autocenter ali na outra quadra e pede pra ele regular o facho, que não tenho como fazer isso aqui. Custa 14 reais para os dois faróis e leva menos de 10 minutos.". Fiquei olhando: o imbecil foi embora direto, com o facho daquela merda PARA CIMA, sendo que o certo é alguns graus PARA BAIXO - ou seja, estava regulado como se fosse LUZ ALTA. Lamentável.

 

Sempre gostei de usar xenon - tive em todos os meus carros, 6000K, impecavelmente regulado e com o farol sempre limpo - mas achei ótimo proibir. Acho que a multa devia ser muito mais alta, inclusive.

 

Abraço,

Martin

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aumentar a multa por causa do xenon não resolve, tem de haver fiscalização e aplicação do que manda a Lei tanto para xenon como faróis desregulados. Por isso não funciona.

 

Voltando ao tópico, como o Duzinfa postou, é fato que faróis acesos durante o dia melhora a visualização dos veículos. Na cidade tbm acho válido, principalmente com os porra loca desses motoboy do cacete andando feito doidos que acham que são um VR da vida, as vezes o cara ta tão vidrado no que ta fazendo ou tentando no menor tempo possível que fazem muita merda, pois dependendo da cor do veículo em contraste com o fundo dificulta a percepção de distância.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Novidades!

 

"O Senado aprovou o projeto de lei que torna o uso de farol baixo obrigatório durante o dia. O projeto, que já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados, segue agora para a sanção presidencial. Pela proposta, o descumprimento da norma será considerado infração média, e a multa será de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. De certa forma o projeto altera o Código de Trânsito Brasileiro, pois atualmente só é exigido o uso de farol durante a noite e em túneis, independentemente do horário do dia. O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) foi o responsável pela PL, relatada por José Medeiros (PSD-MT). O parlamentar afirma que a ideia é reforçar a segurança nas estradas:

 

“Trata-se da imposição de um procedimento bastante simples e de baixo custo que poderá aumentar a segurança nas estradas e assim contribuir para a redução da ocorrência de acidentes frontais nas rodovias e, consequentemente, salvar inúmeras vidas”, defendeu Medeiros."

 

http://oficinabrasil.com.br/noticia/pitstop/lei-aprovada-no-senado-exige-o-uso-de-farol-baixo-durante-o-dia

 

Algumas conclusões:

- Nosso parlamento ainda tá trabalhando (incrível dado o momento do país)

- Pesquisando rapidamente o PL a obrigação é somente PARA ESTRADAS E RODOVIAS, não sendo obrigatório o uso na cidade! Ainda bem.

- A multa até que é branda, então para ter efetividade a obrigação vai ter que ser muito bem fiscalizada

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sou totalmente a favor, afinal, o motorista não precisa mudar nada além da mentalidade para se adequar à nova regra. Meu avô sempre me ensinou a dirigir com o farol aceso a qualquer hora do dia, então já tenho o hábito há anos.

 

O mais legal é que com o aumento da fiscalização vão acabar pegando muitos carros "caolhos" e com xenon irregular, tirando esse bando de doido das vias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na cidade particularmente acho desnecessário, eu ando só com a lanterna ligada durante o dia e é suficiente pra ganhar um pouco mais de visibilidade... Farol pra trechos com velocidade máxima de 50 km/h só serviria pra confundir os carros com as motos (essas sim precisam de toda a visibilidade do mundo), como disseram acima...

 

Eles deviam de fato aumentar a fiscalização nesse ponto. Canso de ver durante a noite carros com o farol baixo muito alto, com xenon estridente ou lâmpadas queimadas, os donos relapsos não fazem ideia de como isso atrapalha

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sempre utilizei os faróis baixos ligados em estrada. Essa questão de custo da lâmpada foi brincadeira, né? Comprei um para de H7 Philips esses dias a R$ 55,00.... :pokerface: Trata-se de um hábito tão simples quanto usar o cinto de segurança.

 

Agora, os faróis baixos ligados fazem uma diferença medonha naquela situação em que você está viajando em uma estrada com uma reta enorme (Goiás ou norte de MG), sol a pino, asfalto fumegando e você não enxerga nada além de uma cortina de vapor à sua frente, tudo embaralhado, tipo miragem no deserto. Se o carro que vem em sentido contrário estiver com faróis apagados é impossível enxergá-lo antes dos 200m. Já com os faróis acesos, a visibilidade passa para 1km ou mais. Isso faz toda diferença no momento de uma ultrapassagem em pista simples.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hahah, pra mim e pra muita gente do fórum talvez seja um gasto besta, mas fala pro tio do Chevette que anda dois meses com um farol só que ele vai ter que trocar mais cedo as lâmpadas dele... É uma questão polêmica e com certeza vai ter gente reclamando.

 

E no caso, claro, de a obrigatoriedade valer pra dentro da cidade também. Como é só pra rodovia não faz diferença alguma.

