Jump to content
Sign in to follow this  
GriffeBH

Chegou A Hora De Vender Meu 307?

Recommended Posts

Fala pessoal, tranquilo?

 

Meu 307 griffe 2007 virou 100mil km ultimamente e estou preocupado com isso. Estou com ele ha 4 anos e unica manutencao que tive foi troca de disco de freio e pastilhas, alem de pneu e pecas de suspensao. Os botoes do controle do vidro eletrico tbm comecaram a falhar, o volante de couro descascou mas tudo sempre foi prontamente substituido, detesto carro com coisas a fazer. A caixa deu problema aos 60mil km e foi trocada pelo ex-dono, a recomendacao de troca de oleo e eletrovalvulas a cada 50mil km significa q ja vem preju de 1.2-1.5 mil dinheiros em muito breve. Esse unico fator nao me faria trocar de carro, obviamente, a questao maior seria o desgaste geral do carro, logo logo temo que outros problemas irao ocorrer. Alem do custo de manutencao, a falta de um mecanico confiavel e prox de casa e nao poder ficar sem o carro durante a semana tbm me assustam, sendo assim, to considerando a troca do meu carango. Um 308 seria a mudanca logica, buscando um q tenha al6 ou ate mesmo o 3008 se achar um com bom preco,

 

Entao, vale a pena arriscar num seminovo com ate uns 40mil km rodados (e financiar uns $20-25 mil para completar a troca) ou ficar com meu velhinho ja chegando aos 110mil? lembrando que rodo em media 300km/semana, grande maioria na cidade

 

muito obrigado por qualquer opiniao, vlw!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho 100.000km um número puramente psicológico. Esta quilometragem não quer dizer que seu carro dará problemas na próxima esquina. E outra: sou muito mais um carro de 100.000km que já conheço, bem conservado e com manutenção em dia, do que um usado de 40.000km que eu não conheça o histórico.

 

Se conselho fosse bom, ninguém daria de graça, mas lá vai: programe uma parada do seu carro por 1 semana, em uma mecânica de confiança, corrija o que houver de errado com o carro, eventualmente, e seja feliz por mais um tempo. Sairá muito mais barato do que entrar em um financiamento nessa época de juros mais extorsivos que de costume.

 

Já que você é de BH, sugiro que procure pela High Torque.

 

:confianteup:

  • Upvote 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Km acho q não quer dizer nada, se o carro e bem cuidado vai muito longe bem mais longe do que 100.000 km sem problemas, vou fazer um breve exemplo ,comprei em 2007 um F/I/A/T tipo 1.6 MPI 1996 com 198.000 km rodados a aparência estava muito boa bem conservado pintura interior etc......

Então levei no mecânico de confiança olhamos tudo e maravilha tudo OK, comprei carro fiquei com ele de 2007 até final de 2014 , 7 anos com o carro e sem qualquer problema,nunca esse carro me deixou na mão quando digo nunca é nunca mesmo ,usava ele no dia dia depois de 7anos com o tipo tive q vender , vendi ele com 310.000 km ainda redondo com manutenção em dia.O novo proprietário já está com ele a mais o menos 14 meses e está andando numa boa e disse q não teve nenhum problema sequer neste tempo tbm.

Espero ter ajudado com meu humilde depoimento

Detalhe, só vendi este carro pq realmente tive q vende lo

Se não estaria com ele até hoje.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cuidado com esses carros de 40.000Km: pode ter um "1" ou "2" "apagado" antes do "4"!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom... já falaram sobre os 100.000, que é psicológico e etc. Nem preciso repetir.

 

Mas eu não trocaria por outro motivo: nessa época de crise, desemprego, instabilidade, etc, eu não entraria num financiamento de longo prazo (longo pra mim é mais que 06 meses) de jeito nenhum.

Share this post


Link to post
Share on other sites

valeu demais a postagem galera, tava bem tendencioso a permanecer com o carango mesmo, e como ainda sinto muito prazer em dirigi-lo e nessa epoca de crise encarar um financiamento nao e nada aconselhavel mesmo!

 

vou dar uma olhada na high torque, desde os tempos de marea q ouço falar bem dela, parar o carro e dar um trato como dito vai me garantir uns bons 6 meses sem preocupacao

 

e vamo q vamo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, meu carro está pra virar 90 mil km, e a única vez que deu chabu (pior ainda, no meio da estrada) foi com uma válvula termostática que eu mandei trocar preventivamente - e que travou fechada - por causa do fato de a original já ter 79 mil km à época. Fora isso, o carro NUNCA me deixou na mão. Voltando pra Brasília, falei com o mecânico e ele trocou a válvula na garantia, de outra marca, que vem funcionando perfeitamente.

 

Como eu comprei ele zero km, tenho todas as notas das manutenções feitas (inclusive aqueles cupons fiscais que apagam com o tempo), desde a troca das correias até um alinhamento que eu fiz em algum ponto do passado. Então sei exatamente o que tem pra fazer e o que pode ser feito antecipadamente ou não. Claro que teve um retentor trocado aqui, um coxim ali, mas sempre em troca preventiva. Toda vez que vou trocar o óleo (a cada 7 mil km), falo pro mecânico verificar o sistema de arrefecimento, freios, luzes, e suspensão. Foi numa dessas que ele descobriu que o eixo traseiro já começou a desgastar a ponta, então já tô guardando dinheiro pra fazer o serviço (se possível já aproveitar o embalo e colocar o eixo traseiro da 207 SW automática, que tem discos traseiros) e troquei os rolamentos.

 

Então se eu quiser viajar com meu carro amanhã, é só calibrar os pneus e encher o tanque.

 

Resumindo: faz como o colega falou - pega uma grana, encosta o carro uma semana, verifica TUDO que tiver que ver (câmbio, coxins, freios, suspensão, óleo, filtros, conectores, bicos, etc), que você vai ter carro pra mais 100 mil km.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também faço como o Duzinfa: precisei viajar, é só calibrar os pneus e encher o tanque.

 

Procuro manter sempre as manutenções em dia, efetuo trocas de óleo e filtro na minha garagem, a cada 5.000 km e também cuido de alinhamento e rodízio de pneus. A cada 10.000km ou uma vez ao ano troco filtro de ar, combustível e ar condicionado, retiro e confiro as velas de ignição, levo o carro a uma mecânica próxima de casa e levanto no elevador para conferir a suspensão inteira pessoalmente. A cada 2 anos troco todo o fluido de arrefecimento e procuro por vazamentos no sistema. Pastilhas e discos de freios também verificados e eventualmente trocados por mim em casa.

 

Desta forma, sempre sei o que meu carro precisa e não tenho que ficar confiando em mecânicos para esse tipo de verificação. Se precisar trocar algo mais complexo, levo ao mecânico de confiança para fazer especificamente aquela manutenção. Meu carro atualmente tem 42.800 km, firme e forte, e pretendo levá-lo assim por mais 3 ou 4 anos pelo menos. Não está valendo a pena entrar no mercado de novos com os preços atuais e pegar um carro usado sem conhecimento do seu histórico eu acho cada vez mais arriscado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×