Edited by caio.curvelo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hahah, pra mim e pra muita gente do fórum talvez seja um gasto besta, mas fala pro tio do Chevette que anda dois meses com um farol só que ele vai ter que trocar mais cedo as lâmpadas dele... É uma questão polêmica e com certeza vai ter gente reclamando.

 

E no caso, claro, de a obrigatoriedade valer pra dentro da cidade também. Como é só pra rodovia não faz diferença alguma.

 

Cara, na minha rua tem justamente um tio do Chevette. O carro do cara dá medo de olhar. Não tem pneu, não tem iluminação traseira, só pega no tranco, cospe gasolina crua pelo escapamento, etc., etc., etc.... Isso só pra falar dos problemas visíveis. Vai saber como andam os freios, limpador de parabrisa e outros itens de segurança.

 

Sabemos que, infelizmente, a situação de algumas pessoas não permite que seja feita a manutenção MÍNIMA do carro. Penso que neste caso a pessoa não poderia jamais ter um carro, ou deveria adquirir um cujo custo de manutenção caiba em seu orçamento. Isto soa um pouco egoísta, alguém vai me dizer que o cara pode ser pai de família e depender do carro para sustentá-la. Mas, e se um belo dia uma tralha destas perder o freio e atravessar um sinal de pedestres desgovernado? Quantos pais e mães de família estariam sobre essa faixa de pedestres? É lamentável, mas é a realidade....

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Cara, na minha rua tem justamente um tio do Chevette. O carro do cara dá medo de olhar. Não tem pneu, não tem iluminação traseira, só pega no tranco, cospe gasolina crua pelo escapamento, etc., etc., etc.... Isso só pra falar dos problemas visíveis. Vai saber como andam os freios, limpador de parabrisa e outros itens de segurança.

 

Sabemos que, infelizmente, a situação de algumas pessoas não permite que seja feita a manutenção MÍNIMA do carro. Penso que neste caso a pessoa não poderia jamais ter um carro, ou deveria adquirir um cujo custo de manutenção caiba em seu orçamento. Isto soa um pouco egoísta, alguém vai me dizer que o cara pode ser pai de família e depender do carro para sustentá-la. Mas, e se um belo dia uma tralha destas perder o freio e atravessar um sinal de pedestres desgovernado? Quantos pais e mães de família estariam sobre essa faixa de pedestres? É lamentável, mas é a realidade....

Penso exatamente assim. É egoísta e polêmico sim, mas o trânsito não é brincadeira, não dá pra ter dó, infelizmente. Acho muito boa essa lei do farol, afinal, tem gente que não usa nem a noite hahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Cara, na minha rua tem justamente um tio do Chevette. O carro do cara dá medo de olhar. Não tem pneu, não tem iluminação traseira, só pega no tranco, cospe gasolina crua pelo escapamento, etc., etc., etc.... Isso só pra falar dos problemas visíveis. Vai saber como andam os freios, limpador de parabrisa e outros itens de segurança.

 

Sabemos que, infelizmente, a situação de algumas pessoas não permite que seja feita a manutenção MÍNIMA do carro. Penso que neste caso a pessoa não poderia jamais ter um carro, ou deveria adquirir um cujo custo de manutenção caiba em seu orçamento. Isto soa um pouco egoísta, alguém vai me dizer que o cara pode ser pai de família e depender do carro para sustentá-la. Mas, e se um belo dia uma tralha destas perder o freio e atravessar um sinal de pedestres desgovernado? Quantos pais e mães de família estariam sobre essa faixa de pedestres? É lamentável, mas é a realidade....

 

Quem dirige um carro com pneus carecas, farol queimado, sem luz de freios e outras cretinices, não está nem um pouco preocupado com o risco que isso representa para motoristas e pedestres ao seu redor. Isso sim eu considero egoísmo.

 

Não entendo como a fiscalização é frouxa nesse caso. No trecho da BR101 que passo pelo menos uma vez por semana (perigosíssimo, diga-se de passagem) tem um posto da PRF que fica às moscas. Passa até o carro dos Flintstones e ninguém faz nada - os policiais ficam sempre lá na cabine deles sentados batendo papo. Enquanto isso, nós que gastamos uma grana com manutenção e segurança dos nossos carros, pagamos a documentação em dia, estamos correndo risco dividindo estradas ruins com motoristas malucos e carros caindo aos pedaços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembro que no Paraguai tbm é assim mas não lembro se é obrigatório andar com o farol baixo, a luz de neblina dianteira ou os dois juntos, já na Argentina além dos faróis acesos, precisa de cabo de aço, kit de primeiros socorros e um segundo triângulo(esse vai na frente do carro enguiçado).

 

É importante andar com o farol ligado na estrada de dia, e na cidade uma lanterna ligada já ajuda pois acabo "deixando" os faróis para as motos.Outro item importante que nós proprietários de Peugeot estamos bem acostumados é o pisca-pisca lateral.

 

Mas dai eu me pergunto, o que adianta isso tudo enquanto DEZENAS DE MILHARES de ônibus rodam brasil a fora sem cinto de segurança, aqui no RJ 90% dos ônibus que rodam pelas ruas não tem nem cinto abdominal, é vergonhoso o CTB amparar essa prática, é impraticável andar num veiculo automotor sem cinto de segurança, inclusive vários carros de luxo tipo Subaru Forester sequer trazem alerta de cinto afivelado, lembro que na auto escola a primeira coisa que ensinam ao entrar no carro não é ligar nem nada disso, é afivelar o cinto pra só depois pensar em dirigir.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembro que no Paraguai tbm é assim mas não lembro se é obrigatório andar com o farol baixo, a luz de neblina dianteira ou os dois juntos, já na Argentina além dos faróis acesos, precisa de cabo de aço, kit de primeiros socorros e um segundo triângulo(esse vai na frente do carro enguiçado).

 

É importante andar com o farol ligado na estrada de dia, e na cidade uma lanterna ligada já ajuda pois acabo "deixando" os faróis para as motos.Outro item importante que nós proprietários de Peugeot estamos bem acostumados é o pisca-pisca lateral.

 

Mas dai eu me pergunto, o que adianta isso tudo enquanto DEZENAS DE MILHARES de ônibus rodam brasil a fora sem cinto de segurança, aqui no RJ 90% dos ônibus que rodam pelas ruas não tem nem cinto abdominal, é vergonhoso o CTB amparar essa prática, é impraticável andar num veiculo automotor sem cinto de segurança, inclusive vários carros de luxo tipo Subaru Forester sequer trazem alerta de cinto afivelado, lembro que na auto escola a primeira coisa que ensinam ao entrar no carro não é ligar nem nada disso, é afivelar o cinto pra só depois pensar em dirigir.

 

Essa questão de cintos de segurança em ônibus urbano é pura e simplesmente política. Pense desta forma: para ser exigido cinto de segurança para todos os passageiros de ônibus urbano, é necessário que todos estejam sentados, correto? Mas a capacidade total de um ônibus deste geralmente é dividida em 40% sentados e 60% em pé. Em horários de pico esses veículos chegam a rodar com 150% da capacidade de passageiros. Como transportar todo mundo sentado? Mais ônibus rodando, lógico! Mas aí vem a pergunta: interessa ao empresário colocar mais ônibus na linha, gastar com aquisição e manutenção de veículos, mão-de-obra de motorista e cobrador, combustível, etc. para carregar o mesmo número de passageiros?

 

Quando tiver tempo, entre no site do TSE ou TRE e verifique quem são os maiores doadores de campanha em eleições municipais, para prefeitos e vereadores, das grandes cidades do Brasil. Exatamente! Os empresários do transporte público. Aí você passa a entender também como há capitais do tamanho de Belo Horizonte, por exemplo, que não possuem um metrô decente. Pura e simples falta de vontade do poder público, alimentada pela benevolência destes empresários do transporte na época das eleições. " - A quem interessa um transporte mais eficiente, rápido e confortável?" " -Somente ao povo, né? Então deixa pra lá..." E assim continuamos movimentando a boiada diariamente pela cidade nessas jamantas urbanas que chamam de ônibus.

 

É revoltante, mas é a realidade em que vivemos.... :tabom:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não acredito que seja puramente política. É verdade, se alguém aparecer querendo limitar a lotação dos ônibus em 40 pessoas e obrigar o uso do cinto com certeza vai ser jogado na fogueira, tanto pelo empresário quanto pela população. Porém, aumentar a quantidade de ônibus é inviável, pra começar que isso invariavelmente se refletiria no preço da tarifa e cairia no bolso dos usuários. E não sei na cidade de vocês, mas aqui uma ida e volta ao trabalho, se você só usar ônibus, sai por R$ 7,60. Isso sem contar no trânsito adicional que isso causaria e na quantidade extra de poluentes.

 

Não sei como funciona lá fora, mas em algum país existe essa regulamentação pra transporte público?

 

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei como funciona lá fora, mas em algum país existe essa regulamentação pra transporte público?

 

Meu palpite é que os países mais desenvolvidos tem alguma lei do tipo mas não precisam se preocupar tanto com isso porque oferecem boas alternativas de transporte público. Não consigo imaginar um busão lotado em cidades onde se pode chegar a qualquer canto de metrô. Além disso, são poucos que tem uma população tão grande quanto a nossa, o que deixa tudo mais fácil.

 

Já no terceiro-mundão da massa não sei, mas imagino que a maioria sofre tanto quanto a gente com o transporte. Aposto que segurança no trânsito e bem-estar da população passam longe das agendas governamentais.

 

Sorte de quem mora em países menores e/ou com população reduzida. Em Montevideo, por exemplo, dá até gosto pegar ônibus no horário de pico. Tem pouca gente, lugares sobrando e o trânsito flui apesar da maior concentração de carros nas vias. Acontece que o Uruguai tem pouco menos de 3.5 milhões de habitantes. O governo e a população precisariam se esforçar muito pra terem problemas de mobilidade urbana.

Edited by henrique76

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×